Persistência da violência contra a mulher foi o tema da redação Enem 2015

A informação foi divulgada pelo Ministério da Educação no início da tarde deste domingo (25), logo depois do início das provas, às 13h30

Os estudantes que prestaram as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) neste domingo (25) enfrentaram a redação, além de questões das disciplinas de Português, Literatura, Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), Artes, Educação Física e Matemática.

Enem


O tema da redação “persistência da violência contra a mulher” foi divulgado pelo Ministério da Educação (MEC), no início da tarde, logo após o início das provas, às 13h30.

Fagner Antônio Silva Santana, 30 anos, deixou o local de prova logo depois das duas primeiras horas obrigatórias de permanência. “Acreditava que o tema seria sobre alguma coisa voltada para a política e corrupção”, comentou o candidato. Para ele, as provas de sábado foram mais fáceis, pois as questões estavam mais bem formuladas. Já as de domingo foram mais complicadas. “Na parte de Português, as perguntas acabavam fugindo um pouco do contexto do texto”, criticou.

Matemática foi a matéria com as questões mais difíceis, na opinião de Everton Mayer Polidoro, 17 anos. O estudante que deseja ingressar no curso de Administração está no seu primeiro Enem e avaliou a prova. “Achei bom o tema da redação, por ser bastante atual e a prova de sábado também estava tranquila”, disse Polidoro.

Para Fernanda Contini, 26 anos, o problema foi o tempo fora das salas de aula. “Vim fazer o Enem para me atualizar, já que faz 10 anos da minha primeira tentativa de passar no exame”, relatou a candidata. Em sua opinião o tema da tema da redação não foi tão difícil, mas, em compensação, a prova da Matemática, estava muito complicada, admitiu Fernanda, que deseja atingir a nota de corte para Administração.

Já Fábio Rosa, 30 anos, estudante de Ciências Contábeis em faculdade particular, tem como objetivo fazer uma boa nota no Enem e garantir uma bolsa integral. Para ele, o que mais impressionou foi a maneira como as provas foram conduzidas. “Aquela meia hora de espera para começar a prova é completamente desnecessária e não fui só eu que tive essa opinião, praticamente todos comentavam sobre o assunto”, reclamou o candidato. Além disso, Rosa comentou que os fiscais não avisaram a hora em que os candidatos já poderiam se ausentar da prova, e que cada um podia sentar na carteira de sua preferência, pois não eram numeradas.

Gabarito

A previsão é que até a próxima quarta-feira, dia 28 de outubro, o MEC divulgue os gabaritos oficiais das provas objetivas. Basta acessar o site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) para obter os gabaritos: www.portal.inep.gov.br.

Atrasos

Em diversos locais de prova os portões já estavam programados para fechar automaticamente às 13h
Em diversos locais de prova os portões já estavam programados para fechar automaticamente às 13h

Diferente do primeiro dia de prova, no domingo, último dia do Enem, os candidatos costumam não perder os horários para as provas e ficar aos lamentos nos portões dos locais onde acontecem o exame. Até mesmo porque, os estudantes que já chegaram atrasados no primeiro dia e não conseguiram entrar, não costumam fazer o exame no segundo dia. E, o que se espera e, realmente acontece, é que os candidatos já saibam qual é o tempo de deslocamento até o local, já que foram no dia anterior.

 

Martha Ramos
Post escrito por Martha Ramos. Jornalista formada na Universidade Estácio de Sá em Santa Catarina. Fez Pós-Graduação em Marketing e trabalha com produção de conteúdos para jornais, revistas, empresas e blogs. Face: https://www.facebook.com/martha.ramos.5203