Como a urina é produzida? Resumo com aulas de Biologia Enem

Você sabe por que o ser humano faz xixi? Sabe por que bebida alcoólica aumenta a produção de urina? Não? Então, veja agora no resumo de Biologia Enem!

Você já percebeu que a quantidade de xixi que você faz e a aparência dele depende de vários fatores? Veja aqui como a urina é produzida. Conteúdo de Biologia para o Enem.

Por exemplo, se você bebe uma quantidade enorme de líquido, você faz muito xixi, clarinho como água. Agora, quando você acorda, há bastante urina, porém ela é bem amarela. No verão, você faz pouco xixi, já no inverno…

Mas, afinal, por que isso acontece? E o que é o xixi mesmo? Saiba isso e muito mais sobre o sistema urinário e a excreção aqui e arrase nas questões de Biologia do Enem e dos vestibulares!

O xixi e a Homeostase

Antes de tudo, vamos pensar na pergunta “que não quer calar”: por que fazemos xixi? A resposta é bem simples: homeostase! Compliquei? Que nada! Homeostase é simplesmente o equilíbrio do nosso organismo.

Para manter o nosso organismo em equilíbrio é necessário regular a quantidade de água e sais minerais de nosso corpo, assim como eliminar substâncias tóxicas indesejáveis, ou seja fazer a osmorregulação.

Assim, o xixi, ou a urina, nada mais é que um composto formado pelo lixo das células e o excesso de substâncias que poderiam prejudicar nosso corpo. Mas, afinal, como a urina é produzida?

Dica 1:Para saber como a urina é produzida é importante também revisar os órgãos que compõem o sistema urinário. Para isso, veja este super post com uma divertida aula da Khan Academy e dicas da professora de biologia Juliana Evelyn dos Santos: https://blogdoenem.com.br/sistema-urinario-excrecao-biologia/

Para iniciar sua revisão, veja esta super vídeo-aula de biologia da Khan Academy sobre os rins e os néfrons:

E aí, curtiu o vídeo? Legal, não é mesmo? Agora, para ficar “fera” no assunto e entender tudo sobre a produção de urina, veja o resumo que preparamos para você:

Dica 2: Antes de continuar estudando a produção de urina, que tal revisar também a anatomia do sistema digestório e os problemas que podem aparecer nos órgãos desse sistema? Então veja este post com vídeo-aula do professor Rubens Oda e dicas da professora Juliana Evelyn dos Santos: https://blogdoenem.com.br/sistema-digestorio-biologia-enem/

A urina é produzida no córtex renal (traduzindo: a parte mais externa de seus rins). Lá estão os néfrons, pequenas estruturas que filtram o seu sangue e dele retiram os “ingredientes” que irão compor sua urina.

Veja na imagem a seguir a estrutura de um néfron:Biologia Enem – Como a urina é produzida? Revise com a Khan Academy!Para produzir urina, o néfron realizará três etapas:

As etapas básicas da urina

Etapa 1 – filtração:

A pressão com que o sangue corre nos vasos sanguíneos empurra do glomérulo (por entre as células que formam as finas paredes dos capilares sanguíneos) para a cápsula glomerular(também chamada de cápsula de Bowman) água e pequenas moléculas dissolvidas no plasma sanguíneo (como sais minerais e glicose em excesso, assim como a ureia). Esse filtrado é muito dissolvido, pouco concentrado, por isso, ainda não podemos dizer que se trata propriamente da urina.

Etapa 2 – reabsorção:

néfron possui, além do glomérulo e da cápsula, um longo tubo que recebe diferentes nomes, dependendo de sua região. Mas, a função geral desse tubo retorcido é reabsorver o excesso de água presente no filtrado glomerular (o “pré-xixi”), assim como outras substâncias que podem ser úteis. Dessa maneira, tudo isso volta para o sangue e deixa o filtrado mais concentrado, formando a urina.

No túbulo contorcido proximal, as células reabsorvem por transporte ativo praticamente toda a glicose, aminoácidos e boa parte dos sais, transferindo-os novamente para o sangue.

Assim, o sangue que está correndo nos capilares que envolvem todo o néfron fica mais concentrado e boa parte da água presente no filtrado volta para a corrente sanguínea por osmose. Logo em seguida há a alça de Henle, que forma uma espécie de alça e reabsorve mais sais minerais.

Por fim, há o túbulo contorcido distal (distal porque é a porção mais distante do glomérulo), onde há mais absorção ativa de sais e glicose.

