Datas de Inscrição do Enem confirmadas: 30 de junho a 14/07

Veja agora como fazer a sua inscrição. As provas serão aplicadas em 21 e 28 de novembro. Confira o cronograma completo e as dicas para estudar de graça no Cursinho Intensivo Enem 2021.

O edital do Enem 2021 determinou que as provas serão realizadas nos dias 21 e 28 de novembro de 2021. Essas datas do Enem valem tanto para a versão impressa quanto para o Enem digital. Veja agora com fazer a inscrição do Enem.

Agora, com as datas do Enem 2021 definidas, você pode se organizar para estudar para as provas com o melhor cursinho preparatório do país, e sem pagar nada! Confira como estudar para o Enem e chegar preparado para tirar uma boa nota.

Como estudar de graça para o Enem 2021

A dica é você pegar firme para você mandar bem. Você já pode começar a estudar hoje mesmo com as aulas, resumos e simulados do Curso Enem Gratuito. Lá, você encontra planos de estudos para o Enem de acordo com o tempo que você tem para estudar: extensivo, semi e intensivo. Além disso, tem aulas escritas, vídeos e exercícios para você fixar bem a matéria.

Outra maneira rápida de estudar para o Enem é com as videoaulas do Curso Enem Gratuito. Inscreva-se no canal e fique por dentro das novidades!

Além do Curso Enem Gratuito, aqui mesmo no Blog do Enem você encontra Apostilas Enem Gratuitas  com mais de mil aulas para você estudar. Depois de ver uma aulas, faça um simulado para o Enem para verificar o quanto você aprendeu ou se precisa revisar o conteúdo! Veja aqui os 10 temas que mais caem nas provas do Enem.

Datas do Enem 2021: cronograma oficial

Com o edital publicado, as datas do Enem 2021 agora são oficiais. Apesar de haver um edital publicado para cada tipo de prova, com disposições específicas para cada uma delas, o cronograma do Enem impresso e do Enem digital é o mesmo. Veja como ficaram as principais datas:

  • Inscrições: 30/6 a 14/7/2021
  • Pagamento da taxa de inscrição: até 19/7/2021
  • Aplicação das provas: 21 e 28/11/2021

Solicitação de atendimento especializado e tratamento pelo nome social

O edital também prevê as datas para a solicitação de atendimento especializado e tratamento pelo nome social no Enem. Confira o cronograma:

Atendimento Especializado

  • Solicitação: 30/6 a 14/7/2021
  • Resultado: 23/7/2021
  • Recurso: 26 a 30/7/2021
  • Resultado do recurso: 4/8/2021

Tratamento pelo Nome Social

  • Solicitação: 19 a 23/7/2021
  • Resultado: 30/7/2021
  • Recurso: 2 a 6/8/2021
  • Resultado do recurso: 11/08/2021

Veja os 12 temas que mais caem nas provas

Agora, é com você para se grudar nas apostilas e simulados do Curso Enem Gratuito e mandar bem nas provas!!

As reviravoltas sobre as datas do Enem 2021

Antes do Ministro da Educação se pronunciar no dia 31 de maio, não havia nenhuma informação oficial sobre as datas das inscrições ou da aplicação do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). No entanto, corriam informações apontando que o edital que estava em fase de elaboração pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) trabalhava com previsão para a realização do Enem em novembro.

Além disso, nas últimas semanas houve alguns indícios de que a edição de 2021 do Enem só ocorreria em 2022. Entre eles estão a divulgação de um edital que trata apenas da isenção da taxa de inscrição, a publicação de metas institucionais do Inep que não incluem a realização do Enem, supostos vazamentos de informações internas do Inep e notícias sobre falta de tempo e orçamento para realizar o exame.

Após o impasse sobre as datas do Enem, um grupo de parlamentares pediu ao MPF (Ministério Público Federal) investigar o planejamento e as verbas para a realização do exame. Em seguida você pode conferir mais informações sobre cada um desses eventos.

Mas antes queremos reforçar que os sites do MEC e do Inep são os primeiros a divulgar tanto o cronograma quanto outros dados sobre o Enem. Por isso, sempre confira se as informações que você recebeu foram publicadas em canais oficiais dessas duas instituições.

Edital do Enem sobre justificativa de ausência e isenção da taxa de inscrição

No dia 30 de abril o Inep publicou um edital tratando apenas da justificativa de ausência e da isenção de taxa de inscrição. A publicação causou estranhamento porque o Enem costuma ter um único edital. Lá aparecem todas as informações relativas ao exame, desde o pedido de isenção até a divulgação das notas. Esse foi o primeiro indicativo de que haveria atraso nas datas do Enem, tanto das inscrições quanto da aplicação das provas.

As primeiras datas que foram publicadas em edital são da justificativa de ausência e de solicitação da isenção da taxa de inscrição. Confira o cronograma em execução:

  • Justificativa de ausência no Enem 2020 e solicitação de isenção da taxa de inscrição para o Enem 2021: 17 a 28 de maio de 2021
  • Resultado da justificativa de ausência e solicitação de isenção: 9 de junho de 2021
  • Pedido de recurso da justificativa de ausência e solicitação de isenção: 14 a 18 de junho de 2021
  • Resultado dos pedidos de recurso: 25 de junho de 2021

Metas publicadas pelo Inep

Todos os anos o Inep publica no Diário Oficial da União portarias relacionadas às suas metas institucionais anuais. Entre essas metas está a realização de exames e avaliações da educação básica e superior, como o Enem, o Encceja (Exame Nacional de Competências de Jovens e Adulto) e o Enade (Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes).

