Faltam:
para o ENEM

Revise os processos digestórios e suas enzimas – Biologia Enem

Você conhece os processos da digestão e suas enzimas? Não? Então revise aqui com o Blog do Enem!

O sistema digestório humano realiza uma série de processos para quebrar os alimentos em moléculas pequenas que as células conseguem absorver. Entre esses processos estão aqueles que envolvem substâncias químicas produzidas pelos próprios órgãos do sistema digestório.

Você conhece estas substâncias? Não? Então estude este post e arrase nas questões de Biologia do Enem e dos vestibulares!

Boca: A digestão inicia-se na boca com a mastigação (realizada pelos dentes com o auxílio da língua) e com a insalivação. A mastigação tritura, rasga e esmaga o alimento, facilitando sua deglutição e a ação dos sucos digestórios (uma vez que expõe maior área de ação para estes sucos).

A saliva, além de umidificar o alimento contém também uma enzima, a ptialina ou amilase salivar, que digere amido. Outra coisa importante que ocorre na boca é a percepção dos sabores pela língua.

O estímulo do paladar permite que percebamos a qualidade do alimento e estimula a produção de sucos digestórios. Veja na imagem abaixo as estruturas presentes na cavidade bucal:

Sistema Digestório - Enzimas - Biologia

Dica 2: Antes de continuar estudando sobre o sistema digestório humano, que tal relembrar também o sistema respiratório? Para isso, veja este super post com dicas da professora Juliana Evelyn dos Santos e vídeo da Khan Academy: https://blogdoenem.com.br/biologia-enem-vida/

Faringe: A faringe é o canal comum de passagem do alimento e do ar, também conhecido como garganta. No fim da faringe há a entrada do esôfago e da laringe (sistema respiratório). Para impedir que o alimento entre no sistema respiratório, uma estrutura presente na entrada da laringe, chamada de epiglote, fecha essa entrada e o alimento é empurrado para o esôfago. Veja na figura a seguir:

Sistema Digestório - Enzimas - Biologia

Esôfago: Tubo muscular que realiza movimentos peristálticos encaminhando o alimento para o estômago.

Estômago: No estômago ocorre uma forte digestão química do alimento. Este órgão produz o suco gástrico, que possui ácido clorídrico e a enzima pepsina. O ácido clorídrico tem um pHbastante ácido, necessário à ação da pepsina, e também atua matando possíveis microrganismos ingeridos junto com o alimento. A pepsina, por sua vez, digere proteínas, transformando-as em moléculas menores – os peptídeos. As células da parede do estômago também produzem um muco que impede que o suco gástrico aja digerindo o próprio órgão.

Dica: Revise também o sistema cardiovascular humano! Veja este post com aula da Khan Academy: https://blogdoenem.com.br/biologia-enem-cardiovascular/

Intestino delgado: O intestino delgado é um tubo de 6 metros de comprimento dividido em três partes – duodeno, jejuno e íleo.

Duodeno: O duodeno é a menor porção do intestino e é onde desemboca o estômago. As paredes do duodeno produzem o suco entérico que possui várias enzimas, como a maltose (que age sobre a maltose transformando-a em glicose), a lactase (que age sobre a lactose, produzindo galactose e glicose), a sacarase (que age sobre a sacarose transformando-a em frutose e glicose), a lipase intestinal (que age sobre as gorduras) e a dipeptidase (que age sobre dipeptídeos, transformando-os em aminoácidos). Além disso, no duodeno, desembocam no duodeno canais vindos do fígado e do pâncreas, trazendo sucos digestóriosproduzidos por estas glândulas anexas.

O fígado produz a bile, suco digestório desprovido de enzimas. A bile é formada principalmente por sais e outras substâncias que emulsionam a gordura, como um detergente. A bile não é lançada diretamente no duodeno, antes ela é armazenada em uma pequena bolsa – a vesícula biliar.

O pâncreas é uma glândula mista que produzhormônios como a insulina e o glucagon – que participam do controle de glicose no sangue. Além disso, o pâncreas produz o suco pancreático, que possui várias enzimas digestivas que finalizam a digestão, como a amilase pancreática (que finaliza a digestão iniciada na boca), a carbaxopeptidase, a tripsina e a quimiotripisina (que agem sobre proteínas).

Jejuno e íleo: O jejuno e o íleo realizam 90% da absorção de nutrientes. Para isso, o intestino possui várias estruturas que aumentam a área de contato com o alimento: as dobras intestinais, as vilosidades e microvilosidades. Além disso, o intestino é altamente vascularizado, permitindo que o sangue absorva os nutrientes e os distribua pelos tecidos. Veja na imagem a seguir:

Sistema Digestório - Enzimas - Biologia

Intestino grosso: O intestino grosso mede cerca de meio metro de comprimento e é dividido em cólon ascendente, cólon transverso e cólon descendente. A principal função deste órgão é fazer a reabsorção de líquidos e a formação das fezes.

Ânus: As fezes produzidas o intestino grosso são conduzidas á porção final do intestino – o reto. Imediatamente após a chegada neste local, se dá o estímulo para a defecação e as fezes são eliminadas pelo ânus.

Dica:  Antes de continuar estudando os processos digestórios, que tal revisar a anatomia do sistema digestório e os problemas que podem aparecer nos órgãos desse sistema? Então veja este post com vídeo-aula do professor Rubens Oda e dicas da professora Juliana Evelyn dos Santos: https://blogdoenem.com.br/sistema-digestorio-biologia-enem/

Para continuar a sua revisão, veja esta vídeo-aula do professor Rogério Gozzi no Youtube:

Dica 4: Precisa revisar mais conteúdos de biologia? Veja os vídeos de Biologia da Khan Academy já traduzidos para o Português pela equipe da Fundação Lemann no http://www.fundacaolemann.org.br/khanportugues/#videos
Dica 5: Quer treinar seus conhecimentos em Biologia? Baixe esta apostila de biologia gratuitamente! https://blogdoenem.com.br/biologia-enem-apostila-gratuita/
Juliana Biologia Enem
Os textos e exemplos acima foram preparados pela professora Juliana Santos para o Blog do Enem. Juliana é formada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Santa Catarina. Dá aulas de Ciências e Biologia em escolas da Grande Florianópolis desde 2007. Facebook: https://www.facebook.com/juliana.evelyndossantos.