Engenharia de Software: veja o curso de graduação e mercado de trabalho

Você já pensou em trabalhar com Engenharia de Software? É super moderno. É difícil, mas pode dar muita realização e um bom dinheiro também. Veja como é o curso de graduação de Engenharia de Software, a profissão e o mercado de trabalho. Leia abaixo.

Os cursos da área da Tecnologia da Informação vão bem no mundo todo para formar profissionais que logo conseguem emprego e bons salários. Pense nisso na hora de fazer suas escolhas. Hoje em dia muitas pessoas passam grande parte do tempo usando programas de computador e aplicativos para celular. Tanto no trabalho quanto nas horas de lazer.

Você já pensou no curso de graduação em Engenharia de Software? É inovador, e tem mercado de trabalho. Imagine se a sua profissão pudesse ser construir os sistemas nos quais tanta gente passa tanto tempo usando?

Assim, pode ser a vida de quem se forma no curso de graduação de Engenharia de Software. Se pisco para você, quem sabe não pode ser a sua escolha? Veja a seguir os detalhes do curso e da vida profissional.

Dica 1: Cursos da área de Tecnologia da Informação estão em alta no mercado. Veja aqui. Salários de até R$ 17 mil. Profissões em alta na área de T.I. Veja os cursos e maiores salários « Blog do Enem. Tudo sobre Enem, Fies, Sisu, Prouni e Vestibular

Quem é o(a) engenheiro(a) de software?

O profissional que se forma no curso de graduação de engenheira de software é responsável pelo desenvolvimento e manutenção de sistemas de software.Engenharia de SoftwareOs interessados pela área devem ter algumas características que vão facilitar a vida de quem decide ingressar na profissão: é preciso ser organizado, conseguir dividir o trabalho em diversas etapas, dominar a matemática e, é claro, gostar muito de computador e tecnologia.

Durante o trabalho a engenharia de software lida com a resolução de problemas, criando soluções computadorizadas para a realização de tarefas, na maior parte dos casos, lidando com restrições de tempo e recursos.

É papel da engenharia de software utilizar técnicas e ferramentas apropriadas ao planejamento de cada sistema. Além disso, profissionais desta área devem ter dinamismo para conseguir acompanhar as mudanças constantes do campo e algo muito importante: humildade.

Somente sendo humilde quem trabalha com engenharia de software vai saber ouvir o cliente e o usuário dos sistemas, para conseguir, de fato, criar e manter algo útil. A profissão é difícil, mas imagina você responsável por um aplicativo ou um sistema virtual de sucesso?

Dica 2 – Já escolheu a sua profissão? Veja aqui as 10 melhores e as 10 piores profissões para conseguir emprego e ter um bom salário: https://blogdoenem.com.br/profissao-lista-das-10-piores/

A TV UFG, da Universidade Federal de Goiás (UFG), preparou um vídeo sobre o curso, confira:

O curso de graduação em Engenharia de Software

O curso de Engenharia de software tem a duração média de cinco anos. Ao longo das aulas, os estudantes cursam disciplinas focadas em prepará-los para a atuação prática, mas sem dispensar o pensamento teórico necessário.

Os conhecimentos abordados são Lógica, Programação, Arquitetura de Computadores, Banco de Dados, Algoritmos, Sistema Operacional, Método e Desenvolvimento de Software, Engenharia de Software, Arquitetura de Software, Integração, Software para Web, Software para Dispositivos Móveis, Manutenção de Software, Leitura de Software e Gerência de Projeto de Software.

É importante esclarecer que o campo da Engenharia de Software é uma subárea da Informática e, por isso, muita gente acaba confundindo o curso com o de Ciência da Computação. Sabe qual é a diferença entre os dois?

A Engenharia de software é um curso focado nos aspectos práticos da produção de um sistema de software, enquanto a Ciência da computação vai estudar os fundamentos teóricos dos aspectos computacionais.

compartilhe
 Mercado de trabalho para Engenharia de Software

Quem resolver se tornar um engenheiro de software pode ter um futuro promissor. A expectativa dos especialistas da área é de que a demanda por profissionais da área seja o dobro do que o Brasil vai conseguir formar nos próximos anos.

Então, tudo indica que empregos não vão faltar! Tudo isso porque o campo de sistemas e de informática está em contínuo crescimento. Os profissionais podem atuar em pequenas ou em grandes empresas, sendo que a presença de filiais de multinacionais no país com grandes oportunidades para a área.

O salário médio do engenheiro de software  vai de R$ 4.800,00 a R$ 7.000,00. Mas, para quem é fera, há profissionais que ganham  acima de R$ 20.000,00 trabalhando em empresas como Google e Facebook.

Perfil do profissional após a formação

Depois de formado, o profissional da Engenharia de Software pode seguir alguns caminhos. Os principais são:

– Desenvolvimento de bancos de dados,
– Desenvolvimento de programas técnico-científicos,
– Desenvolvimento de software para palms e smartphones,
– Desenvolvimento de software para sistemas eletrônicos embarcados,
– Desenvolvimento de jogos e de programas educativos,
– Desenvolvimento de sistemas de gerenciamento,
– Desenvolvimento de sistemas de apoio à medicina,
– Administração de empresas,
– Ensino (médio e superior).

Post escrito por Ruleandson do Carmo Cruz – jornalista e doutor em Ciência da Informação
 www.twitter.com/ruleandson