Biotecnologia: veja o curso de graduação e o mercado de trabalho

Você gosta de ciências? Pensa em trabalhar em áreas avançadas? Então, antes de escolher sua profissão, pesquise e descubra como é o mercado de trabalho e quais são as principais oportunidades. Hoje você vai conhecer tudo sobre o curso de graduação em Biotecnologia!

Biotecnologia é o ramo que faz a aplicação de conhecimentos biológicos e químicos, além de novas tecnologias nas mais diversas áreas, como química, saúde, ambiental e de alimentos. Ou seja, a biotecnologia é a ciência que funde química, biologia e engenharia, formando um profissional multidisciplinar. Conheça um pouco mais sobre a graduação em Biotecnologia, o perfil do biotecnólogo e como é o mercado de trabalho da área.

Quem é o biotecnólogo?

Curso de graduação em BiotecnologiaO egresso do curso de graduação em Biotecnologia é um profissional multidisciplinar, que não entende apenas de Química ou Biologia, mas também de Informática, Física e Estatística. O profissional pode trabalhar em diversas áreas diferentes e o seu perfil varia de acordo com a área escolhida. Em geral, o biotecnólogo pode trabalhar nos setores industrial ou agrícola ou nas áreas de meio ambiente e saúde.

Ao optar pelo setor agrícola, o profissional desenvolve plantas modificadas geneticamente para serem resistentes a condições climáticas ou resistentes a pragas. Já no setor industrial, o profissional pode ser responsável por criar fontes alternativas de biocombustível, por exemplo.

Dica 1: Conheça detalhes sobre os cursos, seus mercados de trabalho e dicas de estudo que o Blog do Enem selecionou para você: https://blogdoenem.com.br/guia-de-cursos-e-profissoes/ 

O curso de graduação em Biotecnologia

A graduação em Biotecnologia dura entre 4 a 5 anos. No início do curso, as matérias cursadas são mais gerais, como Biologia, Química, Cálculo e Física. A partir do terceiro ano do curso, ele passa a ser composto por matérias mais práticas, em laboratórios de biologia ou de química. Entre as matérias mais específicas há Biossegurança, Tecnologia de Produção de Vacinas e Melhoramento Genético.

O estágio é obrigatório, bem como o projeto de conclusão de curso. O curso é recomendado para pessoas curiosas e persistentes, já que muitas pesquisas podem demorar anos para serem concluídas ou para começarem a dar resultados.

Dica 2: Já escolheu a sua profissão? Veja aqui as 10 melhores e as 10 piores profissões para conseguir emprego e ter um bom salário: https://blogdoenem.com.br/profissao-lista-das-10-piores/

Cursos de Biotecnologia na avaliação do Enade

O conceito do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) leva em conta uma série de critérios, como o desempenho dos estudantes do curso em uma prova realizada anualmente, o corpo docente, a infraestrutura e os recursos didático-pedagógicos, além dos programas de pós-graduação. Todos são sintetizados em um único indicador, que varia de 1 a 5. Os cursos com nota acima de 3 são considerados satisfatórios pelo Ministério da Educação.

  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS);
  • Universidade de Ribeirão Preto (UNAERP);
  • Universidade de São Carlos (UFSCAR);
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP);
  • Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Quer conhecer outros cursos de Biotecnologia com conceito 5 ou checar o conceito de cursos de outras instituições do país? Acesse http://emec.mec.gov.br/ e faça a busca por estado no mapa ou a busca textual pelo nome da instituição, pelo nome do curso, conceito no Enade e muitos outros critérios!

Dica 3: Tirar uma nota boa no Enem faz toda a diferença na sua vida. Pode abrir as portas da universidade e do mundo. Estude com as apostilas e aulas gratuitas que o Blog do Enem selecionou para você: https://blogdoenem.com.br/apostilas-gratis/

Curso de graduação em Biotecnologia

O mercado de trabalho para o biotécnologo

O mercado de trabalho de Biotecnologia está em constante crescimento no Brasil. De acordo com a ONU, a população do mundo deve chegar a 9 bilhões de pessoas até 2050 e é preciso que a produção de alimentos aumente para nutrir todas essas pessoas.

Segundo essa pesquisa, a produção deve aumentar 70% e esse aumento está na mão dos biotecnólogos. Áreas de medicamentos, conservação de espécies, biocombustíveis, melhoramento genético animal e meio ambiente também fazem parte do mercado de trabalho da profissão.

O mercado de trabalho é mais amplo nas regiões sudeste e sul do país, principalmente em São Paulo, Minas Gerais, Paraná e Rio Grande do Sul. A biodiversidade das regiões Norte e Nordeste, entretanto, também tem oferecido boas oportunidades. O salário médio inicial para o profissional da área é de R$ 1.800,00.

Dica 4: Fazer um curso superior ajuda a mudar a sua história de vida. Veja como cresce o salário a cada nível de ensino concluído. Quem termina faculdade ganha 144% a mais do que os colegas que param no Ensino Médio: https://blogdoenem.com.br/curso-superior-rende-mais-ensino-medio/

A Universidade Federal de Goiás (UFG) preparou um vídeo sobre o seu curso de graduação em Biotecnologia. Confira:

O perfil do profissional após a formação

O perfil do profissional recém-formado vai variar de acordo com a área que ele pretende trabalhar. Ao trabalhar na área de saúde, por exemplo, ele deve atuar no combate e prevenção de infecções hospitalares e na produção de vacinas e medicamentos.
Na área do meio ambiente, o profissional deve fazer pesquisa sobre a contaminação do solo, água e ar, da poluição e recuperação de solos. No agronegócio, é necessário pesquisar e melhorar técnicas de combate de doenças e pragas.

Post escrito por Natália Marinho, formada em Comunicação Social – Jornalismo. Trabalha com produção de conteúdo, revisão e manutenção de redes sociais. Já trabalhou para empresas como Submarino Viagens, Americanas, Compara Online, Beleza na Web e Yahoo!