AIDS, Dengue, Zika e outros vírus na Biologia do Enem. Veja aula gratuita

O tema dos vírus está sempre em alta para cair no Enem ou nos vestibulares. A sociedade mundial toma sustos com o Ebola, o HIV, o Zika e outros vírus com alto poder de infestação e com potencial de consequências gravíssimas, podendo levar à morte. Veja nesta aula o essencial sobre a natureza dos vírus.

Os vírus são extremamente fascinantes. Eles obscurecem a fronteira entre o que é um ser vivo e o que não é. Para se dar bem no Enem e nos vestibulares, revise aqui com a professora Juliana e vídeos da Khan Academy!

Os vírus não têm metabolismo próprio, não podem se reproduzir sem o auxílio de uma célula que parasitam e não têm células. Tudo isso, faz com que alguns autores não o considerem como seres vivos.

Eles são essencialmente formados por uma cápsula de proteínas (o capsídeo) que protege seu material genético (RNA ou DNA). Apesar de sua “simplicidade”, eles podem causar grandes “estragos” na saúde dos seres vivos. Além disso, adoram aparecer nas questões de Biologia do Enem e dos vestibulares.

A Estrutura dos vírus:

Os vírus são acelulares (não têm células). São formados por uma cápsula de proteínas – o capsídeo, formada de várias subunidades – os capsômeros. Dentro do capsídeo há uma ou mais moléculas de ácido nucléico, ou DNA ou RNA.

Alguns vírus mais complexos podem ser “envelopados”, pois carregam parte das membranas dos hospedeiros anteriores.Vírus

E, exatamente por isso, por carregarem parte das membranas dos hospedeiros anteriores, terão também lipídios e glicoproteínas os revestindo.

A Reprodução dos vírus:

Os vírus não possuem maquinarias celulares, por isso, não têm metabolismo próprio e, assim, não conseguem produzir substâncias para reproduzir novos vírus. Sendo assim, eles OBRIGATORIAMENTE precisam parasitar uma célula (parasitas intracelulares obrigatórios) e “escravizá-la” para que esta célula hospedeira replique novos vírus.

Um dos ciclos virais mais estudados é o do bacteriófago (vírus que ataca bactérias), pois ele é facilmente cultivado em laboratório. Para se reproduzir, o vírus encaixa uma proteína de sua cápsula em uma proteína de superfície da bactéria.

Os vírus geralmente possuem proteínas que imitam substâncias que as células estão acostumadas a deixarem passar por suas membranas. Logo após, ele injeta seu material genético dentro da bactéria, deixando o capsídeo de fora.

Uma enzima presente no bacteriófago destrói o DNA da bactéria e o DNA do vírus se multiplica, utilizando os nucleotídeos da bactéria. Dessa maneira, a maquinaria celular da hospedeira irá passar a “obedecer” o DNA viral, produzindo as estruturas necessárias para montar novos vírus.  São produzidos vários novos vírus que, por fim, destroem a membrana da bactéria e vão invadir novas células. Este ciclo é chamado de ciclo lítico.

Os bacteriófagos e outros vírus podem também realizar outro ciclo reprodutivo – o lisogênico. Neste ciclo, o DNA viral é incorporado ao DNA bacteriano, que ao realizar reprodução assexuada, multiplica também o DNA viral.VírusA partir do ciclo lisogênico, pode começar a ocorrer o ciclo lítico.  Como você pode perceber, quando estão dentro das células, os vírus apresentam certas propriedades de seres vivos. Fora delas, permanecem inertes, como partículas inanimadas.

O vírus HIV-AIDS

Entenda como funciona o vírus HIV que provoca a doença da AIDS (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida).  Ao contrário do que se considerava no período de sua descoberta, a  doença da Aids não escolhe apenas pessoas de grupos de risco. Todos que se expõem ao vírus estão sujeitos ao contágio.

No Brasil, na segunda metade da década de 2000, o grupo com o maior crescimento da doença é o de jovens masculinos que não se protegem para fazer sexo. Os programas de controle e de prevenção são chamados de HIV Aids.

AIDS Não tem cura – O vírus HIV, que transmite e provoca os sintomas e as consequências advindas da Aids não tem ainda vacina desenvolvida, e a única garantia contra ele é uma proteção eficiente.

Após a contaminação pelo vírus e com a manifestação dos primeiros sintomas da Aids a medicação para tentar controlar o vírus HIV e tentar reduzir ou retardar os efeitos da doença da Aids para prolongar a vida do paciente  é muito pesada, e com graves efeitos colaterais. Os medicamentos seguem em aperfeiçoamento, mas ainda não existe a cura.

Como nosso organismo se defende contra os vírus?