Etapa 3 – secreção:

A secreção é a eliminação da urina nos túbulos coletores que formarão as pirâmides de Malpighi que, por sua vez, despejarão a urina nos ureteres que a levam para a bexiga. Nesse momento, a urina possui aproximadamente 95% de água, 2% de ureia, 1% de cloreto de sódio e 2% de outros sais e produtos nitrogenados.

Dica 2: Transporte ativo? Osmose? Que bicho é esse? Fique tranquilo! Se você não lembra, podemos te ajudar! Veja este super post sobre transporte através da membrana com vídeo-aula da Khan Academy: https://blogdoenem.com.br/biologia-osmose-e-difusao/

Por que a urina varia de cor e quantidade?

Você bem sabe, que nem sempre seu xixi possui o mesmo aspecto. Logo, você pode chegar á conclusão de que a composição da urina varia. Isso será regulado por uma série de fatores, por exemplo: quantidade de água em seu corpo, quantidade de sais, se você bebeu bebida alcóolica, temperatura do dia…

Pense só: em um dia quente, perdemos muita água pelo suor, certo? Então nestes dias, nosso hipotálamo (uma região bem no centro da sua cabeça, no encéfalo), produz hormônio antidiurético (ADH), que será armazenado e secretado pela hipófise (uma glândula também do encéfalo).

Esse hormônio faz com que os túbulos do néfron aumentem absorção de água, tornando a urina mais concentrada, com menos água e assim, mais escura. Agora, se você bebeu muita água ou está em um dia frio, seu sangue tem a pressão osmótica diminuída, fazendo com que a produção de ADH seja inibida.

Assim, o néfron vai reabsorver menos água, produzindo uma urina mais diluída e mais clarinha. O álcool também inibe a produção de ADH. Assim, você pode observar que quem toma muita cerveja em uma festa, por exemplo, vai muitas vezes ao banheiro, pois, além de ingerir bastante líquido, não tem ADH estimulando a reabsorção de líquido nos néfrons.

Afinal, o que causa as “pedras” nos rins?

Pedras nosrins, ou cálculos renais formam-se quando a concentração de sais minerais, como o cálcio, aumenta. Essas formações podem ser estimuladas por diversos fatores, como a baixa ingestão de água, a grande ingestão de sais na alimentação e por predisposição genética.

Essas pequenas pedrinhas, quando se deslocam ao longo dos canais renais podem se arrastar por esses ductos e machucá-los, causando dores intensas. O tratamento varia: pode ser bastante simples – com analgésicos e ingestão de muito líquido, ou intervenção cirúrgica.

O Sistema Reprodutor Masculino

Veja agora com a professora Juliana Evelyn Santos, coordenadora pedagógica do canal do Curso Enem Gratuito, como o aparelho reprodutor é completamente diferente do aparelho urinário, ainda que no caso do homem o membro sexual seja utilizado nas duas funções.

  1. Nos homens, a uretra tem duas funções: a eliminação de urina e a liberação do esperma.
  2. A próstata produz uma secreção muito viscosa e alcalina que serve como meio de “natação” para os espermatozoides. Também ajuda a combater o pH ácido da vagina.
  3.  As glândulas bulbouretrais ficam abaixo da próstata e estão ligadas à uretra. Quando o homem é estimulado sexualmente, estas glândulas produzem uma secreção que limpa a uretra de resíduos de urina e ajuda a lubrificar a vagina para a penetração.  Se liga nessa importante diferença importante entre o sistema reprodutor feminino e masculino!
  4. – O pênis é o órgão copulador masculino. Ele é composto internamente por tecidos esponjosos ricos em vasos sanguíneos chamados de corpos cavernosos.
  5. Durante a estimulação sexual o sistema nervoso envia estímulos que faz com que as artérias do pênis se dilatem e acumulem sangue nos corpos cavernosos.
  6. Assim, o pênis tem um aumento de volume e fica enrijecido, tendo início a ereção.

 

