Faltam:
para o ENEM

Denotação e Conotação na Linguagem Literária. Aprenda a diferenciar.

O entendimento da plurissignificação da linguagem utilizada nos textos literários como uma ferramenta a mais para melhorar o seu desempenho nas provas do Enem e vestibulares. Revise Conotação e Denotação.

As palavras não apresentam um único sentido. Dependendo da situação de comunicação ou de como são empregadas, podem assumir significados diferentes. Veja nesta revisão sobre Denotação e Conotação na Linguagem Literária.

E o texto literário é o local propício para o trabalho com essa plurissignificação; é onde as palavras extrapolam seu sentido comum e podem até surpreender. Isso você estuda para a prova de Linguagens nesta aula sobre Denotação e Conotação.

denotação x conotação Denotação x Conotação – Cuidado:

A linguagem literária é caracterizada pela conotação, e as palavras nem sempre apresentam um único sentido como o que encontramos nos dicionários; empregadas em determinados contextos, elas ganham sentidos novos, chamados de figurados, carregados de valores afetivos ou sociais.

Quando a palavra é utilizada no sentido comum, o do dicionário, dizemos que ela foi empregada no sentido denotativo; quando a significação vai além, ocorre a conotação.

Embora seja empregada constantemente na linguagem poética, a conotação não é uma exclusividade do texto literário; podendo estar presente em diversas situações de comunicação como uma conversa coloquial, um anúncio publicitário, nas histórias em quadrinhos, nas letras de música, etc.

O valor conotativo de uma situação de comunicação depende do momento social, histórico e cultural em que se situa. Uma expressão utilizada, por exemplo, pode fazer sentido ou não, dependo do conhecimento compartilhado pelos indivíduos de diferentes culturas. Dependendo da época, uma palavra poderá ou não produzir o significado esperado. E esta é a grande questão a se observar quando analisamos um texto literário, dentre eles muitas obras cobradas no vestibular que são contextualizadas em outra época.

→Veja no quadro abaixo as diferenças entre linguagem denotativa e linguagem conotativa:

DENOTAÇÃO

CONOTAÇÃO

A palavra tem significado restrito. A palavra tem significado amplo, criado pelo contexto.
O sentido da palavra é comum, o do dicionário. O sentido das palavras é carregado de contexto emotivo, social, ideológico, etc.
A palavra é utilizada de modo objetivo: diz-se o que se quer dizer. Utiliza-se a palavra de modo criativo, artístico.
A linguagem é exata e precisa: o objetivo é deixar claro o que está sendo dito. A linguagem é expressiva, possui mais de um significado.
Dica 1 – Veja aqui como diferenciar o Texto Literário do Texto Não-Literário neste post especial preparado pelo Blog do Enem.

Veja a seguir as expressões conotativas que foram utilizadas para designar uma mulher jovem e bonita, em diferentes décadas: brotinho (anos 40), uva (anos 50), gata (anos 70/80), filé (anos 90), deusa (2000).

Agora, abaixo, veja também o uso da linguagem conotativa na música popular brasileira:

→“Amar um deserto e seus temores”. Deserto pode representar, nesse trecho da canção de Djavan, dor, sofrimento, solidão, etc.

→“Eu vejo a vida melhor no futuro, eu vejo isso por cima de um muro de hipocrisias que insistem em nos rodear”. Nesse trecho da canção, Lulu Santos utiliza o muro para trazer a imagem de algo que nos cerca e que nos impede de ver além e de perceber perspectivas futuras.

Atenção: Para compreender o sentido amplo que o texto quer nos passar, principalmente aquelas obras literárias de contextos históricos e sociais diferentes dos nossos, você precisa abandonar a leitura ingênua e procurar pistas que nos permitam inferir o significado total daquilo que o autor quer nos passar. É preciso buscar em outros trechos do poema, do romance, da charge, entre outros textos que abusam da linguagem conotativa, subsídios que nos permitam a compreensão total das ideias do autor.

Você pode ir mais além, aprofundando essas dicas. Assista ao vídeo sobre interpretação de texto  com o professor Pasquale Cipro Neto, que está no canal Erika Costa do Youtube. E,  não se esqueça: pesquise, estude para o vestibular e ENEM!

Exercícios sobre Denotação e Conotação

Agora chegou a sua vez! Responda a questão abaixo que o Blog do ENEM preparou para você.

1. Em qual das afirmativas abaixo foi utilizada a linguagem conotativa?

a) Ele tem um coração muito forte para a idade.

b) O coração dele parou de bater durante a madrugada.

c) “Meu coração topical está coberto de neve”.

d) Eu a amo do fundo do coração.

e) O coração é o principal órgão humano.

Resposta: A alternativa correta é a letra “c”.

Comentário: as palavras tropical e neve têm significados opostos e foram utilizadas no texto para demonstrar a incoerência que toma conta do eu lírico. Para muitas pessoas, nós brasileiros, o clima tropical pode representar bem estar, enquanto que a neve, com a qual não estamos acostumados, significa sofrimento, desconforto. Um coração tropical coberto de neve é um coração que sofre por algum motivo. Nesse caso, é preciso todo um conhecimento extra, inclusive geográfico, para a compreensão total da mensagem.

Jackson Gil - linguagem
O texto foi preparado pelo professor Jackson Gil Avila para o Blog do Enem. Jackson é licenciado em letras Português/Espanhol; especialista em Literatura Contemporânea e em Gramática do Texto; e mestrando em Ciências da Linguagem, todos pela UNISUL.