Faltam:
para o ENEM

Classificação de Fungos: Mofos, Cogumelos e Orelha-de-pau. Biologia Enem!

Você sabe quais são os principais grupos de fungos que aparecem nas questões de Biologia do Enem e dos Vestibulares? Não? Então revise aqui os Mofos, Cogumelos, Orelhas-de-pau e muito mais. Confira abaixocom o Blog do Enem!

Os fungos são seres popularmente conhecidos como mofos, bolores, cogumelos, orelhas-de-pau e leveduras. Existem muitas espécies de fungos descritas e muitas ainda por descobrir. Veja abaixo revisão Enem e Vestibular.

Os fungos vivem em ambientes úmidos e ricos em matéria orgânica, atuando principalmente na reciclagem de nutrientes. São organismos eucariontes, heterótrofos, unicelulares ou pluricelulares. No Enem e nos vestibulares, quatro filos do Reino dos Fungos são abordados: Zygomycota (zigomicetos), Ascomycota (ascomicetos), Basidiomycota (basidiomicetos) e Chytridiomycota (quitridiomicetos). Então, “bora” revisar os principais grupos de fungos?

Dica 1: Antes de continuar estudando a classificação dos fungos, que tal estudar as características básicas do Reino dos Fungos / Fungi? Então, veja este super post com dicas da professora Juliana Santos: https://blogdoenem.com.br/biologia-reino-fungi-fungos/

A classificação dos fungos é bastante complicada. Os fungos, principalmente seus corpos de frutificação, podem ser bastante efêmeros, dificultando sua análise e classificação. O tipo de classificação mais utilizado e aceito baseia-se principalmente nos tipos de esporos que eles formam. Veja os principais grupos:

fungosZigomicetos: Os zigomicetos são fungos simples que possuem hifas cenocíticas (sem septos) e que formam zigósporos durante seu ciclo de vida. Os zigósporos são formados a partir da fusão das extremidades de hifas de micélios diferentes (geralmente os micélios são haploides – n). Depois da fusão dos núcleos dessa hifas, há a formação de um espessamento da parede celular formando um envoltório rugoso e bastante resistente.

A formação de zigósporos ocorre quando o meio não apresenta condições adequadas à sobrevivência desses fungos (como uma seca, por exemplo). Quando o ambiente volta a apresentar condições adequadas, ocorre meiose no núcleo 2n dos zigósporos, formando esporos haploides que são espalhados pelo vento e ao germinarem dão origem a novos indivíduos.

Os fungos zigomicetos ocorrem no solo, sobre matéria orgânica em decomposição (como cadáveres de animais e plantas mortos) ou sobre alimentos. Um fungo bastante conhecido desse grupo é o mofo negro que parece sobre pães e outros alimentos. Algumas espécies de zigomicetos podem também ser utilizadas na produção de alguns alimentos, como o molho de soja (shoyu).

Dica 2: Antes de continuar estudando o Reino dos Fungos que tal estudar as características básicas dos seres vivos? Então, veja este super post com dicas da professora Juliana Santos: https://blogdoenem.com.br/biologia-caracteristicas-seres-vivos/

fungosAscomicetos: Os ascomicetos são caracterizados pela presença de estruturas reprodutivas chamadas de ascos. Os ascos são pequenas bolsas na ponta de hifas, geralmente agrupados em corpos de frutificação, formados a partir da fusão de duas hifas. O núcleo diploide no interior dos ascos sofre meiose, formando esporos haploides denominados ascósporos. O grupo dos ascomicetos reúne o maior número de espécies dentre os fungos. Neste grupo há espécies unicelulares, como as leveduras, e espécies que formam hifas.

 A reprodução nesse grupo pode ocorrer também por brotamento, no caso dos unicelulares. Entre os ascomicetos estão espécies muito utilizadas na indústria da produção de alimentos, como os levedos empregados na fermentação de pães e bebidas alcóolicas e fungos utilizados na produção dos queijos camembert e roquefort.

Outros são utilizados na produção de medicamentos, como algumas espécies do gênero Penicillium, das quais se extrai a penicilina. Há também diversas espécies de ascomicetos parasitas de plantas e animais. São também exemplos desse grupo os fungos que formam trufas (gênero Tuber) utilizadas na culinária.

