Ansiedade no Enem – Não deixe os bloqueios atrapalharem seu desempenho nas provas

Veja como vencer o medo e a ansiedade na hora das provas. Você é mais forte que aquele 'branco' que deixa muita gente em pânico. Dá sim para se concentrar, buscar energias 'lá dentro', e colocar pra fora realizando uma prova com tranquilidade. Confira.

O estômago dói só de pensar? A psicóloga do Colégio Energia, Fernanda Tagliari dá as dicas para você relaxar e se preparar de uma forma saudável para o Enem.

Você tem medo de ficar nervoso nas provas do vestibular ou do Enem? Pois saiba que não está sozinho. A ansiedade é uma reação biológica do corpo, completamente saudável e nem um pouco anormal, que surge a partir de uma mistura de sentimentos como medo, insegurança, apreensão e preocupação.   ansiedade-vencerA ansiedade pode se manifestar de diversas formas físicas, como por exemplo, dores no estômago, dores de cabeça, transpiração e aceleração do batimento cardíaco. Mas, apesar de ser uma reação natural e saudável do organismo, a ansiedade, quando em excesso, pode conturbar a rotina.

Sabemos que a época do Enem ou do vestibular causa tensão para muitos jovens. E os episódios de ansiedade ocorrem com mais frequência. Pensando nisso e em como pode vir a se tornar um problema, a equipe do Blog do Enem conversou com a psicóloga Fernanda Tagliari.

Ela trabalha com alunos do ensino médio e de pré-vestibulares e Curso Enem num dos melhores cursos preparatórios de Florianópolis, no Sistema de Ensino Energia. A doutora Fernanda passou dicas de como lidar com esses episódios de ansiedade e entender melhor os fatores que os desencadeiam.

Como vencer a Ansiedade na hora das provas

Quando chegar ao local da prova, enquanto espera ela começar, tente se distrair. Não pense e não converse sobre conteúdo. Escute música, admire a paisagem, e trabalhe sua concentração, como fazem os jogadores de futebol antes de entrarem em campo.

Nesse momento, é bom lembrar também das reuniões em grupo ou das sessões que teve com um profissional. Se a ansiedade bater, pense em tudo que foi conversado nesses momentos, que você está preparado para o exame e tudo vai dar certo.

“Depois que receber a prova, procure não começar a responder as questões nos primeiros 5 minutos. O seu cérebro precisa aquecer para a ansiedade diminuir. Então reserve esse primeiro momento para dar uma olhada geral nas questões, ler as instruções para, só então, começar”, orienta Fernanda. Ela explica também que, quando o aluno começa a responder as primeiras perguntas, o cérebro não está totalmente aquecido, portanto, é normal sentir dificuldade. Passe para outras questões sem problema, procurando começar pelas mais fáceis.

Se necessário, durante a prova do vestibular ou Enem, pare para respirar ou até mesmo saia um pouco da sala. “A prova do Enem, por exemplo, é muito extensa, mas é melhor que o aluno gaste alguns minutos respirando fora da sala, dando uma volta, do que continuar fazendo o exame nervoso, sem conseguir se concentrar direito”.

Enem
Fernanda Tagliari – psicóloga

 

UM ANO ANTES DO VESTIBULAR OU DO ENEM… E lá está brotando a Ansiedade!

No começo do ano, muitos vestibulandos e candidatos do Enem que não conseguiram ser aprovados em uma universidade no ano anterior enfrentam o medo de não se saírem bem novamente. Além disso, alguns ainda sofrem com a pressão dos familiares ou até mesmo o excesso de cobrança que depositam em si mesmos, para que esse ano seja diferente do anterior. “O estudante se vê frente a frente com um passado que não deu certo, como se ele tivesse uma situação mal resolvida”, explica Fernanda.

Nessa época, também, muitos jovens enfrentam a dificuldade da escolha profissional, passam por aquela urgência de ter que definir a profissão sem nem saber ao certo o que vão querer para o jantar.

