Faltam:
para o ENEM

Biologia: Esquistossomose – Revise esta verminose!

A esquistossomose é uma verminose relacionada à falta de higiene e saneamento básico. Então, fique ligado neste post, pois questões sobre o assunto adoram aparecer no Enem e vestibulares!

A esquistossomose atinge cerca de 200 milhões de pessoas no planeta, matando milhares todos os anos. É conhecida popularmente conhecida por barriga-d’água ou bilharíaze. A esquistossomose ocorre em todo o planeta, principalmente em regiões tropicais, e é causada por vermes platelmintos da Classe Trematoda. No Brasil, o verme causador da esquistossomose é o Schistosoma mansoni. Este verme tem como hospedeiros definitivos os seres humanos (pois é onde realiza sua reprodução sexuada), porém necessita dos caramujos do gênero Biomphalaria como hospedeiros intermediários para concluírem seu ciclo vital. A esquistossomose é uma doença crônica grave, diretamente relacionada à falta de saneamento básico e, principalmente por isso, pode aparecer no Enem e nos vestibulares. Como você sabe, o Enem adora cobrar questões que relacionam a degradação do ambiente com a saúde humana, sendo assim, a esquistossomose é “um prato cheio” para boas questões de Biologia. Então, vamos revisar a esquistossomose?

Dica 1: Antes de continuar estudando a esquistossomose, que tal revisar as principais características do Filo dos Platelmintos? Então, veja este post com dicas da professora Juliana Evelyn dos Santos: https://blogdoenem.com.br/biologia-filo-platelmintos/

Para iniciar sua revisão, veja esta vídeo-aula divertida do professor Paulo Jubilut do canal Biologia Total do Youtube:

E aí, gostou do vídeo? Legal, não é? Então, para tirar todas as suas dúvidas, veja o resumo que preparamos para você:

Características do verme: Os esquistossomos são animais que possuem forte dimorfismo sexual. Isso quer dizer que machos e fêmeas possuem formatos de corpo diferentes. O macho possui formato de “bananinha” e com um sulco no ventre (chamado de ginecóforo), onde a fêmea, mais alongada e delgada, se aloja durante a reprodução. A fêmea mede cerca de 1,5cm e o macho 1cm. Veja a “lindeza” dos esquistossomos na imagem a seguir:

Esquistossomose

Dica 2: Que tal revisar as principais características gerais do Reino dos Animais? Então, veja este super post com vídeo-aula divertida do professor Paulo Jubilut e dicas da professora Juliana Evelyn dos Santos: https://blogdoenem.com.br/biologia-reino-animais/

Ciclo de vida dos esquistossomos: Os ovos do verme são eliminados juntamente com as fezes da pessoa contaminada. Esses ovos precisam chegar a ambientes de água doce como rios e lagos onde vivam caramujos do gênero Biomphalaria. Dos ovos, saem larvas ciliadas, chamadas de miracídios. Estas larvas precisam penetrar em um caramujo para amadurecerem e se transformarem em outra larva: a cercária. A cercária é uma larva com formato de seta e que tem a capacidade de penetrar na pele de pessoas que entrem em contato com a água contaminada (caminhando ou tomando banho, por exemplo). Após penetrarem na pele, as larvas transformam-se em “schistosumulas” que entram na corrente sanguínea e migram para o fígado onde irão se transformar nas formas adultas. Quando adultos, os vermes migram para os vasos sanguíneos dos intestinos e do fígado. Lá se reproduzem e a fêmea migra para o intestino e coloca seus ovos, reiniciando o ciclo. Está complicado? Então veja o esquema a seguir:

Esquistossomose

Dica 3: Estude também o Filo dos Poríferos! Para isso, veja este super post, com dicas da professora Juliana Evelyn dos Santos e vídeo-aula do professor Paulo Jubilut: https://blogdoenem.com.br/biologia-reino-animais-poriferos/

Sintomas da esquistossomose: Na fase aguda da esquistossomose, que se segue à infecção, a pessoa pode ter coceira nos locais onde as cercárias penetraram, tosse, enjoos, febre, vômitos e emagrecimento. Na fase crônica desta verminose, o doente pode ter episódios de diarreia seguida de prisão de ventre, aumento e inflamação do fígado e do baço, cirrose, hemorragias nos vasos do sistema digestório com liberação de sangue nas fezes e a barriga d’água, um inchaço da barriga que ocorre por conta do vazamento de plasma sanguíneo para o abdômen.

