Educação Física: curso de graduação, carreira e mercado de trabalho

Se você pensa em fazer o Enem para conseguir uma vaga em um curso de Educação Física, leia esse post e fique por dentro de tudo sobre a carreira!

Informação é uma ferramenta poderosa para quem está tentando escolher uma profissão. Este post é sobre o curso de graduação em Educação Física! Seu sonho é se tornar um educador físico? Então leia atentamente o texto e descubra se essa é mesmo a escolha ideal para você.

O educador físico é o profissional responsável por promover a saúde e a capacidade física por meio de exercícios e atividades corporais. Para isso, quem cursa Educação Física deve organizar, executar e supervisionar programas de atividades físicas para pessoas ou grupos.

Esse profissional também prepara crianças e adultos para as inúmeras modalidades do esporte e auxilia no tratamento de portadores de deficiência por meio da aplicação de exercícios especiais.

Os locais mais comuns de trabalho de um educador físico são as escolas, os clubes e as academias de ginástica. educação físicaSe preferir, o profissional pode optar pelo atendimento individual e trabalhar como personal trainer. Há muitas possibilidades no mercado, inclusive virar Digital Influencer com um canal no Youtube ou no Instagram.

O curso de graduação 

Se engana quem pensa que cursar Educação Física é apenas praticar esportes. Durante o curso de quatro anos, o aluno encontra muitas matérias de Biológicas, como anatomia, Fisiologia e Ortopedia. Aprende, ainda, Estatística, Administração e Economia. Além das disciplinas específicas, como Desenvolvimento Motor. O estágio é obrigatório e algumas universidades exigem uma monografia de conclusão de curso. Para dar aula nos ensinos Fundamental e Médio, é preciso cursar licenciatura.

Mercado de trabalho 

Segundo dados da International Health, Racquet & Sportsclub Association, órgão internacional que congrega clubes de esporte e fitness, entre os anos de 2007 e 2010, o número de academias duplicou no Brasil. Hoje, passam de 17 mil estabelecimentos. Nessas academias e em outras iniciativas de promoção do condicionamento físico, como centros de convivência, estima-se que quase 4 milhões de pessoas se exercitem diariamente.

Essa preocupação da população com o bem-estar e a saúde cria um ótimo momento para o profissional de Educação Física no mercado de trabalho.

Para deixar esse cenário ainda mais atraente, outros tipos de atividades vem se popularizando para o educador físico: empresas o contratam para a criação de programas de qualidade de vida para os funcionários, clínicas e hospitais procuram pelo profissional de Educação Física para tratar do condicionamento físico dos pacientes e hotéis, resorts e spas precisam dele para dar aulas e atuar na recreação de crianças, jovens e adultos.

Além de todas essas oportunidades, o profissional graduado em Educação Física pode optar pela carreira de personal trainer.

A área de ensino (Fundamental e Médio), no entanto, ainda é a que concentra as maiores oportunidades de trabalho formal. As regiões Sul e Sudeste concentram a maioria das vagas.

Mas, no Nordeste, o setor de turismo absorve muitos profissionais, para trabalhar em hotéis ou como guias em turismo de aventura, coordenando e organizando a prática de esportes na natureza, como rapel, escalada e trekking.

SALÁRIO INICIAL – R$ 1.718,00 (São Paulo-SP); R$ 1.380,00 (demais municípios – SP) – Fonte: Sindicato dos Profissionais de Educação Física do Estado de São Paulo.

Saiba mais sobre o mercado de trabalho e a profissão com o vídeo abaixo:

Áreas de atuação

O Guia do Estudante preparou uma lista com as opções de caminhos que o estudante de Educação Física pode seguir depois de formado. Confira a lista abaixo e veja se algum desses caminhos combina com os objetivos de vida que você tem:

Condicionamento físico

Auxiliar na realização de exercícios individuais como personal trainer e também em clubes, academias de ginástica ou empresas para melhorar as condições de saúde das pessoas.

Ensino

Dar aulas nos ensinos Fundamental e Médio.

Grupos especiais

Instruir e acompanhar idosos, gestantes, adultos e crianças deficientes, cardíacos e doentes em atividades físicas que beneficiem a saúde.

Performance

Orientar indivíduos e equipes nos processos de treinamento e competição nas modalidades esportivas competitivas olímpicas e não olímpicas.

Recreação

Entreter hóspedes, associados e turistas em hotéis, spas, clubes, condomínios e navios.

Terceiro setor

Gerenciar, implementar e desenvolver projetos sociais de inclusão esportiva.

Turismo ecológico

Coordenar atividades ao ar livre, como montanhismo e exploração de cavernas.

Os melhores cursos de Educação Física no Brasil

Confira abaixo as instituições públicas de ensino que possuem cursos de Educação Física avaliados com conceitos 4 ou 5 no Enade (Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes).

O Enade leva em conta uma série de critérios, como: o desempenho dos estudantes do curso em uma prova realizada anualmente, o corpo docente, a infraestrutura, os recursos didático-pedagógicos, além dos programas de pós-graduação. Todos são sintetizados em um único indicador, que varia de 1 a 5.

Os cursos com nota acima de 3 são considerados satisfatórios pelo Ministério da Educação. Aqui, consideramos os melhores cursos, ou seja, aqueles avaliados com conceito 5 no Enade, são os das seguintes instituições, com base no Enade de 2017:

  • UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO (UFOP)
  • UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS (UFSCAR)
  • UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA (UFV)
  • UNIVERSIDADE Estadual DE LONDRINA (UEL)
  • PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ (PUCPR)
  • UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS (Unicamp)
  • UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL REI (UFSJ)
  • UNIVERSIDADE PAULISTA (UNIP)
  • PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS (PUC MINAS)
  • UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ (UFPR)
  • UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA (UFJF)
  • UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ (UFC)
  • UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO (UFRPE)
  • UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS (UFLA)
  • UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL (UFMS)
  • CENTRO UNIVERSITÁRIO DE VÁRZEA GRANDE (UNIVAG)
  • UNIVERSIDADE DO VALE DO TAQUARI (UNIVATES)
  • CENTRO UNIVERSITÁRIO DO RIO GRANDE DO NORTE (UNI-RN)
  • FACULDADE CAPIXABA DE NOVA VENÉCIA (MULTIVIX NOVA VENÉCIA)
  • CENTRO UNIVERSITÁRIO DE JAGUARIÚNA (FAJ)
  • INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO CEARÁ (IFCE)
  • FACULDADE SÃO SEBASTIÃO (FASS)
  • FACULDADE IDEAU DE GETÚLIO VARGAS (IDEAU)
  • FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO (UNIVASF)

 

E aí, Educação física será o seu curso? Se você ainda não está certo disso, acesse o Guia de Profissões que o blog do Enem preparou para você. Nele há informações sobre vários cursos e seus respectivos mercados de trabalho. Um deles deve ser o seu!