Relações Internacionais: o curso de graduação e o mercado de trabalho

Saiba o que faz o profissional formado em Relações Internacionais. Confira o que se estuda na graduação e quais as oportunidades do mercado de trabalho!

Relações Internacionais é a área que cuida da condução das relações entre povos, nações e empresas nas áreas política, econômica, social, militar, cultural, comercial e do Direito.

O profissional analisa o cenário mundial, investiga mercados, avalia as possibilidades de negócios e aconselha investimentos no exterior. Quem se forma em Relações Internacionais está habilitado a negociar interesses e fazer a intermediação de acordos entre diversas partes, podendo trabalhar para países, estados, prefeituras, empresas privadas e ONGs seja buscando recursos, fechando parceiras ou projetos com diferentes objetivos.relacoes internacionais

Perfil do profissional

Quem pretende cursar Relações Internacionais na faculdade precisa ser bom em Geografia, ter facilidade para aprender idiomas e interesse por Direito, Economia, Política e História. Mente aberta e compreensão global também são características exigidas pela profissão.

Mercado de trabalho

A questão ecológica é aliada da profissão. Ela se tornou discussão no mundo todo e exige uma negociação entre as nações para que o planeta não seja afetado. Como além de meio ambiente, o tema ecológico envolve interesses políticos, sociais e econômicos, um profissional multidisciplinar como o formado em Relações Internacionais, está habilitado a fazer a ponte entre as nações e instituições privadas.

SALÁRIO INICIAL: de R$ 1.500,00 a R$ 1.800,00

O curso de graduação

O currículo do curso de Relações Internacionais se divide em três grandes áreas: Economia, Política e Direito. Durante a graduação de quatro anos, os alunos estudam bastante Sociologia, Economia e História. Questões sobre a guerra e a paz, o papel das organizações internacionais e a integração regional são alguns dos temas tradicionalmente tratados.

Além disso, as aulas práticas colocam os alunos em situações de simulação de negociações políticas, empresariais, comerciais e diplomáticas. Trata-se de uma formação que exige muita leitura e o domínio de línguas estrangeiras – o inglês é indispensável. Na maioria das instituições de ensino é necessário que os estudantes façam estágio em empresas ou instituições públicas ou privadas que possuem atuação internacional. As escolas exigem a realização de um trabalho de conclusão de curso.

Saiba mais sobre o curso e o mercado de trabalho com este vídeo:

E depois da faculdade?

As opções de caminhos que o estudante de Relações Internacionais pode seguir depois de formado são as seguintes: em  agências governamentais (planejando ações dos governos federal, estadual ou municipal nos setores político, econômico, comercial, social e cultural);  como analista internacional (coletando dados e elaborando relatórios sobre a conjuntura internacional para órgãos governamentais, empresas privadas e ONGs, além de participar da elaboração de programas de cooperação com outras nações) ou atuando no comércio exterior (identificando oportunidades de comércio com outros países e intermediar a importação e a exportação de produtos).

ONDE ESTUDAR?
(CURSOS QUE FORAM CLASSIFICADOS COMO 5 ESTRELAS PELO GUIA DO ESTUDANTE)

– Universidade de Brasília (UnB) – Brasília, DF

– Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) – Rio de Janeiro, RJ

recomendações MEC - Guia de Profissões

Curso Enem Gratuito 2019

Já estão abertas as inscrições online para o Curso Enem Gratuito, com todas as matérias que caem no Exame. Você começa com a seleção dos 10 temas que mais caem nas provas. Cada tema tem uma aula com vídeos, exercícios resolvidos, e um Simulado também. Vem!