Diagnóstico da esquistossomose: O diagnóstico da esquistossomose é feito através de um simples exame de fezes investigando a presença dos ovos do verme ou de biópsia do intestino.

Prevenção da esquistossomose: A prevenção da esquistossomose é simples: pode-se prevenir esta verminose através de higiene pessoal, medidas de saneamento básico e evitando o contato com água represada ou de enxurradas. Além disso, é possível também fazer o controle dos caramujos Biomphalaria, hospedeiro intermediário do esquistossomo.

Agora que você já sabe tudo sobre a esquistossomose, que tal testar seus conhecimentos?

1) (UEL) Uma das principais medidas de controle do ‘Schistosoma mansoni’, causador da esquistossomose, é

a) tratamento de cães e gatos parasitados.

b) eliminação dos caramujos transmissores.

c) destruição dos criadouros de larvas de mosquitos.

d) inspeção rigorosa da carne nos abatedouros.

e) campanha contra construção de casas de barro ou de pau-a-pique.

Resposta: B.

2) (UnirRio) O Schistosoma mansoni provoca, no homem, a esquistossomose, que é uma doença muito comum no Brasil.

Sabemos que o homem é o hospedeiro definitivo e que a profilaxia dessa doença pode ser feita tratando-se os esgotos, evitando-se o contato com águas infestadas e tentando-se eliminar os caramujos transmissores.

O filo e a classe do agente causador da esquistossomose são, respectivamente:

a) Platyhelminthes e a Trematoda.

b) Platyhelminthes e a Turbellaria.

c) Cnidária e a Hidrozoa.

d) Cnidária e a Turbellaria.

e) Cnidária e a Trematoda.

3) (PUC –MG) A doença cujo ciclo é representado a seguir é velha conhecida da humanidade. Pelo menos tão antiga quanto a civilização egípcia, essa doença causada pelo verme Schistosoma mansoni é hoje um dos maiores problemas de saúde pública em vários países tropicais. O saneamento básico insatisfatório facilita a transmissão do parasita que no Brasil é mais comum no Nordeste e no norte de Minas Gerais, mas todos os estados têm áreas afetadas.

Esquistossomose

Com base na figura e em seus conhecimentos, é correto afirmar, EXCETO:

a) Em C ocorre reprodução assexuada no hospedeiro intermediário.

b) Uma única “larva II”, denominada cercaria, que entre pela pele do homem é capaz de realizar autofecundação e botar ovos.

c) O saneamento básico não impede a multiplicação do caramujo, cuja erradicação poderia ser uma medida preventiva.

d) A pesquisa de ovos do verme acima, nas fezes do hospedeiro vertebrado, pode ser utilizada para o diagnóstico da esquistossomose.

Resposta: B.

Dica 4: Precisa revisar mais conteúdos de biologia? Veja os vídeos de Biologia da Khan Academy já traduzidos para o Português pela equipe da Fundação Lemann no http://www.fundacaolemann.org.br/khanportugues/#videos
Dica 5: Quer treinar seus conhecimentos em Biologia? Baixe esta apostila de biologia gratuitamente! https://blogdoenem.com.br/biologia-enem-apostila-gratuita/
Juliana Biologia Enem
Os textos e exemplos acima foram preparados pela professora Juliana Santos para o Blog do Enem. Juliana é formada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Santa Catarina. Dá aulas de Ciências e Biologia em escolas da Grande Florianópolis desde 2007. Facebook: https://www.facebook.com/juliana.evelyndossantos.