Nosso organismo, após o contato com qualquer vírus, irá produzir anticorpos e interferons (proteínas especificas contra vírus). Porém, essa defesa só é produzida alguns dias após o contato inicial com os vírus e, em alguns casos, essa defesa pode vir tarde demais.

Por isso, existem as vacinas, que estimulam artificialmente o sistema imunológico, fazendo com que ele produza os anticorpos antecipadamente. Há poucos medicamentos que agem contra os vírus, como os contra a herpes e contra a Aids, que interferem no ciclo viral.

Os antibióticos, por exemplo, não causam efeito algum nos vírus. Em alguns casos, há a possibilidade do uso de soros, que já contêm os anticorpos contra determinado vírus.

Entenda o que é o Zíka vírus e a Microcefalia

É um vírus envelopado, com uma molécula de RNA como material genético. O zika vírus, endêmico de alguns países da África e do sudeste da Ásia, foi descrito pela primeira vez em 1947 em um macaco Rhesus na floresta de Zika, em Uganda. Na década seguinte, vários estudos registraram a presença do vírus em humanos de regiões próximas.

No Brasil há uma emergência diferenciada em relação ao Zika vírus, pois pela primeira vez nos registros da litratura médica há o fenômeno em escala da Microcefalia ocorrendo nos fetos de grávidas que contraem a doença durante a gestação.

É uma tragédia social e de saúde pública, porque a Microcefalia não tem cura.Veja aqui um vídeo especial preparado pela professora Juliana Evelyn Santos, para você compreender os mecanismos de transmissão dos vírus que o Aedes Aegpti carrega.

A expansão da Microcefalia no Brasil e na América do Sul levou os Estados Unidos a distribuir um alerta no começo de 2016 para que mulheres grávidas não viajassem ao Brasil.

Dica 1: Antes de concluir sobre os vírus, que tal revisar um pouquinho de taxonomia e nomenclatura científica? Então, veja este super post com aulas da Khan Academy e dicas da professora Juliana Santos: https://blogdoenem.com.br/biologia-taxonomia-nomenclatura/

Aula Gratuita sobre vírus

Para revisar o conteúdo, veja esta super vídeo-aula da Khan Academy sobre os vírus:

Exercícios sobre Vírus para o Enem

E aí, gostou do vídeo? Beleza! Agora, para arrasar nas questões de Biologia do Enem e dos Vestibulares sobre os vírus, fique ligado nestes exercícios que preparamos para você:

1) (Vunesp) Os vírus são organismos obrigatoriamente parasitas, uma vez que só se reproduzem quando no interior de seus hospedeiros. Sobre os vírus, é correto afirmar que:

a) apresentam características fundamentais dos seres vivos: estrutura celular, reprodução e mutação.

b) são seres maiores que as bactérias, pois não atravessam filtros que permitem a passagem de bactérias.

c) são formados por uma carapaça proteica envolvendo o retículo rugoso com ribossomos utilizados na síntese de sua carapaça.

d) são todos parasitas animais, pois não atacam células vegetais.

e) podem desempenhar funções semelhantes aos antibióticos, ocasionando ― lise bacteriana‖, e impedir a reprodução das bactérias.

Resposta: E.

2)  (UNAERP-SP) A classificação dos vírus como seres vivos é muito discutida. A característica encontrada em alguns dos seres vivos que os vírus não possuem é:

a) ser constituídos de ácidos nucléicos e proteínas.

b) ser capazes de auto reprodução limitada.

c) apresentar estrutura celular com carioteca e citoplasma.

d) agir como parasitas intracelulares obrigatórios.

e) parasita células tanto animais e vegetais quanto bactérias.

Resposta: C.

3) (UFJF-JULHO/2003) Os vírus não são considerados células porque:

a) possuem somente um cromossomo e são muito pequenos.

b) não possuem mitocôndrias e o retículo endoplasmático é pouco desenvolvido.

c) não têm membrana plasmática nem metabolismo próprio.

d) parasitam plantas e animais e dependem de outras células para sobreviver.

e) seu material genético sofre muitas mutações e é constituído apenas por RNA.

Resposta: C.

Dica 4: Precisa revisar mais conteúdos de biologia? Veja os vídeos de Biologia da Khan Academy já traduzidos para o Português pela equipe da Fundação Lemann no http://www.fundacaolemann.org.br/khanportugues/#videos
Dica 5: Quer treinar seus conhecimentos em Biologia? Baixe esta apostila de biologia gratuitamente! https://blogdoenem.com.br/biologia-enem-apostila-gratuita/

Os textos e exemplos acima foram preparados pela professora Juliana Santos para o Blog do Enem. Juliana é formada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Santa Catarina. Dá aulas de Ciências e Biologia em escolas da Grande Florianópolis desde 2007. Facebook: https://www.facebook.com/juliana.evelyndossantos .

 Juliana Biologia Enem