Contudo, na última portaria do Inep que foi publicada no dia 10 de maio, são citados apenas o planejamento e preparação técnica do Enem, sem mencionar a aplicação do exame. A ausência chamou a atenção porque outros exames como o Enade e o Encceja estão entre as metas e aparecem com o número de aplicações previstas — uma para cada prova.

Veja a tabela abaixo e perceba a diferença entre os indicadores utilizados para estabelecer as metas dos exames:

Metas do Inep - Datas do EnemMetas institucionais globais do Inep ciclo 2021. Portaria nº 196, de 10 de maio de 2021. Diário Oficial da União/Reprodução

Além disso, é possível ver que não há essa diferenciação entre indicadores e metas na portaria publicada em 2020:

Metas do Inep 2020 - Datas do EnemMetas institucionais globais do Inep ciclo 2020. Portaria nº 260, de 06 de março de 2020. Diário Oficial da União/Reprodução

Presidente do Inep teria dito que Enem não ocorrerá em 2021

No dia 13 de maio, integrantes do Conselho Nacional de Educação alegaram que o presidente do Inep, Danilo Dupas Ribeiro, havia informado que o Enem não seria realizado neste ano. Por falta de tempo e orçamento, o Enem seria aplicado somente em janeiro ou fevereiro de 2022.

No entanto, na tarde do mesmo dia, o presidente do Inep negou as informações. O instituto também fez um pronunciamento afirmando que está “engajado para que as provas sejam realizadas ainda neste ano”. Além disso, no pronunciamento consta a seguinte informação:

“O Instituto reafirma, ainda, que tem orçamento suficiente para realizar o Enem 2021 e que tentar antecipar a divulgação da data de realização do exame com base em documentos preparatórios é desinformar a população”.

Você pode conferir a íntegra da nota de esclarecimento no post do Instagram

Falta de prazo e de orçamento

Apesar de o Inep afirmar que há orçamento suficiente, um ofício escrito pelo Ministro da Educação, Milton Ribeiro, e divulgado pelo jornal Estadão, aponta o contrário. No documento endereçado ao Ministério da Economia, Milton Ribeiro admitiu que a verba destinada ao Enem de 2021 é insuficiente para aplicar a prova a todos os participantes.

A fim de aplicar o Enem, o Inep prevê gastar R$ 794 milhões este ano. No entanto, um bloqueio de verbas foi realizado em abril pelo presidente Jair Bolsonaro. Como consequência, o Inep está com R$ 226,7 milhões bloqueados.

De acordo com o ofício, “Especificamente com relação ao Enem, a insuficiência orçamentária resultaria na inexecução dos serviços, tendo em vista a quantidade de participantes prevista para 2021”. Ou seja, se a verba não for aumentada, não será possível aplicar o Enem ainda em 2021.

Como o valor do orçamento ainda é incerto, o planejamento do exame acaba prejudicado. Sem definição de verbas, há o atraso nas inscrições e na impressão dos cadernos de prova. Dessa forma, o prazo fica apertado, e a segurança e a qualidade do exame ficam comprometidos.

Atraso no planejamento

Com base em edições passadas, após o fim do prazo das inscrições, ainda seria necessário em torno de 170 dias para cumprir todo o processo logístico antes da aplicação das provas. Dessa maneira, se as inscrições do Enem terminassem no dia 14 de julho, por exemplo, o exame só poderia ocorrer no início de janeiro.

Além disso, ainda no dia 3 de maio, o ex-presidente do Inep, Alexandre Lopes, apontou o atraso do planejamento do Enem em uma  entrevista concedida ao jornal “O Globo”.  Ele afirmou o seguinte:

“O planejamento do Enem deste ano está bastante atrasado, tanto da execução quanto da elaboração da prova. Acho que há um risco de jogarem o Enem para o ano que vem utilizando como desculpa a pandemia”.

Supostas datas do Enem aparecem em pedidos de isenção

Os candidatos que solicitaram a isenção da taxa de inscrição no dia 17 de maio foram surpreendidos. Ao final do pedido, a Página do Participante exibia uma mensagem informando que as inscrições para o Enem aconteceriam de 28 de junho a 9 de julho.

Data do Enem na página do participante

No entanto, no mesmo dia a mensagem foi corrigida, omitindo o trecho sobre as datas do Enem. Além disso, não houve nenhuma confirmação do Inep sobre o período de inscrições.

Página do participante

Parlamentares pedem que MPF investigue o planejamento do Enem

No dia 19 de maio, um grupo de 29 parlamentares pediu que o MPF de São Paulo abra um inquérito civil para investigar o planejamento e o orçamento do exame. O grupo formado por vereadores, senadores e deputados federais e estaduais pediu a investigação após o impasse sobre a definição das datas do Enem 2021. De acordo com o Uol, o MPF-SP informou que fará a análise das informações apresentadas pelos parlamentares, o que indica a possibilidade da instauração de um inquérito.

João Vianney dos Valles Santos

Psicólogo e jornalista, Vianney é diretor do Blog do Enem. Tem doutorado em Ciências Humanas, coordenou o Laboratório de Ensino a Distância da UFSC, e Dirigiu o Campus Unisul Virtual. É consultor de EaD da Hoper Educação.
Categorias: Blog, Enem Tags: , , ,