Nova Ordem Mundial – Geografia Enem

Confira nesta aula, o confronto ideológico entre os EUA e a URSS e entenda como iniciou a Nova Ordem Mundial

Opa, tudo certo? Que tal falarmos um pouco sobre como chegamos a atual situação geopolítica mundial? Pois é, o mundo globalizado é uma realidade, porém, não é para todos. Não conseguimos ver todo mundo com o mesmo acesso à internet, por exemplo. Mas para entender como chegamos aqui, temos que dar uma olhada no passado e na nova ordem mundial, vamos lá?

Bom, a Nova Ordem Mundial surgiu no início da década de 1990, com a multipolarização mundial. Mas primeiro, vamos ver o início de tudo.

GEOGRAFIA

A partir de 1500 até a 2ª Guerra Mundial, o mundo era multipolar, pois alguns países eram referências mundiais, como Portugal e Espanha durante o período das Grandes Navegações. Esses dois países eram as grande referências por conta do processo colonial que estava acontecendo: já que no Capitalismo Colonial, o que valia era ter colônias, Portugal e Espanha eram destaque.

Mais tarde, em meados do séc. XVIII, tivemos Inglaterra e França como potências, pois foi nesses dois países que aconteceu o advento da 1ª Revolução Industrial. Mesmo assim, o processo colonial ainda continuava, por isso, nem Portugal, nem Espanha tinham perdido o “posto” de potência mundial.

Dica 1: Não lembra o que foi a revolução industrial? Clique aqui e revise essa aula. Não deixe dúvidas para a hora da prova.

No pós 2ª Guerra Mundial, o que vimos foi o mundo dividido em dois, um mundo Bipolar e dividido entre os sistemas Capitalista e Socialista. O Capitalismo, liderado pelos Estados Unidos, enquanto o Socialismo era liderado pela União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS). Esse período, chamado de Guerra Fria, era uma disputa ideológica em torno de duas disputas: aeroespacial e armamentista.

Na questão armamentista, o interessante é que nenhuma das duas nações se enfrentaram diretamente uma a outra. Porém, assumiram papéis importantes em outras guerras, como a das Coreias, do Vietnã e vários outros conflitos civis dentro da África. Esses países forneciam armamentos e técnicas para os combatentes se enfrentarem.

Já no setor aeroespacial, eles tentavam mostrar quem iria mais longe ou tinha a maior descoberta. Na década de 1980, a URSS passou a apresentar problemas financeiros bem graves, com isso, abandonou os projetos espaciais e até armamentista. Já no final dessa mesma década, começou a perder território para o capitalismo.

O início foi com a queda do Muro de Berlim, em 1989. Nesse período aconteceu a reunificação das Alemanhas (a do Norte e a do Sul). Em 1990, Gorbatchev começou a implementar a Glasnost (reformas políticas priorizando a liberdade) e a Perestroika (reestruturação econômica). A União Soviética estava pronta para deixar o socialismo, rumo à economia de mercado capitalista com mais abertura política e democrática. Esse procedimento fez com que algumas Repúblicas passassem a ter sua independência política, gerando um verdadeiro “desmanche” da URSS:  formando a Rússia e a CEI (Comunidade dos Estados Independentes).

O fim da URSS foi considerado o fim da Guerra Fria, prevalecendo o capitalismo e os Estados Unidos saindo como o grande vitorioso e como a nação mais importante do mundo.

Dica 2: Se você não lembra quais são as principais características do continente americano, clique aqui e tire suas dúvidas. Estude para ir bem na geografia do Enem.

O que os Estados Unidos não esperavam era o crescimento de outras nações enquanto estavam preocupados em combater o avanço do socialismo. Duas grandes economias surgem para fazer sombra aos Estados Unidos: Japão e Alemanha. O cenário passou a ser multipolar e ficou conhecido como a Nova Ordem Mundial. A Globalização é o marco principal deste período atual.

Lembrando, a Globalização é a INTERDEPENDÊNCIA, pois tudo se liga, graças aos avanços tecnológicos das telecomunicações e os meios de transportes.

O que antes era o leste socialista contra o oeste capitalista, agora é o norte rico contra o sul pobre.

Então, conseguiu captar como funciona a Nova Ordem Mundial? Caso tenha ficado com alguma dúvida, veja a aula no link abaixo e depois faça os exercícios, ok? Bons estudos!

Videoaula

Exercícios

1 –Cansados do domínio americano do sistema financeiro global, cinco potências emergentes vão lançar esta semana sua própria versão do Banco Mundial (Bird) e Fundo Monetário Internacional (FMI). Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul — o chamado grupo do Brics — estão buscando ‘alternativas à ordem mundial existente’, segundo as palavras de Harold Trinkunas, diretor da Iniciativa Latino-Americana do Brookings Institute […]”.

(O Globo, 14/07/2014. Banco de fomento do Brics é alternativa à ordem mundial existente, dizem líderes e analistas. Disponível em: <http://oglobo.globo.com/economia>. Acesso em: 19/09/2014).

A posição do Brics frente à Nova Ordem Mundial reflete, de certo modo, a polarização econômica que marcou o mundo após a Guerra Fria. Tal polarização reflete-se na oposição entre:

a) o norte desenvolvido e o sul subdesenvolvido

b) o leste socialista e o oeste capitalista

c) as economias planificadas e as economias de mercado.

d) as potências industriais e as sociedades agrícolas.

e) os países imperialistas e as nações neocoloniais.

2 – (UERJ – 2009) 

G-20 adota linha dura para combater crise

Grupo anuncia maior controle para o sistema financeiro

Cercada de expectativas, a reunião do G-20, grupo que congrega os países mais ricos e os principais emergentes do mundo, chegou ao fim, em Londres, com o consenso da necessidade de combate aos paraísos fiscais e da criação de novas regras de fiscalização para o sistema financeiro. Além disso, os líderes concordaram, dentre várias medidas, em injetar US$ 1,1 trilhão na economia para debelar a crise.

Adaptado de http://zerohora.clicrbs.com.br

A passagem da década de 1980 para a de 1990 ficou marcada como um momento histórico no qual se esgotou um arranjo geopolítico e teve início uma nova ordem política internacional, cuja configuração mais clara ainda está em andamento.

Conforme se observa na notícia, essa nova geopolítica possui a seguinte característica marcante:

a) diminuição dos fluxos internacionais de capital

b) aumento do número de polos de poder mundial

c) redução das desigualdades sociais entre o Norte e o Sul

d) crescimento da probabilidade de conflitos entre países centrais e periféricos

3 – (VUNESP) No fim da década de oitenta e início dos anos noventa a bipolaridade mundial declinou; da polaridade ideológica e militar leste/oeste passou-se para a econômica norte/sul. Isto significa dizer que atualmente há uma oposição entre:

a) O oeste rico e industrializado e o leste pobre e agrário.
b) O oeste pobre e agrário e o sul rico e muito industrializado.
c) O leste pobre e agrário e o norte rico e industrializado.
d) O sul rico e industrializado e o norte pobre e agrário.
e) O norte rico e industrializado e o sul pobre e em processo de industrialização.

GABARITO

1 – A

2 – B

3 – E

Os textos e exemplos acima foram produzidos pelo professor Leandro, formado em Geografa pela Udesc. Leandro é professor de Geografia em escolas da Rede Particular de Ensino da Grande Florianópolis.