Enem digital 2020 em risco: MEC ainda não contratou empresa

Faltando apenas dois meses para o Enem 2020, o Ministério da Educação ainda não finalizou o contrato com a empresa responsável pelo Enem Digital.

Dos 6,1 milhões de inscritos no Enem 2020, cerca de 100 mil optaram por participar da primeira edição do Enem Digital, agendada para acontecer nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro. No entanto, a aplicação da versão computadorizada do Exame Nacional do Ensino Médio está em risco.

Atraso no contrato do Enem Digital

A menos de dois meses da data da prova, o Ministério da Educação (MEC) ainda não finalizou a contratação da empresa responsável pela aplicação do Enem Digital. Além do atraso na contratação, os custos para a realização da prova ainda não foram definidos. O problema foi revelado por uma reportagem do portal G1.

De acordo com a matéria, apenas o contrato para a realização do exame impresso do Enem 2020 está finalizado com a Fundação Cesgranrio. Consultado, o Inep informou que é preciso alterar o contrato para incluir a realização do da prova digital.

Os riscos para a realização da prova

O atraso na contratação da empresa para a aplicação do Enem Digital traz dúvidas sobre a segurança da prova e até sobre sua própria realização.

Em primeiro lugar, é preciso lembrar que os computadores utilizados na aplicação do Enem Digital serão fornecidos pelas instituições de ensino em que as provas serão realizadas. Ou seja, as escolas e universidades fornecerão seus próprios equipamentos para a aplicação na prova. Por isso, existirá uma grande diferença entre os computadores disponíveis entre um local de prova e outro, o que, por si só, já impõe desafios de logística.

Ainda não estão claros quais serão os protocolos de segurança aplicados, desde a preparação dos computadores até o processamento dos dados. Para que a segurança da prova seja garantida, seria necessário realizar testes que, em virtude da escassez de tempo, possivelmente não serão feitos. Assim, levantam-se dúvidas sobre possíveis fraudes e vazamentos das questões, do tema de redação e de dados dos candidatos.

De acordo com o Inep, as questões do Enem Digital serão carregadas nos computadores pela internet e, em seguida, a conexão será interrompida. Além disso, a prova será criptografada de modo que, mesmo havendo alguma invasão ao sistema durante o carregamento das provas, isso não afetaria a sua realização. Ainda não foi definido, no entanto, como será feita a transmissão dos dados após a finalização das provas pelos candidatos.

Veja como foi o anúncio das mudanças do Enem e a transição para o Enem Digital

Valeu pra tirar suas dúvidas? Assista de novo, que vale a pena.

Vai encarar o Enem, impresso ou digital?

Veja como aumentar suas chances com as aulas, resumos e simulados do Curso Enem Gratuito. Todos os conteúdos que caem no Enem está prontos para você escolher a melhor trilha de aprendizagem.

Tem o Intensivo Enem, com foco nos conteúdos que mais caem nas provas. Tem o Semiextensivo, para quem tem um pouco mais de tempo para estudar. E tem o Extensivo, para quem tem bastante tempo disponível. Qual é a sua pegada?

Entre no Curso Enem Gratuito e escolha o seu melhor caminho para ter sucesso nas provas:Curso Enem Gratuito

Confira o que mais cai no Enem

Veja agora os 12 conteúdos que mais caem nas provas do Enem, e as dicas para você mandar bem nas provas:

Avatar

Jade Philippe

Diretora de Conteúdo do Blog do Enem. Formada em Direito, descobriu na comunicação um caminho mais direto para ajudar as pessoas. Foi assim que passou a integrar a equipe do Curso Enem Gratuito, plataforma dedicada a entregar educação livre, de qualidade e gratuita a todos os estudantes do Brasil.
Categorias: Destaques, Enem Tags: ,