Revise os vírus com a Khan Academy – Biologia Enem

Confira esta revisão e detone em Biologia no Enem!

Os vírus são extremamente fascinantes. Eles obscurecem a fronteira entre o que é um ser vivo e o que não é. Para se dar bem no Enem e nos vestibulares, revise aqui com aula da Khan Academy!

Os vírus não têm metabolismo próprio, não podem se reproduzir sem o auxílio de uma célula que parasitam e não têm células. Tudo isso, faz com que alguns autores não o considerem como seres vivos. Eles são essencialmente formados por uma cápsula de proteínas (o capsídeo) que protege seu material genético (RNA ou DNA). Apesar de sua “simplicidade”, eles podem causar grandes “estragos” na saúde dos seres vivos. Além disso, adoram aparecer nas questões de Biologia do Enem e dos vestibulares. Vamos revisar?

Dica 1: Antes de continuar estudando os vírus, que tal revisar um pouquinho de taxonomia e nomenclatura científica? Então, veja este super post com aulas da Khan Academy e dicas da professora Juliana Santos: https://blogdoenem.com.br/biologia-taxonomia-nomenclatura/

Para introduzir o conteúdo, veja esta super vídeo-aula da Khan Academy sobre os vírus:

E aí, gostou do vídeo? Beleza! Agora, para arrasar nas questões de Biologia do Enem e dos Vestibulares sobre os vírus, fique ligado neste post bacaninha que preparamos para você:

Estrutura dos vírus: Como disse anteriormente, os vírus são acelulares (não têm células). São formados por uma cápsula de proteínas – o capsídeo, formada de várias subunidades – os capsômeros.  Dentro do capsídeo há uma ou mais moléculas de ácido nucléico, ou DNA ou RNA. Alguns vírus mais complexos podem ser “envelopados”, pois carregam parte das membranas dos hospedeiros anteriores, por isso, terão também lipídios e glicoproteínas os revestindo.

Vírus

Dica 2: Está com dúvidas sobre evolução? Revise as principais diferenças entre as teorias de Darwin e Lamrarck! Veja este super post com dicas da professora Juliana Santos: https://blogdoenem.com.br/biologia-evolucao-darwin-lamarck/

Reprodução: Os vírus não possuem maquinarias celulares, por isso, não têm metabolismo próprio e, assim, não conseguem produzir substâncias para reproduzir novos vírus. Sendo assim, eles OBRIGATORIAMENTE precisam parasitar uma célula (parasitas intracelulares obrigatórios) e “escravizá-la” para que esta célula hospedeira replique novos vírus.

Um dos ciclos virais mais estudados é o do bacteriófago (vírus que ataca bactérias), pois ele é facilmente cultivado em laboratório. Para se reproduzir, o vírus encaixa uma proteína de sua cápsula em uma proteína de superfície da bactéria (os vírus geralmente possuem proteínas que imitam substâncias que as células estão acostumadas a deixarem passar por suas membranas). Logo após, ele injeta seu material genético dentro da bactéria, deixando o capsídeo de fora.

Uma enzima presente no bacteriófago destrói o DNA da bactéria e o DNA do vírus se multiplica, utilizando os nucleotídeos da bactéria. Dessa maneira, a maquinaria celular da hospedeira irá passar a “obedecer” o DNA viral, produzindo as estruturas necessárias para montar novos vírus.  São produzidos vários novos vírus que, por fim, destroem a membrana da bactéria e vão invadir novas células. Este ciclo é chamado de ciclo lítico.

Os bacteriófagos e outros vírus podem também realizar outro ciclo reprodutivo – o lisogênico. Neste ciclo, o DNA viral é incorporado ao DNA bacteriano, que ao realizar reprodução assexuada, multiplica também o DNA viral. A partir do ciclo lisogênico, pode começar a ocorrer o ciclo lítico.  Como você pode perceber, quando estão dentro das células, os vírus apresentam certas propriedades de seres vivos. Fora delas, permanecem inertes, como partículas inanimadas.

