Confirmada as datas das provas do Enem: janeiro e fevereiro

Na Enquete do MEC janeiro tinha ficado em segundo lugar. Mas, de repente, o Ministério resolveu marcar as provas para janeiro. E já saiu o anúncio com a data oficial.

Se liga aí! Faltam seis meses para as provas d0 Enem. Veja o calendário completo:

  1. –  Enem Impresso:  primeira prova no dia 17 de janeiro de 2021 e a segunda prova no dia 24 de janeiro de 2021.
  2. Enem Digital: primeira prova dia 31 de janeiro; e segunda prova 7 de fevereiro de 2021.

Jabeiro é o mês do Enem

A dica, então, é você fazer a sua inscrição e começar a se preparar no Curso Enem Gratuito: Aulas, Dicas, Resumos e simulados de todas as matérias. Tudo 100% gratuito.

Os resultados do Enem saem no dia 29 de março de 2021. Também foi anunciado que poderá acontecer uma terceira edição do Sisu em 2021.

A dica agora é você correr atrás de aulas e cursos gratuitos para recuperar  atraso e mandar bem nas provas. Veja as dicas para você começar agora mesmo a sua revisão. A Rede Enem tem mais e 5 mil resumos, aulas e simulados liberados. Confira:

Conteúdos do Enem & do Ensino Médio

  1. Aulas do Enem & Ensino Médio 
  2. 1º, 2º e 3º Ano do Ensino Médio
  3. Curso Enem Gratuito
  4. Apostilas do Ensino Médio 
  5. Listas de Exercícios
  6. Plano de Estudos Extensivo do Enem
  7. Conteúdos por Disciplina do Ensino Médio
  8. Fanpage Rede Enem 
  9. Fanpage Curso Enem Gratuito

Os temas que mais caem no Enem:

Enquete sobre a nova data do Enem 2020

O Ministério da Educação divulgou, no início de julho, o resultado da enquete oficial do Enem, feita na Página do Participante. Os números confirmaram exatamente os mesmos resultados das Pesquisas do Curso Enem Gratuito e da Enquete do Blog do Enem. Provas só em maio, é o que pediram os inscritos.

Mas, as novas datas marcadas pelo MEC, em janeiro e fevereiro, contrariam a vontade dos estudantes, que votaram, em sua maioria, para a realização das provas em maio de 2021. Saiba mais sobre a enquete a seguir.

Pela enquete do MEC 49,7% dos inscritos responderam que preferem as provas em maio; 35,3% em janeiro, e apenas 15% para dezembro. Na pesquisa do Curso Enem Gratuito o resultado foi de 47% pelas provas em maio, e na Enquete do Blog do Enem o resultado foi de 46,5%.

Foram realizadas duas pesquisas independentes agora em junho, ambas com resultados semelhantes. A Pesquisa feita pela Hoper Educação com os alunos do Curso Enem Gratuito, e a Enquete realizada pelo Blog do Enem mostraram que maior parte dos candidatos prefere mesmo fazer o Enem no ano que vem, com maior votação para o mês de maio de 2021.

Os dois levantamentos de opinião consideraram como alternativas as possíveis datas para a realização o Enem 2020 indicadas pelo MEC e pelo INEP: fazer as provas em dezembro de 2020; janeiro de 2021; ou maio de 2021.

Na pesquisa da Hoper Educação com os alunos do Curso Enem Gratuito os resultados mostraram 47% de votos para provas em maio, 31,9% para janeiro, e 21,1% em dezembro. Na enquete do Blog do Enem os resultados foram 46,5% para maio; 35,7% para janeiro; e 17,4% em dezembro.

Enquete do Blog do Enem sobre o adiamento

Para saber a opinião dos estudantes sobre as alternativas de data divulgadas pelo MEC, o Blog do Enem veiculou uma enquete extraoficial sobre o adiamento do Enem. Nela, os participantes foram questionados se tinham se inscrito no Enem 2020, se eram ou não a favor do adiamento das provas e qual das alternativas de datas era melhor opção.

A enquete recebeu 1606 respostas, sendo que 91,2% dos participantes declararam terem se inscrito no Enem 2020. Dos participantes, 85,9% manifestou ser a favor do adiamento do Enem 2020 e 14,1% foram contrários ao adiamento das provas.

Sobre a melhor opção de data para a realização das provas, 46,5% votaram no mês de maio de 2021, enquanto 35,7% escolheram o mês de janeiro de 2021. Apenas 17,8% votaram pela realização das provas no mês de dezembro de 2020.

adiamento do Enem: nova data do Enem em maio

Se considerarmos apenas os participantes que declararam terem se inscrito no Enem 2020, ainda assim o resultado é parecido. Nesse caso, teríamos 1.466 respondentes, dos quais 46,4% preferem as realização do Enem em maio de 2021. Novamente em segundo lugar, ficou janeiro de 2021, com 36,2% das respostas e, por último, dezembro de 2020, com 17,4%.

adiamento do enem 2020: resultado da enquete

Ou seja, a tendência é que a nova data do Enem seja, de fato, em 2021, mais provavelmente no mês de maio. A consulta oficial aos estudantes sobre o adiamento também foi realizada pelo Ministério da Educação e pelo INEP, e deu 49,7% dos estudantes com preferência para maio de 2021.