O Sistema Reprodutor Feminino

  1. Vamos começar pelas gônadas do sistema reprodutor feminino humano, que são os ovários! O que que é uma gônada mesmo? É um órgão responsável pela produção de gametas, que são as células sexuais haplóides que vão carregar o material genético (nesse caso, da mãe) para a fecundação – onde vai formar um novo indivíduo.
  2. Na espécie humana, também temos o ovário como responsável pela produção dos hormônios sexuais femininos, a progesterona e o estrógeno.
  3. Dentro desse ovário, é possível observar que tem diferentes estruturas com diferentes formatos e cores, chamadas de folículos – células que envolvem um gameta em desenvolvimento (que ainda está passando pelos estágios da meiose e depois será liberado como ovócito secundário).
  4. Uma outra coisa importante que devemos lembrar é que o ovário é comandando por hormônios que vem também da hipófise, que fica no cérebro 😀
  5. – Esses ovários, que são bem pequenininhos, vão estar bem próximos de uma estrutura chamada tuba uterina. A tuba uterina tem uma espécie de “dedinhos”, chamadas fimbrias, que vão estar envolvendo esse ovário. Quando o ovário libera o ovócito, ele vai ser capturado pelas estruturas da tuba uterina.
  6. Internamente, a tuba uterina vai ter vários cílios e uma espécie de muco que vão ajudar a empurrar essa gameta em direção ao útero.
  7. Uma outra coisa importante de lembrar também é que a fecundação vai acontecer na tuba uterina, mais especificamente na terceira parte. Esse processo vai acontecer (se acontecer) por volta da metade do ciclo mestrual, por volta de 14 dias após a menstruação.

 

O que é o útero

 Daí a gente chega no útero! O que é o útero? É um órgão formado por tecido muscular liso que é extremamente elástico! Então, esse músculo que forma o útero, vai ser revestido internamente por uma espécie de “caminha” que chamamos de endométrio.

Esse endométrio é um tecido super vascularizado e importante para que aconteça a nidação, que é a fixação do embrião no útero! Se não há fecundação, ao fim do ciclo menstrual, parte desse endométrio descama e é eliminado pela vagina, acontecendo então o período de menstruação.

 A gente vai ter também a vagina, que se conecta ao útero através do cérvix uterino, também chamado de colo do útero. Essa vagina é, além do canal copulatório, o canal de parto. Ou seja, num parto natural ocorre a dilatação desse colo do útero por onde o bebê vai passar. A vagina vai ter em torno de 12 centímetros de profundidade.

 A gente tem também a parte externa da genitália feminina. Aqui, temos os grandes lábios (duas dobras de pele com gordura por baixo que funcionam como “almofadinhas”). Se abrirmos os grandes lábios, temos dentro deles os pequenos lábios, que também servem para a proteção da mucosa vaginal.

Bem no meio/no encontro dessas suas pelezinhas internas, vamos encontrar uma outra estrutura chamada clitóris. O clitórios é uma estrutura altamente vascularizada que ficará erétil e inchado durante a excitação sexual, sendo a principal região envolvida no prazer sexual.

Abaixo dele, temos um furinho onde é a abertura da uretra, por onde a mulher vai urinar. E embaixo dele, temos a portinha da vagina.

Exercícios sobre como a Urina é Produzida

Agora que você já sabe tudo sobre a produção de urina, que tal testar seus conhecimentos?

1)    (Mack-2006- Biologia) Os néfrons humanos são responsáveis pela eliminação de excretas nitrogenados e pela manutenção do equilíbrio osmótico do corpo.

Assinale a alternativa correta a respeito desses processos.

a) Os excretas são trazidos para os néfrons através de capilares nos quais circula sangue venoso.
b) Quando ingerimos uma grande quantidade de água, a alça renal aumenta a taxa de reabsorção.
c) O principal excreta nitrogenado existente na urina humana é o ácido úrico.
d) Quanto maior for a pressão nos capilares do glomérulo, menor será a quantidade de urina produzida.
e) O aumento de sudorese (produção de suor) provoca a diminuição do volume de urina produzido.

2) (PUC – RJ-2008 – Biologia) Um indivíduo ao ingerir certa quantidade de bebida alcoólica geralmente apresenta uma necessidade maior de urinar. Este fato ocorre porque o álcool:

a) estimula a produção do hormônio ADH.
b) aumenta a eliminação de açúcar pela urina.
c) inibe a produção do hormônio ADH.
d) inibe o funcionamento do fígado.
e) estimula o funcionamento do pâncreas.

Resposta 1) E 2) C.

Dica 3: Você quer ver mais vídeos legais de Biologia? Então acesse a plataforma da Khan Academy em português! Lá você encontrará vídeo-aulas e exercícios de várias disciplinas que podem te ajudar no Enem! Confira: https://pt.khanacademy.org/welcome
Dica 4: Quer treinar seus conhecimentos em Biologia? Baixe esta apostila de biologia gratuitamente! https://blogdoenem.com.br/biologia-enem-apostila-gratuita/
Juliana Biologia Enem
Os textos e exemplos acima sobre como a Urina é produzida foram preparados pela professora Juliana Santos para o Blog do Enem. Juliana é formada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Santa Catarina. Dá aulas de Ciências e Biologia em escolas da Grande Florianópolis desde 2007. Facebook: https://www.facebook.com/juliana.evelyndossantos.