Óptica – Simulado Enem de Física com 10 questões

Teste seus conhecimentos sobre Óptica com o Simulado Enem Online de Física. São 10 questões e se errar, têm dicas para estudar.

Física Enem: Óptica é a parte da Física que estuda fenômenos associados à luz. Dividimos a óptica, em Geométrica e óptica física, de acordo com a forma que a luz se comporta. Veja um resumo gratuito e depois responda o Simulado Online.

Definição 1 – O que é Luz? – Vamos conceituar luz, como sendo um agente físico, capaz de sensibilizar nossos órgãos visuais, os olhos. É uma forma de energia radiante, que se propaga por meio de ondas eletromagnéticas.

Definição 2 – O que é Óptica Geométrica?

A física é dividida em várias partes dependendo do elemento de estudo, deste modo a Mecânica estuda o Movimento, a Termologia estuda o Calor, e a ÓPTICA estuda a luz.

Desta forma a Óptica Geométrica  é o ramo da Física que estuda um conjunto de fenômenos (chamados de Fenômenos Luminosos) que têm como causa determinante o agente físico Luz.

Para estudarmos a óptica Geométrica, devemos conhecer bem alguns conceitos básicos, como Raio de Luz, Pincel Luminoso e Feixe Luminoso. Todos estes itens da Óptica, veremos a seguir:

– Raio de Luz: É um objeto geométrico (uma linha), que traduz a direção e o sentido de propagação da luz, ou seja, é ele que determina aonde a luz irá “aparecer”.2

 

– Pincel Luminoso: É um conjunto de raios originados de um mesmo ponto e que apresentam uma pequena abertura angular uma relação aos outros.3

– Feixe Luminoso: Se define em um conjunto de raios luminosos, cuja abertura angular entre os raios é relativamente grande, de modo a contemplar uma região ampla do espaço.

Tanto para Feixes ou Pinceis Luminosos, possuímos classificações, que variam de acordo com a sua orientação e de acordo com o ponto referencial. A seguir iremos observar como são estas classificações:

  • Cônico Divergente: Os raios de luz divergem a partir de um único ponto e se espalham pelo ambiente. Como exemplo, temos as lâmpadas acesas ou uma vela também acesa.
  • Cônico Convergente: Os raios de luz convergem para um único ponto P. A luz parte de várias fontes e iluminam um mesmo ponto. Como exemplo para ilustrar este caso, temos as luzes que iluminam um palco de um show, representam um sistema convergente.
  • Cilíndrico: Os raios de Luz são todos paralelos entre si. O Sol, que é uma estrela, tem tamanho muito grande em relação à Terra, neste caso os raios luminosos saem do Sol e chegam a Terra com pouca abertura angular.
  • Fontes de Luz: É todo corpo capaz de emitir luz. A palavra FONTE dá a idéia daquilo que origina ou produz efeito, neste caso aquilo que produz a luz. A luz emitida por este corpo pode, ser própria ou refletida por ele e obedecem a uma classificação:
  • Fontes Primárias: São aquelas que emitem “Luz própria”, isto é, a energia é proveniente de outro tipo de energia, que é transformada em energia radiante luminosa. Essas fontes de luz, por sua vez, podem ser divididas em incandescentes, luminescentes e bioluminescentes.
  • Fontes Incandescentes: São fontes que emitem luz em virtude da transformação de sua energia térmica em energia radiante luminosa. Um exemplo que ilustra essa teoria é o Sol, que possui em sua superfície uma temperatura da ordem de 6000ºC, (quente pra caramba). Ou se você preferir algo mais próximo do nosso dia a dia, temos as Lâmpadas de incandescência (atualmente quase em desuso), cujo filamento de tungstênio, chega a uma temperatura superior a 2000ºC.
  • Fontes Luminescentes: São fontes que emitem Luz, embora neste caso, as temperaturas são relativamente baixas. Dividimos estas fontes em dois tipos:
  • Fontes Fluorescentes: Nesta situação, as fontes emitem luz, enquanto houver a atuação de um agente excitador. Um exemplo são as lâmpadas fluorescentes, que comparadas com as Lâmpadas de incandescência possuem temperaturas muito menores.
  • Fontes Fosforescentes: Neste caso são fontes que emitem luz durante certo tempo mesmo após ter cessado a ação do agente excitador. Exemplos clássicos, deste tipo de fonte são os relógios com mostradores luminosos que permitem a visão no escuro. As substancias depositadas sobre os algarismos absorvem energia luminosa durante o dia e são capazes de emitir tal energia durante a noite

4

  • Fontes Bioluminescentes: Estas fontes tem sua origem nas reações químicas geradas no corpo de alguns animais. Poderemos observar tais reações em algumas formas de inseto, os Vagalumes ou até mesmo animais que vivem nas regiões abissais do fundo do mar.5

Responda agora ao Simulado de Óptica

.