Faltam:
para o ENEM

Digestão Humana – Aula de revisão de Biologia Enem

Estude sobre a Digestão Humana nesta aula de revisão para a prova de Biologia Enem e fique preparado para tirar boas notas no Exame Nacional do Ensino Médio

Digestão Humana

Biologia Enem

Nosso aparelho digestório é formado por boca, faringe, esôfago, estômago, intestino delgado e intestino grosso. Ainda temos glândulas anexas, como fígado e pâncreas, além das salivares, esofageanas, gástricas e entéricas.

Digestão é um conjunto de processos mecânicos (mastigação, deglutição e peristaltismo) e químicos (ação da água, bile e enzimas) para transformar macromoléculas em micromoléculas que deverão ser absorvidas.

Boca: possui glândulas salivares (sublinguais, parótidas e submandibulares) que produzem saliva e muco. A saliva é formada por água, sais minerais e uma enzima conhecida como amilase salivar ou ptialina, responsável por transformar amido (polissacarídeo com 1 400 moléculas de glicose) em maltose (dissacarídeo com 2 moléculas de glicose). Tem pH neutro. Também há na boca a língua, órgão muscular com um neuroepitélio repleto de papilas táteis e gustativas. Temos duas dentições, sendo a primeira com 20 e a definitiva com 32 dentes.

Faringe: órgão também pertencente ao aparelho respiratório.

Esôfago: órgão que tem músculo liso (lento e involuntário) com movimentos peristálticos. Leva o alimento ao estômago num tempo de 4 a 8 segundos. Possui glândulas que secretam muco. É separado do estômago por um esfíncter (músculo em forma de anel) chamado cárdia, que se abre para permitir a passagem do alimento para o estômago.

Estômago: órgão em forma de luva de boxe, ácido devido à secreção de suco gástrico, que tem ácido clorídrico para matar bactérias, baixar o pH (1,5 a 2,0) para que a pepsina (enzima que quebra proteínas em pedaços menores) possa atuar. Seu epitélio é protegido por um muco espesso, a mucina, que não permite que haja agressão. A mistura do suco gástrico com o alimento forma uma pasta ácida, o quimo (quimificação).

Intestino delgado: separado do estômago por um esfíncter (piloro), que se abre para que, em pequenas porções, o quimo passe para seu primeiro trecho, o duodeno, a fim de que sofra a ação do suco pancreático, da bile e das enzimas produzidas pelas glândulas entéricas (ou intestinais), formando o quilo (quilificação). No suco pancreático há bicarbonato para neutralizar o pH ácido e deixar o intestino básico (pH 8,0 a 9,0). Também há lípase, uma enzima que atua em gorduras, além de amilase pancreática, que também atua em amido, nucleases, que quebram DNA e RNA transformando-os em nucleotídeos que já podem ser absorvidos, e a tripsina, que atua quebrando proteínas em partes menores. Além do suco pancreático, há no duodeno a secreção da bile pela vesícula biliar, através do canal biliar, que passa por dentro do pâncreas. A bile não contém enzimas, mas sim sais biliares, que emulsionam gordura, para que a lípase possa atuar. A bile é produzida pelo fígado. O outro trecho do intestino delgado, cheio de microvilosidades para aumentar a área de absorção dos nutrientes, é o jejuno-íleo.

Intestino grosso: é responsável pela absorção de água e sais minerais e tem cerca de 1 a 1,5 metros. No seu início há uma pequena alça, chamada apêndice, um órgão vestigial. No intestino grosso há a ação de bactérias decompositoras que se alimentam de restos que não absorvemos, formando o bolo fecal.

Saiba mais sobre o Sistema Digestivo nesta aula do canal Estadão, disponível no Youtube. Após assistir, revise o que você aprendeu respondendo aos nossos desafios!

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=2GUvVvfbSpA]

Desafios

Questão 01

(UPF-RS) Têm sido noticiados os avanços que uma equipe de médicos de Passo Fundo conseguiu no que se refere aos transplantes de fígado, órgão de extrema importância não só para o sistema digestório, mas também para todo o processo de manutenção da vida.

Considerando esta listagem:

I- retirada de substâncias tóxicas do sangue.

II- armazenamento de glicose.

III- produção de bile.

IV- produção de amilase e lípases.