Vírus

Dica 3: Que tal estudar evolução e dar uma revisada nas ideias de Darwin e a seleção natural? Então, dê uma espiada neste post sobre darwinismo (tem aulas da Khan Academy e dicas da professora Juliana Santos):https://blogdoenem.com.br/biologia-evolucao-darwinismo/

Como nosso organismo se defende contra os vírus? Nosso organismo, após o contato com qualquer vírus, irá produzir anticorpos e interferons (proteínas especificas contra vírus). Porém, essa defesa só é produzida alguns dias após o contato inicial com os vírus e, em alguns casos, essa defesa pode vir tarde demais.

Por isso, existem as vacinas, que estimulam artificialmente o sistema imunológico, fazendo com que ele produza os anticorpos antecipadamente. Há poucos medicamentos que agem contra os vírus, como os contra a herpes e contra a Aids, que interferem no ciclo viral.

Os antibióticos, por exemplo, não causam efeito algum nos vírus. Em alguns casos, há a possibilidade do uso de soros, que já contêm os anticorpos contra determinado vírus.

Agora que você já sabe tudo sobre a estrutura e funcionamento dos vírus, que tal testar os seus conhecimentos?

1) (Vunesp) Os vírus são organi08smos obrigatoriamente parasitas, uma vez que só se reproduzem quando no interior de seus hospedeiros. Sobre os vírus, é correto afirmar que:

a) apresentam características fundamentais dos seres vivos: estrutura celular, reprodução e mutação.

b) são seres maiores que as bactérias, pois não atravessam filtros que permitem a passagem de bactérias.

c) são formados por uma carapaça proteica envolvendo o retículo rugoso com ribossomos utilizados na síntese de sua carapaça.

d) são todos parasitas animais, pois não atacam células vegetais.

e) podem desempenhar funções semelhantes aos antibióticos, ocasionando ― lise bacteriana‖, e impedir a reprodução das bactérias.

Resposta: E.

2)  (UNAERP-SP) A classificação dos vírus como seres vivos é muito discutida. A característica encontrada em alguns dos seres vivos que os vírus não possuem é:

a) ser constituídos de ácidos nucléicos e proteínas.

b) ser capazes de auto reprodução limitada.

c) apresentar estrutura celular com carioteca e citoplasma.

d) agir como parasitas intracelulares obrigatórios.

e) parasita células tanto animais e vegetais quanto bactérias.

Resposta: C.

3) (UFJF-JULHO/2003) Os vírus não são considerados células porque:

a) possuem somente um cromossomo e são muito pequenos.

b) não possuem mitocôndrias e o retículo endoplasmático é pouco desenvolvido.

c) não têm membrana plasmática nem metabolismo próprio.

d) parasitam plantas e animais e dependem de outras células para sobreviver.

e) seu material genético sofre muitas mutações e é constituído apenas por RNA.

Resposta: C.

Dica 4: Precisa revisar mais conteúdos de biologia? Veja os vídeos de Biologia da Khan Academy já traduzidos para o Português pela equipe da Fundação Lemann no http://www.fundacaolemann.org.br/khanportugues/#videos
Dica 5: Quer treinar seus conhecimentos em Biologia? Baixe esta apostila de biologia gratuitamente! https://blogdoenem.com.br/biologia-enem-apostila-gratuita/

Os textos e exemplos acima foram preparados pela professora Juliana Santos para o Blog do Enem. Juliana é formada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Santa Catarina. Dá aulas de Ciências e Biologia em escolas da Grande Florianópolis desde 2007. Facebook: https://www.facebook.com/juliana.evelyndossantos .

 Juliana Biologia Enem

Agora que você já sabe tudo sobre Vírus, que tal conhecer nossa rede de blogs?

Blog do Fies | Blog do Prouni | Blog do Sisu

Gostou do post? Use os botões abaixo e ao lado para espalhar por suas redes sociais.

Facebook: /RedeEnem (Clique AQUI para saber como receber TUDO sobre o Enem)
Twitter: @RedeEnem | Canal no Youtube: Rede Enem | Google+ : Rede Enem