Para complementar seus estudos sobre esse grupo, veja a vídeo-aula a seguir, do canal Portal Educação, sobre as leveduras:

Veja também esta-vídeo aula, que fala sobre os organismos do gênero Penicillium:

Dica 3: Unicelular, pluricelular, eucarionte, procarionte, autótrofo, heterótrofo… Isso é “grego”?  Não! São termos da biologia essenciais para se dar bem no Enem e nos vestibulares! Que tal revisar? Então veja este super post: https://blogdoenem.com.br/biologia-termos/

fungosBasidiomicetos: São os fungos mais populares, pois formam corpos de frutificação (basidiocarpos) muito bonitos – os cogumelos e orelhas-de-pau. Os basidiocarpos abrigam os basídios – estruturas produtoras de esporos, chamados de basidiósporos. Os basídios são formados a partir da fusão de duas hifas, formando um núcleo diploide que posteriormente sofre meiose formando os esporos haploides.

Alguns fungos desse grupo são comestíveis como o champignon. Outros são extremamente tóxicos ou alucinógenos, como os cogumelos do gênero Amanita. Algumas espécies podem ser parasitas, como os fungos que causam as “ferrugens” que atingem as plantas.

Para saber um pouco mais sobre as espécies desse grupo, veja esta vídeo-aula sobre os orelhas-de-pau e outros basidiomicetos:

Quitridiomicetos: A maioria dos fungos desse grupo é aquática e produz esporos com flagelos, chamados zoósporos. Há grande variação morfológica nestes fungos. Muitas espécies são unicelulares, porém, existem várias espécies que formam hifas cenocíticas. Diversos quitridiomicetos são decompositores e outros são parasitas.  Parasitam especialmente anfíbios, sendo apontados por alguns especialistas como os responsáveis pelo declínio na população desses animais.

Deuteromicetos: São fungos que não produzem zoósporos e não têm fase sexuada conhecida. A classificação dos deuteromicetos é artificial, pois não é um grupo monofilético. Muitos dos fungos antes incluídos neste grupo, depois de estudos mais aprofundados são reclassificados entre os basidiomicetos e os ascomicetos, como muitas espécies dos gêneros Penicillium e Aspergillus que atualmente são considerados dentro do grupo dos ascomicetos.

Agora que você já aprendeu um pouco mais sobre a classificação dos fungos, que tal testar seus conhecimentos?

1)    (Vunesp) A parte comestível do cogumelo (“champignon“) corresponde ao:

a) micélio monocariótico do Ascomiceto.

b) corpo de frutificação do Ascomiceto.

c) micélio monocariótico do Basidiomiceto.

d) corpo de frutificação do Basidiomiceto.

e) sorédio do fungo.

Resposta: D.

2)    (UECE-2006) Os fungos são organismos eucarióticos, heterotróficos, que no passado foram considerados como plantas que haviam perdido a capacidade de realizar fotossíntese. Com relação aos organismos atualmente reconhecidos como pertencentes ao Reino Fungi, podemos considerar, corretamente, que:

a) O Filo Chytridiomycota compreende fungos que se reproduzem através de esporos móveis e que apresentam quitina na parede celular de suas células;

b) O Filo Zygomycota reúne seres que formam vistosos corpos de frutificação durante a reprodução sexuada;

c) Do Filo Basidiomycota, apenas a classe Basidiomicetes forma cogumelos;

d) O Filo Deuteromycota reúne fungos como as leveduras, pois não formam corpos de frutificação.

Resposta: A

Dica 4: Precisa revisar mais conteúdos de biologia? Veja os vídeos de Biologia da Khan Academy já traduzidos para o Português pela equipe da Fundação Lemann no http://www.fundacaolemann.org.br/khanportugues/#videos
Dica 5: Quer treinar seus conhecimentos em Biologia? Baixe esta apostila de biologia gratuitamente! https://blogdoenem.com.br/biologia-enem-apostila-gratuita/
Juliana Biologia Enem
Os textos e exemplos acima foram preparados pela professora Juliana Santos para o Blog do Enem. Juliana é formada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Santa Catarina. Dá aulas de Ciências e Biologia em escolas da Grande Florianópolis desde 2007. Facebook: https://www.facebook.com/juliana.evelyndossantos.