V- produção de ácido clorídrico.

São funções do fígado:

a) I,II, III, IV e V.

b) I,II, III e IV.

c) I,II, IV e V.

d) I,II e III apenas.

e) II,III e V apenas.

Dica 1 – Que tal dar uma revisada em Zoologia para garantir a sua nota na prova de Biologia Enem? O Exame Nacional do Ensino Médio está chegando, estude com a gente! – https://blogdoenem.com.br/zoologia-biologia-enem/

Questão 02

(Fepar-PR) Em um estudo sobre fisiologia da nutrição na espécie humana, constavam os seguintes dados:

Órgão A: em meio ácido (pH 2 a 3), ocorreu a digestão da substância 1.
Órgão B: em meio alcalino (pH 8), ocorreu a digestão parcial da substância 2.
Órgão C: em meio levemente ácido (pH 6,5), ocorreu a digestão parcial da substância 3.

Uma pessoa, ao ler o estudo, deduziu quais eram os órgãos e as substâncias digeridas. A afirmativa que contém as deduções corretas é:

a) O órgão A pode ser o estômago e a substância 3 pode ser o amido.

b) O órgão B pode ser o estômago e a substância 2 pode ser proteína.

c) O órgão C pode ser o intestino delgado e a substância 1 pode ser proteína.

d) O órgão C pode ser a boca e a substância 3 pode ser o amido.

e) O órgão A pode ser o intestino grosso e a substância 2 pode ser celulose.

Dica 2 – Você já ouviu falar da Síndrome de Down, mas sabe como esse acidente genético é formado? Saiba tudo sobre Síndromes genéticas nesta aula de Biologia Enem – https://blogdoenem.com.br/sindromes-geneticas-biologia-enem/

Questão 03

Uni-Rio-RJ) O alimento é movido ao longo do trato gastrointestinal por um processo proveniente da contração da camada muscular circular; a onda progride e espreme o alimento para baixo e/ou para frente de maneira semelhante à saída de creme dental de um tubo. Tal motilidade denomina-se:

a) Peristalse.

b) Digestão.

c) Absorção.

d) Homeostase.

e) Secreção.

Questão 04

Ao considerarmos que digestão é um conjunto de processos mecânicos e químicos, qual a característica de cada um dos órgãos do aparelho digestório humano?

a) O esôfago é formado por tecido muscular estriado esquelético, com contrações lentas e involuntárias.

b) O estômago é separado do esôfago pelo esfíncter “piloro” e do intestino delgado pelo “cárdia”.

c) O intestino delgado possui epitélio repleto de cílios para aumentar a área de absorção.

d) O estômago tem epitélio com mucina, uma substância mucosa que o protege contra a agressão do próprio suco gástrico que possui ácido clorídrico.

e) No estômago ocorre a quilificação e no intestino delgado a quimificação.

Dica 3 – Se você já estudou sobre Mitose, relembre agora sobre as principais características da Meiose nesta aula de Biologia Enem – https://blogdoenem.com.br/meiose-biologia-enem/

Questão 05

(PUC-SP) Uma determinada enzima, retirada de um órgão do aparelho digestivo de um mamífero, foi distribuída igualmente em 8 tubos de ensaio. O tipo de alimento e o pH de cada tubo estão informados na tabela a seguir.

Tubo de ensaio

Alimentos selecionados

pH

I

Pão

12,0

II

Pão

7,0

III

Carne

3,0

IV

Carne

7,0

V

Arroz

12,0

VI

Arroz

3,0

VII

Ovo

12,0

VIII

Ovo

7,0

Os tubos de ensaio foram mantidos a 37°C e após 10 horas observou-se digestão do alimento apenas no tubo III. Com base nesses dados, é possível concluir que a enzima utilizada e o órgão de onde foi retirada são, respectivamente:

a) amilase pancreática e intestino.

b) maltase e estômago.

c) tripsina e intestino.

d) ptialina e boca.

e) pepsina e estômago.

Você consegue resolver estes exercícios? Então resolva e coloque um comentário no post, logo abaixo, explicando o seu raciocínio e apontando a alternativa correta para cada questão. Quem compartilha a resolução de um exercício ganha em dobro: ensina e aprende ao mesmo tempo. Ensinar é uma das melhores formas de aprender!