A melhor saída para essa fase da ansiedade é procurar ajuda profissional. Muitas vezes, esse tipo de orientação pode ser encontrado no próprio colégio ou cursinho do aluno. “As sessões em grupo são ideais, pois o aluno conhece outros jovens que estão enfrentando as mesmas questões e percebe que a insegurança dele é normal, que ele não é o único com dificuldades para definir a profissão ou organizar os estudos”, diz Fernanda.

Se informar também pode ser uma boa saída para quem está inseguro quanto à escolha profissional. Pesquisar na internet, na mídia e conversar com quem já está no mercado de trabalho pode esclarecer as dúvidas do vestibulando sobre o curso que pretende escolher e deixá-lo mais tranquilo e seguro em relação a sua decisão.

O começo do ano também é uma ótima fase para pensar a organização dos estudos. O volume de conteúdo dado ao aluno no terceirão ou num cursinho pré-vestibular ou Curso Enem é tão grande que, muitas vezes, só de pensar em tudo que tem para estudar, já surge a ansiedade. Por isso, organizar todo esse material é essencial.

Fernanda sugere que o aluno crie uma planilha de controle nas duas primeiras semanas de estudo para fazer um balanço do seu ritmo: quanto tempo gastou por matéria, quais estudou mais e quais deixou de estudar. A partir desse balanço, deve ser criado o cronograma de estudos para o ano. Lembrando, sempre, de focar em todas as matérias, pois todas são igualmente importantes na hora da prova.

“Planejar e colocar tudo no papel é um ótimo meio de reduzir ansiedade. E, lembrando, aula dada é aula estudada”, ressalta Fernanda.

SEIS MESES ANTES DO VESTIBULAR OU DO ENEM

“Quando os alunos voltam das férias, percebemos que voltam muito cansados e irritados, preocupados com a aproximação dos exames e se vão conseguir lembrar de todo o conteúdo já estudado e dar conta de todo o resto”, explica Fernanda.

Fazer provas de edições anteriores do vestibular e do Enem é um ótimo meio de lidar com essas causas de ansiedade. Assim, o aluno consegue ter consciência de que não é cobrado todo o conteúdo na prova, então não é necessário ter tudo na ponta da língua. Além disso, é um ótimo estímulo para a memória.

Nessa fase, também, o aluno deve aprender, usar e abusar das técnicas de respiração. Como a ansiedade se manifesta fisicamente, respirar é a base para lidar com ela.

Fernanda ressalta também que dedicar um tempo ao exercício físico é uma boa pedida. “Já notei que diversos alunos que praticam exercícios físicos se mostram mais dispostos, dormem melhor. É preciso balancear o tempo e não viver só para os estudos. Lazer e exercício físico também são importantes nessa fase”.

Esse é o momento também em que geralmente são feitas as inscrições para o vestibular e o Enem. Quanto antes você se inscrever para as provas que vai prestar, melhor. Não deixe para a última hora.

UMA SEMANA ANTES DO VESTIBULAR OU DO ENEM

Esse é o momento para o vestibulando diminuir o ritmo dos estudos. As técnicas de respiração são ótimas aliadas para essa época de maior apreensão com a chegada das provas.

Dedique esse tempo para se organizar para o dia do exame. Separe em um plástico todos os documentos e utensílios que devem ser levados, deixando-o em um lugar onde possa ser facilmente encontrado. Se programe também para todos os tipos de imprevisto, do trânsito até a falta de tinta na caneta.

O importante nessa semana é pensar que você estudou o ano todo para isso e está preparado. Agora é só garantir que todo o resto corra bem.

 

Gostou das nossas dicas para controlar a ansiedade? Tem algum truque contra o nervosismo que gostaria de compartilhar? Comente nesse post, nós queremos saber sua opinião.

Post produzido por Bárbara Cardozo.