Faltam:
para o ENEM

Bolsas de Estudo para cursos de graduação: veja inscrições abertas.

Direito, Administração, Psicologia, Veterinária, Odontologia, Arquitetura, Psicologia, Engenharias e mais de 90 cursos com vagas disponíveis e bolsas de estudo. Veja como fazer o Cadastro Gratuito e conseguir uma bolsa para começar seu curso de graduação.

Guia de Bolsas de Estudo com Cadastro Gratuito para você entrar  na Faculdade – Muita gente desiste de estudar sem conhecer as bolsas de estudo ou um bom desconto para quem precisa. O Blog do Enem mostra para você os diversos caminhos em mais de 800 faculdades e universidades.

Ter a chance de disputar Bolsas de Estudo para cursos superiores é super importante, pois as oportunidades de entrar em universidade pública pelo Sisu ou nas Bolsas de Estudo do Prouni são muito pequenas. Veja no Guia de Bolsas as vagas abertas para começar agora ou no semestre que vem. O Cadastro é Gratuito. Bolsas de Estudo pela Nota do EnemHá vagas abertas para Direito, Psicologia, Administração, Arquitetura, Engenharia Civil, Veterinária, Pedagogia, Contábeis, Enfermagem e mais 185 outros cursos. Os descontos podem chegar a mais de 75% da mensalidade, e valem para todo o curso. As inscrições estão abertas  Basta digitar o nome do curso que você quer para ver as vagas em todo o país:

Guia de Bolsas de Estudo – todos os cursos!

Encontre a bolsa de Estudos que você procura:

Digite pelo menos 3 caracteres.

A dica do Blog do Enem, então, é esta: Se você não conseguiu ainda uma vaga no Sisu, no Prouni, ou financiamento pelo FIES, veja as Bolsas de Estudo e as ações de inclusão e incentivo da Rede Alumni com o Programa Quero Bolsa.

São mais de 800 universidades e faculdades conveniadas. A Rede Enem e o Blog do Enem apoiam o programa.

A diferença entre Financiamento e Bolsa de Estudos: Muitas universidades anunciam financiamentos parciais do curso, ficando uma parte para você pagar de pois de se formar. Mas, nestes casos você ‘arrasta uma dívida’ que vai crescendo durante toda a faculdade, e quando termina e consegue o diploma já vêm logo as cobranças. Com a Bolsa de Estudos é diferente.Quero Bolsa olhar horizontalA Bolsa de Estudos não deixa dívidas para o final do curso. Se você consegue 50% de desconto, o valor é este e pronto, não têm prestações para depois da formatura. A dica, então, é você pesquisar no Guia de Bolsas de Estudo as opções mais próximas de você, com os cursos em oferta, e ver uma carreira que esteja nos seus planos. Boa pesquisa.

É uma boa saída para a maioria dos candidatos e candidatas que precisam  se virar por conta própria e construir o caminho de vencer na vida. Com uma Bolsa de Estudos, tudo fica mais fácil, sem precisar fazer dívidas ou financiamentos.

Veja como começar a faculdade com Bolsas de Estudo ou Descontos

Você pode conseguir até 75% de desconto na Bolsa de Estudos – A diferença entre as vagas com Bolsas de Estudo ou Descontos Especiais é que, ao contrário de financiamentos como o do Fies ou de bancos privados, ao final do curso de graduação você se forma e ‘tchau’, não fica devendo nada para pagar depois. Você pode conseguir até 75% de desconto em mais de 700 instituições. Veja como preencher o cadastro gratuito para as Bolsas de Estudo:

Cadastro Gratuito para Bolsas de Estudo
Clique na imagem para preencher o cadastro gratuito

Veja o Passo a Passo para conseguir uma Bolsa de Estudos no Quero Bolsa

Para quem quer ingressar no ensino superior o Quero Bolsa é uma boa opção porque tem mais de trezentas instituições cadastradas, em todas as regiões do Brasil. Garantir a sua bolsa de estudos é bem simples. e o cadastro gratuito pode ser feito totalmente pela internet. Confira:

1 – É só entrar no site do programa Quero Bolsa e usar o sistema de busca para encontrar o curso de graduação que mais se encaixa em suas necessidades, sonhos e desejos. É possível procurar bolsas de estudo pesquisando por curso, instituição de ensino, localização e valor máximo que você pode pagar mensalmente.

2 –  Você só precisa escolher o curso de graduação e a universidade que você deseja, e fazer um cadastro online para solicitar a vaga e a Bolsa de Estudos. A equipe do Quero Bolsa retorna a busca com as vagas existentes e as bolsas de estudos compatíveis com a sua solicitação após você preencher o cadastro inicial.

3 – Ao final do cadastro o sistema Quero Bolsa gera um boleto de pré-matrícula para o curso que você escolheu, e você pode fazer o pagamento para que a liberação do documento de bolsa de estudos seja concluída.

Depois você pode apresentar o comprovante e a documentação de matrícula na faculdade (ou universidade). Se ficou com dúvidas, entre no site, faça um cadastro inicial, e peça informações antes de completar todas as operações.

4 – As inscrições para adesão às bolsas de estudo do Quero Bolsa estão abertas o ano inteiro. Porém, as matrículas seguem o calendário de cada instituição de ensino. Por isso você deve ter atenção para não perder o prazo de entrega de documentação à faculdade.  Cadastro Gratuito aqui.

Pesquise aqui a sua bolsa no Quero Bolsa

quero bolsa - qual bolsa

No Prouni você pode conseguir Bolsas de Estudo de até 100%. Veja:

Confira aqui as regras básicas de funcionamento do Programa Universidade Para Todos, o Prouni. São duas rodadas de inscrição todos os anos. Uma ocorre em janeiro e fevereiro, e a outra em junho e julho. São mais de duzentas mil vagas por ano.

Veja as informações Básicas do Prouni

Notas de Corte do Prouni

Cálculo da Renda Per Capita

O que é o Prouni

prouni veja quem

As regras básicas para concorrer às Bolsas de Estudo do Prouni são estas:

A – A inscrição no Prouni só pode ser feita por quem já concluiu o Ensino Médio e já fez o Enem;

B –  A nota do Enem é obrigatória e funciona como critério de classificação para definir a ordem de quem entra ou quem fica de fora nas vagas dos cursos que escolher;

C – O mecanismo de seleção é igual ao do Sisu, com a nota de corte sendo utilizada para selecionar os alunos.

D – As inscrições somente podem ser feitas pela internet, nos sites http://prounialuno.mec.gov.br/   ou http://prouniportal.mec.gov.br/

E – Não podem participar quem tiver zerado na Redação do Enem ou ter média abaixo de 450 pontos nas provas objetivas.

F – Importante: É preciso ‘estar dentro’ dos critérios socioeconômicos de carência e de Renda Familiar per capta: No máximo 1,5 salário mínimo para concorrer às bolsas de 100% de gratuidade; E, de Renda familiar mensal per capita de até 3 salários mínimos para bolsas de 50%.

G – Além disso é preciso ter feito todo o Ensino Médio em escola pública, ou ter estudado em escola particular com Bolsa integral.