Faltam:
para o ENEM

Evidências Confirmam a Evolução das Espécies. É Biologia no Enem

Charles Darwin ganhou a guerra sobre A Origem das Espécies. Revise sobre Órgãos homólogos e análogos, Fósseis, Órgãos vestigiais e Evidências Moleculares nesta aula de Biologia Enem

Charles Darwin tinha razão. O DNA dos humanos tem 98,7% de compartilhamento com os macacos Chipanzés. Viemos todos da mesma fonte. Evidências Confirmam a Evolução das Espécies.

Embora seja um fato muito polêmico dentro do ensino de Biologia, existem indivíduos que vão contra esse pensamento. Grande parte da população tem o Fixismo, ideia antievolutiva, em função da fé no Criacionismo. Por outro lado, o processo evolutivo é corroborado por vários fatores, levando à confirmação de sua existência. Alguns fatos que confirmam a evolução  das espécies são: órgãos homólogos e órgãos análogos, fósseis, embriologia comparada, órgão vestigiais, evidências moleculares.

Órgãos homólogos X Órgãos análogos

  • Órgãos homólogos são estruturas de espécies diferentes que possuem a mesma origem embrionária, mas com funções que podem ser diferentes. Isso mostra que um ancestral comum, situado em ambientes diferentes adapta-se através de mudanças em suas estruturas.
  • Exemplo: braço do Homem, nadadeira anterior de golfinho e asa de morcego; todos apresentam estrutura interna igual em função da origem embrionária ser a mesma, mas suas funções são diferentes.  Veja na ilustração para entender melhor:evolução das espécies 600 x 320
  • O processo evolutivo que ocorre para a formação de órgãos homólogos chama-se divergência evolutiva, onde, o braço foi uma adaptação para a manipulação de objetos, a asa do morcego adaptou-se para o voo, e a nadadeira anterior do golfinho adaptou-se para a natação. Portanto, a evolução do ancestral comum divergiu para cada uma das necessidades desses organismos. Isso indica que as espécies estão ligadas.

Dica 1 – Estude as teorias sobre a evolução das espécies no início do séc. XX, e revise sobre a Seleção Natural das Espécies e Darwinismo nesta aula de Biologia EnemCharles Darwin e Jean-Baptiste Lamarck

Veja os Órgãos Análogos

  • Órgãos análogos possuem origem embrionária diferentes, porém suas funções são semelhantes. Essas estruturas não estabelecem parentescos evolutivos.
  • Exemplo: asa de ave, asa de morcego e asa de insetos são estruturas totalmente adaptadas para o voo, porém suas origens são diferentes, incluindo suas estruturas internas.
  • O processo evolutivo que gera essas estruturas chama-se convergência evolutiva, em que as espécies evoluem sobre a mesma condição ecológica. As nadadeiras anteriores de peixes e de golfinhos também exemplificam esse processo.

Os Fósseis

• São estruturas preservadas em tempos remotos na Terra. Essas estruturas podem ser organismos inteiros, como mosquito preservado em âmbar e mamute congelado; partes de organismos, como esqueletos de dinossauros e folhas de árvores; ou marcas deixadas por organismos, como pegadas, objetos, cascalhos.

aula_08_img02.jpg
Veja na imagem acima um inseto preservado em âmbar.
É possível observar todas as características do animal, desde a delicadeza das asas, a estrutura principal, e as patas.
aula_08_img03.jpg

• Os fósseis são encontrados em camadas da superfície terrestre, em que cada camada representa uma época distinta. Quanto mais superficial a camada, mais recente. Há também fósseis preservados em camadas de gelo.

aula_08_img01.jpg

• Os fósseis nos permitem conhecer organismos que viveram em épocas remotas na Terra e em condições ambientais diferentes das atuais.

Embriologia comparada

aula_08_img04.jpg

• Na comparação entre embriões, principalmente de vertebrados, não se nota diferença. Apenas com seu desenvolvimento começam a aparecer estruturas que marcam cada grupo.

• Quanto maior a distância evolutiva entre espécies, menor é o período embrionário comum entre elas.

Órgãos vestigiais

• São estruturas que aparecem reduzidas e geralmente sem função em algumas espécies, já em outras são desenvolvidas e funcionais.

Dica 2 – Para garantir uma boa nota na prova de Biologia Enem, revise sobre a Síntese Proteica em mais uma aula de Bioquímica – https://blogdoenem.com.br/sintese-proteica-biologia-enem/

• Exemplo: apêndice vermiforme é a porção inicial do intestino grosso que se apresenta reduzida e sem função na espécie humana. Já em coelhos e bovinos, o apêndice encontra-se mais desenvolvido e funcional, sendo responsável por armazenar alimentos que terão a celulose digerida.

aula_08_img05.jpg

Evidências moleculares

• Sabemos que todos os seres vivos apresentam DNA, que são transcritos em RNA, e traduzidos em proteínas. Então DNA, RNA e proteína são compostos com presença obrigatória nas células.