Pesquisa da Hoper tem o mesmo resultado

A Hoper Educação, através do setor de Estudos de Mercado, fez uma pesquisa de opinião com metodologia científica aplicada aos 106 mil alunos do Curso Enem Gratuito, agora na segunda semana de junho. Foram ouvidos 1076 candidatos, conferindo 95% de confiança no resultado, com margem de erro de 3%.

Os resultados foram os seguintes:

  1. Provas em maio 47%
  2. Provas em janeiro 31,9%
  3. Provas em dezembro 21,1%

Vote também na enquete do MEC/INEP

Agora, vem a Enquete oficial do INEP. O prazo indicado pelo Ministério da Educação é de 20 a 30 de junho. Você já votou na Página do participante? Confira a seguir a longa história do Adiamento das Provas do Enem:

O histórico do adiamento do Enem 2020

Após ampla pressão da sociedade pelo adiamento do Enem 2020 em virtude da pandemia de coronavírus, o Inep comunicou no dia 20 de maio que o Exame será adiado. Os candidatos que se inscreveram no Enem 2020 serão consultados sobre o adiamento em enquete realizada na página do participante.

No dia 10 de junho, o Ministro da Educação, Abraham Weintraub, afirmou que a consulta sobre o adiamento do Enem 2020 será realizada entre os dias 20 e 30 de junho. Logo depois da declaração do Ministro, o Inep informou que os estudantes poderão escolher entre três opções de datas, sendo duas delas em 2021. Assim, é grande  a probabilidade de que a próxima edição do Enem só aconteça no ano que vem.

Confira abaixo o comunicado oficial do Inep sobre o adiamento do Enem

“NOTA OFICIAL | Adiamento do Enem 2020

Atento às demandas da sociedade e às manifestações do Poder Legislativo em função do impacto da pandemia do coronavírus no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e o Ministério da Educação (MEC) decidiram pelo adiamento da aplicação dos exames nas versões impressa e digital. As datas serão adiadas de 30 a 60 dias em relação ao que foi previsto nos editais.

Para tanto, o Inep promoverá uma enquete direcionada aos inscritos do Enem 2020, a ser realizada em junho, por meio da Página do Participante. As inscrições para o exame seguem abertas até as 23h59 do dia 27 de maio.”

A campanha pelo adiamento do Enem 2020

Desde o mês de março, as aulas presenciais foram interrompidas nas escolas do Brasil inteiro, prejudicando os estudos daqueles que se preparam para o Enem. As soluções encontradas para dar continuidade às aulas virtualmente variam a cada estado, sendo que em alguns as aulas ainda não voltaram. Além disso, tais soluções normalmente dependem de acesso à internet, computadores e celulares, o que torna o acesso à educação ainda mais elitizado.

Esse contexto levou estudantes a pleitearem ao governo o adiamento do Enem 2020, uma vez que estudantes da rede pública e de baixa renda não têm condições de estudos adequadas durante a quarentena. A luta estudantil teve adesão de entidades da sociedade civil, parlamentares e celebridades. A campanha pelo adiamento do Enem 2020 foi representada pela hashtag #AdiaEnem2020.

Apesar da grande repercussão da campanha, o Inep e o Ministério da Educação até hoje se manifestavam contrários ao adiamento do Enem 2020. As autoridades sustentavam que os processos seletivos já dispõem de mecanismos de combate à desigualdade, como as cotas, e que a alteração do cronograma do Enem não seria eficaz. Além disso, argumentavam que era muito cedo para adiar o Enem, uma vez que o Exame apenas seria realizado em novembro.

O debate sobre o adiamento do Enem 2020 chegou ao Congresso Nacional. Ontem (19/05/2020), o Senado aprovou um projeto que adia as provas e, depois disso, a votação seguirá para a Câmara dos Deputados. Ao final do processo, o Presidente da República deverá sancionar ou vetar o projeto de lei.

Adiamento garante mais tempo para estudantes se prepararem

Com a decisão do Ministério da Educação de adiar as provas, os candidatos agora têm mais tempo para estudar para o Enem. Assim, aqueles que ainda não começaram a se preparar podem iniciar seus estudos agora.

Uma boa maneira de se preparar é estudando com os planos de estudos para o Enem do Curso Enem Gratuito. O plano extensivo é destinado a quem tem mais tempo disponível para estudar. Embora ele tenha começado a ser publicado em março, como as provas foram adiadas é possível segui-lo sem prejuízo. Por outro lado, o plano intensivo é para quem tem pouco tempo para estudar, ou para quem deixou para última hora. Avalie sua situação e faça sua escolha!

Vai fazer o Enem 2020?

Veja com os colegas do Curso Enem Gratuito como é a vida dos candidatos que estão estudanto em casa para se preparar para o Exame Nacional do Ensino Médio:

Muito bons estes depoimentos dos candidatos. E se você quiser ver aulas online gratuitas para o Exame Nacional do Ensino Médio, confira o canal do youtube do Curso Enem Gratuito
Avatar

Jade Philippe

Diretora de Conteúdo do Blog do Enem. Formada em Direito, descobriu na comunicação um caminho mais direto para ajudar as pessoas. Foi assim que passou a integrar a equipe do Curso Enem Gratuito, plataforma dedicada a entregar educação livre, de qualidade e gratuita a todos os estudantes do Brasil.
Categorias: Enem