Balanceamento das Equações de Oxirredução – Química Enem

Você lembra como fazer o balanceamento de uma equação de oxirredução? Que tal relembrar esse assunto e mandar ver nas questões de química do Enem e dos vestibulares de todo Brasil? Não deixe de conferir!

Uma das leis básicas da química diz que “na natureza nada se cria, nada se perde, tudo de transforma.” A Lei de Lavoisier nos mostra que os átomos podem se rearranjar, mas não irão surgir ou desaparecerem “do nada”. Por isso, quando representamos uma reação química, é importante que a equação esteja “balanceada”. O balanceamento ou acerto dos coeficientes de uma equação química é indispensável para que esta tenha um significado quantitativo.

As reações de oxirredução são aquelas em que ocorre transferência de elétrons de uma espécie química para outra, sendo que o átomo ou íon que recebe elétrons tem a sua carga ou número de oxidação (Nox) diminuído, e dizemos que ele sofreu uma redução. Por outro lado, a espécie que perde os elétrons, sofre oxidação, tendo o seu Nox aumentado.

Para balancear uma reação de oxirredução, devemos tornar o número de elétrons cedidos pelo redutor igual ao número de elétrons recebidos pelo oxidante.

Observe abaixo a equação:

Veja que a contabilidade do número total de elétrons cedidos pelo redutor e recebidos pelo oxigênio está respeitada, pois:

– Se 1 átomo de Al perde 3 elétrons, então 2×2 = 4 átomos de Al perderão 4×3 = 12 elétrons;

– Se 1 átomos de O ganha 2 elétrons, então 3×2= 6 átomos de O ganharão 6×2=12 elétrons.

Assim, a partir da quantidade de elétrons cedidos e recebidos numa equação de oxirredução, podemos acertar os coeficientes.

Entendeu? Vamos ver um exemplo:

Vamos balancear a equação:

P4   +   Cl2   →   PCl2

1 – Primeiramente o que você deve fazer é determinar o Nox de todos os elementos que sofrem oxirredução e as variações desses Nox. Essas variações irão indicar o número de elétrons que cada átomo irá ganhar ou perder:

2 – Determine a variação total (∆) do Nox do oxidante e do redutor, que é igual à variação do Nox vista acima multiplicada pelo número de átomos do elemento na molécula considerada.

Para P4: ∆ = 3×4=12

Para Cl2: ∆=1×2 =2

3 – O ∆ do oxidante será o coeficiente do redutor e vice-versa. Isso garante a igualdade do número total de elétrons cedidos e recebidos.

∆=12 →12 Cl2                               ∆=2 → 2P4

4 – Os coeficientes restantes são acertados pela contagem normal dos átomos. Em nosso caso, cantamos o número de átomos de P (ou Cl) e acertaremos o coeficiente do PCl3:

Dividindo-se todos os coeficientes por 2, teremos:

P4  +  6Cl2  →  4PCl3

 

Saiba mais sobre Balanceamento das reações de oxirredução assistindo a vídeo aula do professor Guilherme Vargas do Química mais 10!

Que tal testar seu conhecimento? Você consegue resolver este exercício?

1- Sais de ferro podem ser oxidados por vários oxidantes. Uma dessas reações pode ser representada por essa equação não balanceada

FeSO4 + H2O2 + H2SO4 → Fe2(SO4)3 + H2O

A soma dos menores coeficientes inteiros que acertam essa equação é

a) 7.

b) 8.

c) 10.

d) 13.

Resposta: a

Munique Química e Matemática
Os textos e exemplos de apresentação desta aula foram preparados pela professora Munique Dias para o Blog do Enem. Munique é formada em química pela UFSC, tem mestrado e atualmente cursa o doutorado em Engenharia. Química, também pela UFSC. Facebook: https://www.facebook.com/MuniqueDias .