A Ética segundo Kohlberg – Filosofia Enem

A nossa consciência moral de hoje foi sendo adquirida com o passar do tempo ou já nascemos com ela? Quer saber como Kohlberg escreveu sobre este tema? Então leia esta aula e fique por dentro dos conteúdos do Enem

Kohlberg foi professor na Universidade de Chicago, bem como na Universidade Harvard. Especializou-se na investigação sobre educação e argumentação moral, sendo mais conhecido pela sua teoria dos níveis de desenvolvimento moral.

Muito influenciado pela teoria do desenvolvimento cognitivo de Jean Piaget, o trabalho de Kohlberg refletiu e desenvolveu as ideias de seu predecessor, ao mesmo tempo criando um novo campo na psicologia: “desenvolvimento moral”.

A sua teoria é resultado de uma séria de pesquisas e entrevistas com indivíduos de diferentes idades. Nessas entrevistas eram apresentados as crianças uma série de histórias com dilemas morais e, após o conhecimento dessas histórias, eram feito perguntas que envolviam questões morais.KohlbergA intenção de Kohlberg com os dilemas apresentados era analisar as razões apontadas como justificativas da resposta, pois, a análise das razões permitia situar o sujeito em qual estágio do desenvolvimento moral ele estaria. Talvez você esteja perguntando: “quais são esses estágios?”.

Os 3 níveis de Desenvolvimento para Kolbherg

Nível A – Raciocínio Pré-convencional: Nesse nível o indivíduo ainda não internalizou as convenções da sociedade sobre o que é certo e o que é errado. A razão moral neste período é contolada por recompensas, isto é, faça isso que você ganha isso, ou punições externas, ou seja, se não fizeres irás ficar de castigo.

Estágio 1: Castigo/punição e obediência: neste estágio a criança obedece literalmente a regra, pois sua interpretação é que, obedecer a autoridade é evitar castigo. Cumpre, portanto, por obediência ao adulto e para não sofer sanções, nesse caso, o castigo.

Estágio 2: Age pelo próprio interesse (individualismo): a obediência consiste em fazer só aquilo que lhe interessa e até na relação com os outros não é movido por respeito ou por lealdade, mas pelo interesse de “uma mão lava a outra”, uma troca de favores.

Nível B – Raciocínio convencional: Nesse estágio o indivíduo segue as regras e as noormas da sociedade.

Estágio 3: Normas interpessoais: O ponto de vista inclui as perspectivas dos outros e sentimentos compartilhados, que têm precedência sobre os interesses individuais.

Estágio 4: Lei e ordem: Quem está nesse estágio realmente acredita que a lei, a ordem social, a justiça e outros valores são reais, são partes do gênero humano, neste sentido o correto é cumprir seu dever na sociedade, preservar a ordem social, e manter o bem-estar da sociedade ou do grupo.

Nível C – Raciocínio pós-convencional:

A moralidade é completamente internalizada e não é baseada nos padrões dos outros. Vivem de acordo com seus próprios princípios abstratos sobre o certo e o errado – princípios que tipicamente incluem direitos humanos básicos.

Estágio 5: Direitos básicos e contrato social: Quem está neste estágio tem que visão que no mundo as pessoas são diferentes, têm opiniões, diereitos e valores também diferentes e o correto é apoiar os direitos, valores e contratos jurídicos de uma sociedade, mesmo quando estão em conflito com as normas concretas do grupo.

Estágio 6: Ética e princípios universais: a pessoa desenvolve um padrão moral baseado nos direitos humanos universais. Quando confrontado com um conflito entre a lei e a consciência, a pessoa seguirá a consciência, ainda que esta decisão envolva risco pessoal. E tem a capacidade de ver-se no lugar do outro.

Aula Gratuita sobre Ética e Liberdade na Filosofia

Veja um resumo simples e rápido com o professor Alan, do Curso Enem Gratuito, para facilitar o seu entendimento sobre o pensamento de Kohlberg.

Muito bom este resumo. Agora, veja a sequência dos Estágios de Kolbherg:

Kohlberg acreditava que estes níveis e estágios ocorrem numa sequência:

  1. – Antes dos nove anos, a maioria das crianças seguem caminhos pré- convencionais (nível 1).
  2. – Na primeira adolescência, eles raciocinam de uma maneira mais convencional (nível 2). A maioria no estágio 3, com apenas sinais dos estágios 2 e 4.
  3. – No início da fase adulta, um pequeno número de indivíduos arrazoam (raciocinam) de maneira pós-convencional.

 

Resumo:

Veja agora os paradoxos da Filosofia Contemporânea – Discussão sobre Ética, Moral e Ciência.

Bibliografia:

CARVALHO, Frank. Formação Moral. Disponível em: <http://frankvcarvalho.blogspot.com.br/2011/06/kohlberg-e-formacao-moral.html> Acessado em 07/03/2017
WIKIPEDIA. Lawrence Kohlberg. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/Lawrence_Kohlberg> Acessado em 07/03/2017.
Chegou a sua vez. Resolva essas questões de vestibulares e se prepare para o ENEM

1. A moral e os valores não constituem um objeto de conhecimento único. Sendo assim, diferentes campos do saber e a pluralidade de perspectivas se debruçam sobre o tema. Na Psicologia, um dos pioneiros no estudo do desenvolvimento moral foi Jean Piaget na década de 30. Mas foi outro autor que se dedicou exaustivamente aos estudos para a compreensão do desenvolvimento moral, propondo três níveis subdivididos em dois cada um. Quem foi este autor?

a) Kholenberg.
b) Lawrence Kohlberg.
c) Kurt Lewin.
d) Kafka.
e) Albert Bandura.

2. Kohlberg (1968) Desenvolveu a Teoria do Desenvolvimento Moral. Sobre essa Teoria é correto afirmar que:
Escolha uma:

a. As crianças incorporam no seu pensamento e ação moral de elementos heterônomos e que, a partir daí, a autonomia moral começa a ocupar o lugar da heteronomia.
b. A ação moral elementos heterônomos se dá a partir da autonomia moral ocupando o lugar da heteronomia moral.
c. O Desenvolvimento Moral é realizado por estágios em que ocorrem construções que afetam o estagio precedente.
d. A seqüência de passagem de um estágio para outro é variante, sendo que os fatores culturais não podem variar a velocidade destas passagens.
e. A aprendizagem resulta de acomodações passivas ao meio e de sua atividade elocubração.

Respostas:

1: b; 2: a

Curso Enem Gratuito

Quer aumentar suas chances no próximo Exame Nacional do Ensino Médio e mandar bem nas Notas de Corte do Enem? Estude com as apostilas e aulas gratuitas do Curso Enem Online.

Todas as matérias do Exame e ainda as Dicas de Redação. Acesse aqui o Curso Enem Gratuito Online.curso enem gratuito blue fino

Post escrito por Gilson Luiz Corrêa. Gilson é bacharel em Filosofia pela UNISUL, possui Licenciatura em Filosofia pela UFSC e em Psicopedagogia pela FMP. É professor do Colégio Catarinense. Facebook: https://www.facebook.com/gilsonluiz.correa