Aspectos físicos da Europa – Parte 1

Nesta aula vamos abordar alguns aspectos físicos da Europa, como o relevo e a hidrografia

Olá, tudo bem! Nessa postagem, veremos os aspectos físicos da Europa, porém, será um assunto fracionado. Primeiro, falarei sobre o relevo e a hidrografia, ok?

Ah, mas esse assunto é fundamental para o Enem? Como é rara a cobrança desse conteúdo, sempre é bom estarmos antenados caso resolvam, justamente neste ano, cobrarem. Então, vem comigo?

Aspectos físicos da Europa- conceitos gerais

Quando pensamos nos aspectos geológicos da Europa, podemos chama-la de subcontinente, já que ela é a extensão da Ásia, formando quase que um gigante península.

A maior parte dos países está situada no Hemisfério Leste e totalmente no Hemisfério Norte. Com relação à zona climática, a maior parte está na zona subtropical do norte, com uma pequena parte na zona polar do norte.

1

Formada por 49 países, a Europa já viveu a redução e o aumento de números de países por conta de unificações e separações durante a história.

 Aspectos físicos da Europa: relevo 

O relevo da Europa é predominantemente de planície. Porém, algumas áreas, apresentam grandes formações montanhosas por conta dos dobramentos modernos. Elas se concentram na parte sul do continente, como podemos ver no mapa abaixo:

2

Dentre as principais formações montanhosas temos os Alpes, os Pirineus, Apeninos, Cárpatos, Cáucaso, os Montes Urais e os Alpes Escandinavos (este último é o único ao norte)

A formação planáltica é pequena, mas existente, como no caso do Planalto Central Russo e o de Volga.

Um ponto que é facilitado para a Europa por conta de um relevo tão baixo, é a questão agrícola. Mas você pode se perguntar: “Mas a Europa não é dependente de produtos agrícolas?” Lembramos que são dependentes de produtos tropicais, mas de produtos subtropicais, eles chegam a exportar, ok?

Essa formação de relevo interfere diretamente em que mais? Interfere diretamente na hidrografia do continente, certo?

Aspectos físicos da Europa: hidrografia

A hidrografia Europeia é caracteristicamente de planície, até porque, não teria como ser diferente com a formação de relevo apresentada no continente. Essa característica leva a algumas potencialidades e dentre elas, a mais importante é ser navegável. Cerca de 90% dos rios europeus conseguem ser navegáveis, facilitando o comércio internacional, por exemplo.

Os principais rios s são: Volga, Reno, Sena, Tâmisa, Pó, Tejo, Danúbio, Douro, Loire e Ródano.

3

Um dos grandes problemas dos rios europeus é o seu curso passar no meio das grandes cidades. Esse passagem torna o rio poluído devido, por exemplo, o lançamento de esgoto. Isso impossibilita o uso dessas águas para a plantação e até mesmo para o abastecimento da população.

Como a maioria dos rios é de planície, o potencial hidrelétrico é muito pequeno, dependendo de outras fontes energéticas, como a nuclear, o gás e o petróleo.

Então, ficou com alguma dúvida sobre a primeira parte dos aspectos físicos da Europa? Assista a videoaula e depois faça os exercícios, ok? Bons estudos!


Exercícios

1 – Analise as alternativas sobre os aspectos físicos da Europa e marque (E) para as alternativas erradas e (C) para as corretas.

a) O território europeu está localizado, em sua maior parte, na zona climática temperada do norte, entre o Trópico de Câncer e o Círculo Polar Ártico.

b) Com área de aproximadamente 10 milhões de quilômetros quadrados, a Europa possui a maior extensão territorial entre todos os continentes.

c) Na Europa está localizado o menor país do mundo, o Vaticano, com extensão territorial de 0,44 quilômetros quadrados.

d) O tipo de relevo predominante no território europeu são as planícies, com altitudes médias de 340 metros.

e) A Escandinávia é uma região geográfica da Europa, cuja localização é a porção leste desse território, e os países integrantes são: Rússia, Ucrânia e Romênia.

2 – Sobre a hidrografia do continente europeu, assinale a alternativa incorreta:

a) O Rio Danúbio corta importantes capitais europeias.

b) O Rio Reno é o mais importante da Europa, por onde circula a maior parte dos produtos industrializados.

c) O Rio Tâmisa é um exemplo de despoluição para o mundo.

d) O Rio Pó percorre a principal região econômica da Itália.

e) Embora possua um trecho que fica congelado durante parte do ano, o Rio Elba é o mais extenso da Europa.

3 – Relacione a coluna corretamente:

(A) Rio Volga

(B) Rio Reno

(C) Rio Danúbio

(   ) Mais importantes rio europeu, pois permite transporte de matérias-primas e produtos industrializados. Nasce nos Alpes Suíços, atravessa o Lago Constança, passa por um pequeno trecho da França, liga a grande região industrial da Alemanha e desemboca no Mar do Norte (na Holanda). Junto a sua desembocadura encontra-se o Porto de Roterdã.

(   ) Mais extenso rio europeu com 3.688 Km de extensão, nasce do Planalto de Valdai, atravessa a planície russa e desemboca no Mar Cáspio.

(  ) Atravessa Alemanha, Áustria, República Tcheca, Eslováquia, Hungria, Sérvia, Montenegro, Bulgária e Romênia. Banha as cidades de Viena, Budapeste e Belgrado. Sua foz fica na fronteira entre Romênia e Ucrânia.

GABARITO

1 – C-E-C-C-E

2 – E

3 – B-A-C

Os textos e exemplos acima foram preparados pela professora Jaceli Eccher para o Blog do Enem. Jaceli é formada em Matemática habilitação Licenciatura pela Universidade Federal de Santa Catarina com Especialização no ensino de Ciências pelo Instituto Federal de Santa Catarina. Facebook: https://www.facebook.com/Jacelieccher