• Comparando esses compostos entre espécies podemos estabelecer parentescos evolutivos. Quanto maior for a semelhança entre o genoma (DNA) de duas espécies, maior será seu parentesco.

Dica 3 – Você conhece o ácido desoxirribonucleico e o ácido ribonucleico? Entenda tudo sobre o DNA e o RNA nesta aula de Biologia Enem – https://blogdoenem.com.br/acidos-nucleicos-biologia-enem/

• É possível comparar genes presentes em muitos animais, chamados genes conservados, para estabelecer parentescos evolutivos. Quanto maior a semelhança entre os genes, maior a proximidade evolutiva, à medida que esses genes sofrem mudanças, a distância evolutiva entre esses organismos aumenta.

Aula Gratuita

Saiba mais sobre as Evidências Evolutivas nesta aula do canal do professor Paulo Jubilut, disponível no Youtube. Após assistir, revise o que você aprendeu respondendo aos nossos desafios!


[youtube http://www.youtube.com/watch?v=tShgMaX2W1U]

Desafios para você responder e compartilhar suas respostas

Questão 1

(UFU-MG) Leia o trecho a seguir.

“No processo evolutivo, muitos animais foram extintos depois de se diferenciarem de seus parentes mais próximos. Boa parte deles virou fóssil e, quando descobertos, ajudaram a remontar o passado das espécies […].

”ISTOÉ, Ed. 1934, 24 de janeiro de 2007.

Acerca da evolução dos organismos, considere as afirmativas abaixo.

I – Para avaliar as relações evolutivas entre as espécies são consideradas as semelhanças anatômicas, fisiológicas e moleculares, bem como os fósseis.

II – Os fósseis humanos encontrados até o momento fortaleceram as primeiras hipóteses da origem humana, já que é possível se estabelecer quaisquer graus de variações entre as espécies fósseis e a espécie atual.

III – O grande avanço na passagem evolutiva de australopiteco para Homo sapiens é o desenvolvimento do sistema nervoso e, consequentemente, da inteligência, evidenciado pelo aumento do volume craniano.

Assinale a alternativa que apresenta, apenas, afirmativas corretas.

a) I, II, III

b) I e III

c) II e II

d) I e II

Questão 2

(UFRS) Embriões de vertebrados tendem a ser mais similares entre si do que os adultos correspondentes.

Sobre esse fato, são feitas as seguintes afirmações.

I – As analogias observadas indicam uma origem comum.

II – O estudo da embriologia comparada contribui para a compreensão da evolução biológica.

III – Durante o desenvolvimento embrionário, os organismos passam por fases que repetem estágios adultos de seus ancestrais.

Quais estão corretas?

a) Apenas I.

b) Apenas II.

c) Apenas III.

d) Apenas I e III.

e) I, II e III.

Questão 3

(PUC- SP) Analise as frases abaixo, relacionadas com evidências do processo evolutivo:

I. As asas de um morcego, as nadadeiras anteriores de uma baleia e as patas dianteiras de um cavalo são estruturas homólogas, pois têm diferente origem embrionária.

II. As asas de uma andorinha e as asas de uma libélula são estruturas análogas, pois têm a mesma origem embrionária.

Pode-se considerar que

a) as frases I e II são incorretas.

b) apenas a frase I é incorreta, pois as estruturas em questão são análogas.

c) apenas a frase II é incorreta, pois as estruturas em questão são homólogas.

d) apenas a frase I é incorreta, pois as estruturas homólogas têm a mesma origem embrionária.

e) as frases I e II são corretas.

Questão 4

A baleia assemelha-se mais aos peixes do que aos demais mamíferos, em virtude de:

a) analogia de órgãos.

b) homologia de órgãos.

c) convergência adaptativa.

d) divergência adaptativa.

Questão 5

(Unesp) Um peixe (tubarão), um réptil fóssil (ictiossauro) e um mamífero (golfinho) possuem todos a forma do corpo alongada, com nadadeiras dorsais, ventrais e caudais. Essas características, analisadas em conjunto, podem ser interpretadas como um exemplo de:

a) irradiação adaptativa.

b) isolamento reprodutivo.

c) convergência adaptativa.

d) homologia.

e) hibridização.

Você consegue resolver estes exercícios? Então resolva e coloque um comentário no post, logo abaixo, explicando o seu raciocínio e apontando a alternativa correta para cada questão. Quem compartilha a resolução de um exercício ganha em dobro: ensina e aprende ao mesmo tempo. Ensinar é uma das melhores formas de aprender!