Romantismo: Literatura Brasileira no Enem e no Encceja

A literatura romântica existiu não só em forma de poesia, mas também de prosa. Este é um tema muito importante e com presença marcada no Vestibular e no Enem! Então, você não pode deixar de revisar com esta aula que fará você gabaritar em Literatura!

Literatura Enem: Um dos acontecimentos mais importantes do Romantismo foi o surgimento de um grande público apreciador do que era produzido naquele momento: A Moreninha; O Guarani; e, O filho do Pescador. As produções literárias brasileiras ficaram bastante populares entre 1836 e 1881. Com isso, surge o romance, a maneira mais acessível de apreciar obras literárias.

Com o surgimento de mais cursos superiores em Portugal e da abertura de faculdades no Brasil, com o avanço do liberalismo burguês, o desenvolvimento da imprensa e a publicação de folhetins, a mulher e o estudante passam a ser os novos apreciadores e consumidores da literatura. Veja a imagem da conexaocultura.org para representar o Romantismo:22

Dessa maneira, o romance romântico procura atender ao que é exigido pelo seu público leitor, girando ao redor das descrições dos costumes urbanos ou das particularidades amenas das zonas rurais, retomando o mito do cavaleiro medieval, sendo transformado em herói nacional.

O enredo, o espaço e as personagens são idealizados de acordo com a imaginação e ideais românticos, que eram aquelas que o leitor se identificava.

No Brasil, a chegada da família real e o primeiro grande surgimento do jornal ajudaram a fazer com que o romance romântico tivesse um papel importante. A obra O filho do pescador, de Teixeira e Sousa, foi a primeira obra romântica em forma de prosa publicada no Brasil, em 1843.

Com muito sentimentalismo, de trama pouco simples, não foi suficiente para definir quais seriam as linhas que esse tipo de escrita seguiria na literatura brasileira. Por isso e, inclusive, pela aceitação dos leitores, superando suas expectativas, A Moreninha, de Joaquim Manuel de Macedo, publicado no ano de 1844, passa a ser considerado o primeiro romance brasileiro.

Aula Gratuita sobre o Romantismo – Resumo Online

Veja com o professor Anderson Rolo, do Curso Enem Gratuito, uma aula completa sobre o Romantismo para você fixar bem as características deste movimento e mandar bem nas provas:

Produção literária do Romantismo  no Brasil

Joaquim Manuel de Macedo (1820 – 1882) tem, em suas obras, o desenvolver de um romance romântico, daqueles em seus períodos iniciais: presença da descrição dos costumes da atual sociedade, como suas festas e tradições, leitura leve, linguagem simples, pequenas intrigas de amor e mistério e final feliz, com o amor sendo sempre o vitorioso.

Seguindo essa lógica, Macedo passa a ser o escritor mais lido no Brasil, nas décadas de 40 e 50, até que surge José de Alencar e seu romance O Guarani, de 1857.  Veja agora um trecho de ‘A Moreninha’:

Um sarau é o bocado mais delicioso que temos, de telhado abaixo.

Em um sarau todo o mundo tem que fazer. O diplomata ajusta, com m copo de champanha na mão, os mais intrincados negócios; todos murmuram e não há quem deixe de ser murmurado. O velho lembra-se dos minuetos e das cantigas do seu tempo; e o moço goza todos os regalos da sua época; as moças são no sarau como as estrelas no céu; estão no seu elemento; aqui uma, cantando suave cavatina, eleva-se vaidosa nas asas dos aplausos […]; daí o pouco vão outras pelo braço de seus pares, se deslizando pela sala e marchando em seu passeio, mais a compasso que qualquer de nossos batalhões da Guarda Nacional, ao mesmo tempo que conversam sempre sobre objetos inocentes que movem olhaduras e risadinhas apreciáveis.

Acima você leu um trecho do livro A Moreninha. É a descrição de um sarau, ou seja, uma festa noturna que acontecia em casas de família ou clubes, com apresentações musicais. O fragmento acima apresenta características comuns dos romances românticos, como a descrição do ambiente e das personagens, que seguem os valores da sociedade em que vivem juntamente do seu bom gosto, com a presença de diplomatas, jovens elegantes e belas moças.

Principais autores e suas obras no Romantismo no Brasil:

– Gonçalves Dias: Principais obras: Os timbiras, Meditação, Canção do Exílio, I-Juca-Pirama, Seus Olhos 

–  Álvares de Azevedo: Lira dos Vinte Anos, Noite na Taverna.

–  Castro Alves:  Espumas Flutuantes, Os escravos, A Cachoeira de Paulo Afonso, Hinos do equador, Tragédia no Mar, O Navio Negreiro

– Joaquim Manuel de Macedo: A Moreninha, O Moço Loiro, O Rio do Quarto, A luneta mágica.

– José de Alencar : Cinco Minutos, A Viuvinha, O Guarani, Lucíola, Iracema, As Minas de Prata, Senhora, Encarnação.

– Manuel Antônio de Almeida: Memórias de um sargento de milícias, Dois Amores (peça de teatro)

– Bernardo Guimarães: O seminarista, A escrava Isaura

– Franklin Távora:  Trindade maldita, Os índios do Jaguaribe; A casa de palha; Três lágrimas

–  Machado de Assis: Ressureição, A mão e a luva, Helena, Iaiá Garcia

Aula Gratuita sobre O Romantismo:

Continue estudando sobre a produção em forma de prosa, do Romantismo brasileiro, com o vídeo do professor Roberto, no canal Descomplica, do Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=pjT0S88mkg0

Não deixe de testar seus conhecimentos sobre esse tema. Abaixo seguem alguns exercícios selecionados pra você, estudante:

Exercícios

1- (Fuvest)

Poderíamos sintetizar uma das características do Romantismo pela seguinte aproximação de opostos:

 

a) Aparentemente idealista, foi, na realidade, o primeiro momento do Naturalismo Literário.

b) Cultivando o passado, procurou formas de compreender e explicar o presente.

c) Pregando a liberdade formal, manteve-se preso aos modelos legados pelos clássicos.

d) Embora marcado por tendências liberais, opôs-se ao nacionalismo político.

e) Voltado para temas nacionalistas, desinteressou-se do elemento exótico, incompatível com a exaltação da pátria.

 

2- (UFRR)

A obra romanesca de José de Alencar introduziu na literatura brasileira quatro tipos de romances: indianista, histórico, urbano e regional. Desses quatro tipos, os que tiveram sua vida prolongada, de forma mais clara e intensa, até o Modernismo, ainda que modificados, foram:

 

a) Indianista e histórico;

b) Histórico e urbano;

c) Urbano e regional;

d) Regional e indianista;

e) Indianista e urbano.

 

Gabarito

1- B

2- C

O texto foi escrito pela professora Analice, formada em Letras pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho – Unesp. Atualmente é mestranda em Literatura na Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC, professora de português na rede particular de ensino de Florianópolis e colaboradora do Blog do Enem. Facebook: http://www.facebook.com/analice.andrade