Glóbulos Vermelhos e Respiração. Biologia Vestibular e Enem. Revisão gratuita.

Respiramos para absorver O2 e eliminar CO2. Mas, de que maneira esses gases são transportados pelo nosso corpo? Revise o papel dos Glóbulos Vermelhos na respiração. Conteúdos de Biologia para o Vestibular e o Enem. Aulas gratuitas da Khan Academy com exercícios e gabarito. Veja abaixo.

Olá! Você já sabe que no sistema respiratório o sangue troca gases com os alvéolos pulmonares? Mas, afinal, como esses gases são transportados no sangue? Veja as respostas nesta aula sobre os Glóbulos Vermelhos e a Respiração. Revisão para vestibular e Enem.

Bem, vamos lá: o sangue carrega os gases respiratórios de duas maneiras: uma pequena parcela é transportada dissolvida no plasma (principalmente o gás carbônico, na forma de ácido carbônico) e a maior parte é transportada pela hemoglobina – proteína presente nas hemácias. Mas, a sua dúvida aina é como se articulam os Glóbulos Vermelhos e a respiração, certo?

Dica do Blog: Se está difícil para você aqui neste começo então é melhor você ‘voltar uma casa’ e revisar antes esta aula sobre o Sistema Respiratório. Assim você fica em dia com os Fundamentos da Respiração. Mas, se já podemos continuar, vamos adiante:

Agora, para reforçar o conteúdo e você mandar bem nas questões de Biologia nos vestibulares e no Enem sobre Respiração, seguem alguns pontos importantes relacionados às hemácias e ao transporte de gases pelo nosso organismo:

Componentes do Sangue – O sangue humano é composto pelo plasma (composto de água, proteínas, sais minerais e substâncias dissolvidas – hormônios, nutrientes, gases respiratórios e excretas) e elementos figurados – hemácias, leucócitos e plaquetas.

Hemácias – As hemácias, também chamadas de glóbulos vermelhos ou eritrócitos, são as células mais numerosas do nosso sangue (cerca de 5 milhões por milímetro cúbico).

glóbulos vermelhos
Glóbulos Vermelhos

Nos mamíferos, são células sem núcleo com formato bicôncavo (o que diminui seu tamanho e volume em relação à superfície, aumentando seu potencial de absorção dos gases e permitindo que ela passe por estreitos capilares).

As Hemácias possuem uma meia vida aproximada de 120 dias, sendo destruídas no baço e no fígado e substituídas por novas hemácias produzidas na medula óssea.

Sua coloração vermelha se deve à alta concentração de hemoglobina (composta de 4 moléculas proteicas de estrutura terciária e 4 grupamentos heme que contém o ferro, um para cada molécula de hemoglobina).

Sangue Venoso e arterial – Quando o sangue possui poucas hemácias carregando oxigênio e alta concentração de gás carbônico, ele é considerado venoso. Este sangue é proveniente dos tecidos, de onde ele recolheu o CO2, um dos resíduos resultantes do metabolismo celular. Ao passar pelos pulmões, este sangue sofrerá hematose, aumentando sua concentração de oxigênio e diminuindo a de gás carbônico, passando então a ser chamado de arterial.

Anemia – A baixa concentração de hemoglobina, pela diminuição do número de hemácias, geralmente ocorre por deficiência de ferro na alimentação. Na ausência de ferro não há como formar a estrutura quaternária da hemoglobina, caracterizando a anemia ferrotípica.

Agora que você já relembrou a função das nossas células vermelhas na respiração, assista esta vídeo-aula super didática da Khan Academy sobre as hemácias e a hematose. O vídeo irá ajudar a introduzir o assunto e dar uma “clareada nas ideias”,

E ai, valeu ter assistido à aula? Conseguiu aprender um pouco mais sobre a hematose?

Policitemia – Pessoas que moram em lugares localizados em grandes altitudes (acima de 2000 metros) geralmente possuem um aumento do número normal de hemácias, chamado Policitemia. Isto ocorre por causa do ar rarefeito desses locais, que possui baixas concentrações de oxigênio. Para se adaptar a esta condição ambiental, o corpo produz mais hemácias visando um melhor aproveitamento do oxigênio que chega aos alvéolos.

