Buscar no Blog

As camadas sociais da sociedade feudal na Idade Média

É hora de relembrar o conteúdo sobre a sociedade feudal. Ela era dividida em estamentos no tempo dos feudos. É tema obrigatório no Feudalismo. Cai no Enem e nos vestibulares.

Durante a Idade Média (séculos V ao XV d.C.) na Europa Ocidental (território que fazia parte do antigo Império Romano do Ocidente) originou-se uma sociedade de ordens ou estamentos (posições sociais rígidas), onde ser ou não dono de terras era o fator que definia o lugar do indivíduo na estrutura feudal. Durante o Feudalismo, a mobilidade social era praticamente inexistente. O indivíduo nascia e morria na mesma camada social: era senhor ou servo por toda a vida, com raras chances de modificar sua condição social.

Dica 1 – Está achando complicado? Então veja antes aqui uma aula completa que o Blog do Enem preparou para você sobre a origem do Feudalismo na Idade Média. http://blogdoenem.com.br/historia-idade-media-feudalismo/

Feudalismo cai no Enem e nos vestibulares – Este conteúdo é super importante para você compreender como a sociedade feudal se organizou durante a Idade Média.

No topo da sociedade feudal encontramos os senhores feudais, a camada dominante, e na sua base, os servos, a camada produtiva.

O senhor feudal ou suserano (rei, nobre ou alto clero) tinha a posse legal da terra. Isso lhe conferia domínio sobre todos e sobre tudo o que se encontrava dentro de seu feudo.

Os servos (camponeses) formavam a maioria da população do feudo. Não tinham a propriedade da terra e estavam presos a ela por uma série de obrigações devidas ao seu senhor. Embora não pudessem ser vendidos, como se fazia com os escravos no mundo antigo, não podiam abandonar a terra sem a permissão do senhor.

Observe na imagem abaixo a divisão da sociedade medieval e veja duas questões importantes para você mandar bem no Enem e nos vestibulares nos conteúdos sobre a Idade Média e Feudalismo. Veja quem formulou a divisão da sociedade feudal.

feudalismo

Fonte: BRAICK, Patrícia Ramos. Estudar História: das origens do homem à era digital 7º. ano. 1. ed. São Paulo: Moderna, 2011. p. 20.

  • Esta definição dos papéis sociais durante o Feudalismo foi concebida pela Igreja católica.
  • De acordo com a Igreja católica ao clero cabia cuidar da salvação espiritual de todos; aos guerreiros (senhor feudal), zelar pela segurança; e aos servos, executar o trabalho nos feudos.
Dica 2 – Você quer gabaritar nas questões de História no Enem e nos vestibulares? Fique ligado na Idade Média. Sempre cai. É importante você saber como era organizado o feudo. Veja tudo aqui neste post especial: http://blogdoenem.com.br/feudo-idade-media-historia/

Nesta sociedade cada estamento tinha uma série de obrigações a cumprir. Todas essas regras eram muito bem definidas entre os senhores (quem doava a terra), os vassalos (quem recebia a terra) e os servos (quem trabalhava na terra).

            Ao senhor feudal cabia assegurar proteção militar aos vassalos. Estes, por sua vez, deveriam prestar serviço militar, pagar taxas e comparecer ao tribunal do senhor. Já as obrigações servis podiam ser divididas em:

  • a corvéia: trabalho obrigatório no manso senhorial: cultivar a terra do senhor durante um certo número de dias por semana e fazer todo o serviço necessário no feudo e no castelo: reparar as muralhas, limpar chaminés e fossas, construir pontes e estradas, limpar chaminés e fossas, construir pontes e estradas, limpar canais etc.
  • a talha: imposto pago sobre a produção no manso servil: o servo entregava ao senhor uma parte do que produzia (cereais, ovos, leite, lã, mel etc.);
  • as banalidades: imposto pago (em produtos) pelo uso de instalações pertencentes ao senhor, como forno, celeiro, moinho etc.

Na sociedade feudal ainda encontramos os chamados vilões e os ministeriais. Os vilões eram geralmente descendentes de pequenos proprietários romanos que, não podendo defender suas terras, entregavam-nas a um senhor em troca de proteção. Por essa origem, eles recebiam um tratamento diferenciado, com menos deveres que os servos. Os ministeriais eram os funcionários do senhor feudal encarregados de administrar os trabalhos e arrecadar os impostos.

Dica 3 – Você acha difícil memorizar tudo que aprende? O Blog do Enem pode te ajudar! Acesse o link e descubra quais as dicas para você memorizar o que estudou. http://www.alunosonline.com.br/portugues/dicas-para-voce-memorizar-o-que-estuda.html

Ainda está com dúvidas? Faça uma revisão sobre o Feudalismo e a sociedade feudal, nesta aula em vídeo de Fabíola Santana. E, não se esqueça: pesquise, estude para o Vestibular e Enem!

Exercício – Agora chegou a sua vez! Responda a esta questão de vestibular que o Blog do Enem preparou para você.

(Fatec-SP) Observe os seguintes textos:

I. “[…] nunca bebe o produto de suas vinhas nem prova migalha do bom alimento, muito feliz será se puder ter seu pão preto e um pouco de sua manteiga e queijo […]”.  (Texto de um cronista do século XIII).

II. “Se ele tiver ganso ou galinha gorda
Bolo de farinha de trigo em seu armário
Tudo isso terá de ser do senhor.” (Trecho de uma canção popular)

A classe social a que os textos se referem é:

a) o clero.
b) o servo.
c) a burguesia.
d) o proletariado.
e) a nobreza.

Resposta: a resposta correta é a letra “b”.

Em troca de proteção, abrigo e sustento o servo deveria cumprir uma série de obrigações para com o seu senhor. Além de trabalhar no manso senhorial, deveria entregar ao senhor parte de sua produção e ao usar instalações como o moinho ou o forno também deveria pagar em produto. O que lhe sobrava era muito pouco. Suas condições eram precárias e a fome e as doenças eram constantes.

Carla Regina História
O texto desta aula foi preparado pela professora Carla Regina da Silva para o Blog do Enem. Carla é formada em licenciatura e bacharelado em História pela UFSC. https://www.facebook.com/carla.regina.779.