Radiologia: veja o curso de graduação e o mercado de trabalho

Você gosta de tecnologia e de saúde? Então, antes de escolher sua profissão, pesquise e descubra como é o mercado de trabalho e quais são as principais disciplinas do curso de graduação em Radiologia. Veja abaixo.

Fique de olho porque a Radiologia evoluiu muito, e este setor atua com recursos avançados na saúde, na engenharia, e nas indústrias. Veja o curso de graduação em Radiologia.

A Radiologia é o ramo que forma profissionais com habilidade para operar diagnóstico por imagem. Estes diagnósticos podem ser utilizados tanto na área médica como na engenharia ou na área industrial. Radiologia: veja o curso de graduação Conheça um pouco mais sobre o curso de radiologia, o perfil do profissional e o seu dia a dia no mercado de trabalho.

Quem é o radiologista? – O profissional que se forma no curso de graduação em Radiologia é capaz de operar equipamentos que fazem radiografia digital ou convencional. Ao trabalhar na área médica, o profissional consegue identificar alterações em órgãos humanos.

Ao trabalhar na área de engenharia, o radiologista rastreia tubulações e estruturas metálica por meio de equipamentos para corrigir defeitos de construção.

Por fim, o radiologista da indústria farmacêutica ou alimentícia atua com engenheiros e físicos para esterelisar alimentos e medicamentos, além de buscar maior segurança dos aparelhos.

O curso de graduação em Radiologia

Como já se tornou regra nos cursos de graduação, os primeiros semestres de Radiologia são recheados de matérias mais gerais, como Informática, Gestão, Anatomia e Biologia. Com o passar do tempo, são inseridas matérias mais específicas na grade curricular, como Mamografia,

Ressonância Magnética, Tomografia Computadorizada, Radiologia Convencional e todas as competências necessárias para realizar esses tipos de exames, além dos softwares necessários para isso.

Em geral, o curso se preocupa em formar profissionais que saibam trabalhar com as máquinas, por isso a informática é uma base importante. Também há aulas com ênfase no contato humano, com interação com pacientes e gestão de processos.

Já que a Radiologia envolve riscos por causa da exposição à radiação, também é dada ênfase aos cuidados nessa área para a utilização correta dos equipamentos. O curso tem a duração média de três anos e meio.

 

O mercado de trabalho para Radiologia

A Anvisa – Agência Nacional de Vigilância em Saúde ,exige que os equipamentos para radiologia sejam utilizados seguindo protocolos rigorosos, tanto para garantir a segurança do profissional quanto do paciente, além da qualidade do serviço.

Radiologia: veja o curso de graduação Por isso, o mercado de trabalho é aquecido e o profissional deve se manter sempre atualizado sobre as novas exigências. O mercado de trabalho é mais forte em clínicas, laboratórios e hospitais.

A popularização dos planos de saúde e o avanço da Medicina também contribuem para o aumento de oportunidades na profissão. Ultrassonografia, ressonância magnética e mamografia, por exemplo, são extremamente comuns hoje em dia. O salário médio inicial é de R$ 1.848,00.

O perfil do profissional após a formação

A Medicina está em constante avanço, assim como os equipamentos tecnológicos de radiologia. Por isso, o radiologista deve sempre se manter atualizado para ser um profissional de destaque e capaz de entregar resultados satisfatórios e de qualidade para o local de trabalho e pacientes.

Por ser uma profissão que exige o contato com radiação, também é importante que o profissional sempre se atualize sobre normas de segurança para que o seu contato sempre esteja dentro do que é seguro.

E aí, você está pronto para entrar no curso de graduação em Radiologia? Se essa ainda não é a área escolhida, acesso o nosso Guia de Profissões.

Natália Marinho é formada em Comunicação Social – Jornalismo. Trabalha com produção de conteúdo, revisão e manutenção de redes sociais. Já trabalhou para empresas como Submarino Viagens, Americanas, Compara Online, Beleza na Web e Yahoo!.