As pessoas que vivem ao nível do mar, ao chegarem a uma região localizada em grandes altitudes terão grandes chances de sofrer os efeitos do “mal de altitude” ou “mal da montanha”. É uma sensação horrorosa. Palavra de quem já passou por isso!

Em uma visita à Potosí, na Bolívia (cidade localizada a 4100 metros acima do nível do mar), eu tive enjoos, dores de cabeça e um cansaço terrível que restringia meus passeios pela cidade turística. Estes sintomas são resultado da baixa quantidade de oxigênio absorvida. E, como você já aprendeu, se não há oxigênio, não há produção de energia.

Enem

*Acima, uma foto da viagem que citei. Este é um dos pontos turísticos de Potosí- a Casa da Moeda. Notem a minha “cara de mal de altitude”, condição biológica me obrigou a dar uma paradinha para descansar a cada 100 metros de caminhada.

Dica 2 – Veja o que mais cai nas provas do Enem. Dicas para Redação, Ciências, Humanidades, Linguagem e Matemática: https://blogdoenem.com.br/category/cainaprova/

Para dar uma última revisada no conteúdo de Respiração veja o vídeo a seguir. Ele traz algumas imagens de microscopia interessantes. Você poderá visualizar o formato das hemácias e compará-las com os leucócitos:

Exercícios: Para dar aquela “fixada” no conteúdo, resolva os exercícios que selecionei sobre este conteúdo.

Exercícios:

1)     (ENEM)

A adaptação dos integrantes da seleção brasileira de futebol à altitude de La Paz foi muito comentada em 1995, por ocasião de um torneio, como pode ser lido no seguinte texto:

“A seleção brasileira embarca hoje para La Paz, capital da Bolívia, situada a 3.700 metros de altitude, onde disputará o torneio Interamérica. A adaptação deverá ocorrer em um prazo de 10 dias, aproximadamente. O organismo humano, em atitudes elevadas, necessita desse tempo para se adaptar, evitando-se, assim, risco de um colapso circulatório”.

(Fonte: Placar, edição fev.1995.)

A adaptação da equipe foi necessária principalmente porque a atmosfera de La Paz, quando comparada à das cidades brasileiras, apresenta:

a) menor pressão e menor concentração de oxigênio.
b) maior pressão e maior quantidade de oxigênio.
c) maior pressão e maior concentração de gás carbônico
d) menor pressão e maior temperatura.
e) maior pressão e menor temperatura.

Resposta: A.

2)     (UFC – CE) Sobre os elementos figurados do sangue dos mamíferos, são feitas as afirmativas abaixo:

I – Os leucócitos são os elementos figurados mais numerosos na corrente sanguínea e desempenham importante papel na defesa do organismo.

II – As hemácias são elementos figurados anucleados, presentes na circulação e desempenham importante papel no transporte de gases.

III – As plaquetas são elementos celulares menos numerosos, presentes na circulação, atuando nos processos de coagulação sanguínea.

Qual é a opção correta:

a)     I, II e III são verdadeiras.
b)    Somente I e II são verdadeiras.
c)     Somente II e III são verdadeiras.
d)    Somente II é verdadeira.
e)     Somente III é verdadeira.

Resposta: “c”. A proposição I está incorreta, pois afirma que os leucócitos (glóbulos brancos) são mais numerosos. O elemento figurado mais numeroso, como disse anteriormente, é a hemácia.

Dica 3 – Veja mais vídeos da Khan Academy já traduzidos para o Português pela equipe da Fundação Lemann no http://www.fundacaolemann.org.br/khanportugues/#videos
Juliana Biologia Enem
Os textos e exemplos acima foram preparados pela professora Juliana Santos para o Blog do Enem. Juliana é formada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Santa Catarina. Dá aulas de Ciências e Biologia em escolas da Grande Florianópolis desde 2007. Facebook: https://www.facebook.com/juliana.evelyndossantos.