Revise Morfologia para arrasar em gramática! – Português Enem

Estudar Português é legal, ainda mais para se dar bem no Enem! Vamos estudar Morfologia (parte I), relembrando também as classes de palavras?

Português Enem: Morfologia: por que estudar? Estudamos morfologia porque esse ramo de estudo da língua portuguesa busca fazer uma análise reflexiva das palavras de  forma isolada.

Sendo assim é importante estudar as classificações e condições das palavras para, após isso, estarmos aptos a entender a língua escrita e falada de forma crítica e entender o conceito por trás das regras. Pois não basta apenas saber a regra, mas a verdadeira aprendizagem é aquela que nos leva a pensar sobre e saber por que é que se pensa de tal forma.

Entendeu? Ainda não? Então, vamos lá continuar para você mandar bem!

A palavra MORFOLOGIA vem da palavra MORFEMA, que significa “o elemento que confere o aspecto gramatical ao semantema”. Nossa que “nomãããããooooo”, né? Mas é ele que relaciona na oração, que delimita a função ao seu significado e claro, também conhecido como o RADICAL da palavra! Ufa! Para entender melhor, veja o exemplo:1

“FERR” é o morfema nesse esquema

Só que, para estudar os morfemas foi criada a MORFOLOGIA. Sabe por quê? Porque eles nos informam o gênero, o número, o tempo e o modo de um verbo, número e pessoa do verbo e a queridinha da galera: a CLASSE gramatical de uma palavra. Sendo assim, a morfologia serve para analisar a palavra de forma isolada e não a sua participação dentro de uma frase ou período. Veja de que maneira podemos classificar as palavras:

  • Gênero: masculino ou feminino. Exemplo: meninoe menin
  • Número: singular ou plural. Exemplo: meninoe menin
  • Tempo e modo de um verbo. Exemplo: viajei = tempo: pretérito perfeito, modo: indicativo.
  • Número e pessoa de um verbo. Exemplo: viajaram= número: plural, pessoa: 3ª pessoa.
  • Classe gramatical de uma palavra. Exemplo: viajar = verbo; viagem = substantivo; viajante = adjetivo.

Viu como é fácil?

Agora vamos dar uma espiadinha na estrutura e formação de palavras? Vem comigo, não se perde não, logo serás expert neste assunto!

Estudar a estrutura é conhecer os elementos FORMADORES das palavras. Assim, compreendemos melhor o significado de cada uma delas. Observe os exemplos abaixo:

2 3 4 5
art-ista brinc-a-mos cha-l-eira cachorr-inh-a-s

 

Vamos analisar a palavra “cachorrinhas“:

Nessa palavra observamos facilmente a existência de quatro elementos. São eles:

cachorr – este é o elemento base da palavra, ou seja, aquele que contém o significado.

inh – indica que a palavra é um diminutivo

a – indica que a palavra é feminina

s – indica que a palavra se encontra no plural

Cada parte da palavra é chamada de MORFEMA: unidades mínimas de caráter significativo.

Fique ligado(a)! Existem palavras que não comportam divisão em unidades menores, tais como: mar, sol, lua, etc.

São elementos mórficos:

1) Raiz, radical, tema: elementos básicos e significativos.

2) Afixos (prefixos, sufixos), desinência, vogal temática: elementos modificadores da significação dos primeiros.

3) Vogal de ligação, consoante de ligação: elementos de ligação ou eufônicos.

“Tá tranquilo? Tá favorável?” Agora está, não é mesmo?

Para dar aquela clareada extra, dá uma espiadinha nesta videoaula sobre esta primeira parte do estudo da morfologia: https://www.youtube.com/watch?v=wfQTjfzgovE

Agora que você aprimorou seu conhecimento, que tal realizar alguns exercícios?

Observe o anúncio publicitário a seguir. Depois, responda às questões:

6

 

1) Um anúncio publicitário geralmente promove um produto, uma marca, uma empresa ou uma ideia. Em relação ao anúncio lido, quem é o anunciante? O que ele promove?

 

2) Observe o enunciado verbal em destaque no lado esquerdo do anúncio.

a) Levantando hipóteses: o público que o anúncio pretende atingir é preferencialmente masculino, feminino ou de ambos os sexos? Justifique sua resposta com elementos do texto.

b) Interprete: Qual é o sentido da expressão “todas com complexo de economistas” no contexto?

 

3) No enunciado “Liquidação Eu Quero”, o verbo querer foi empregado no nome da liquidação. Observe a conjugação desse verbo no presente do indicativo: quero, queres, quer, queremos, quereis, querem.

a) Identifique a parte do verbo que se repete em todas as pessoas e que informa seu sentido.

b) Indique o que foi acrescentado a essa parte do verbo em cada uma das pessoas verbais: na: 1ª pessoa do singular, do plural, na 2ª pessoa do singular e do plural e na 3ª pessoa do singular e do plural.

c) Nos acréscimos feitos à parte do verbo que se repete, em quais pessoas aparece também o e que indica a conjugação à qual o verbo querer pertence?

 

GABARITO

1) O anunciante é o Parque D. Pedro Shopping, que promove a si mesmo.
2)   
a – Preferencialmente o público feminino, por causa do emprego da palavra todas.
b –  No contexto tem o sentido de “econômicas”, já que a promoção está oferecendo descontos de até 70%.
3)   
a – quer
b – o, emos; es, eis; em.
c – em todas, exceto na 1ª e na 3ª pessoas do singular.

 

Estuda bem direitinho, ok? Daqui pra frente é correria!

 

Os textos, exemplos e exercícios acima foram preparados pela professora Gisele Garcez para o Blog do Enem. Gisele é formada em Letras pela UNISUL, especialista em Linguística, Gramática,Literatura e Produção Textual da Língua Portuguesa. Dá aulas de Língua Portuguesa em escolas da Grande Florianópolis desde 1998. Facebook: https://www.facebook.com/gisele.garcez.3