Carboidratos: o cérebro adora os açúcares. É Biologia no Enem. Veja.

Os glicídios ou carboidratos são nutrientes essenciais para a obtenção de energia.  Você conhece a estrutura dos carboidratos? Então revise Biologia aqui, com o Blog do Enem!

A maior parte das pessoas adora comer doces. Isso não é apenas gulodice. Veja as razões e os motivos nesta aula para o Enem.

O nosso cérebro AMA  verdadeiramente a ingestão de açúcares. O cérebro ‘adora’ os açúcares, pois são eles que constituem nossa principal fonte de energia. Isto porque os carboidratos são facilmente oxidados e quebrados pelas células, liberando energia.

Além da função energética, alguns carboidratos compõem certas estruturas dos seres vivos, como partes da glicocálix (estrutura externa das membranas) e dos ácidos nucleicos. Você conhece a estrutura dos carboidratos? Não? Então revise os glicídios com o Blog do Enem e arrase nas questões de biologia do Enem e dos vestibulares!  carboidratos-call

Onde os carboidratos são encontrados? A maior parte dos alimentos ricos em carboidratoséde origem vegetal. Em geral, as células vegetais armazenam glicídios na forma de grãos de amido, como ocorre na batata e no arroz, ou ainda em moléculas dissolvidas em água, como o que ocorre nas frutas. Podemos, então encontrar carboidratos nas frutas, pães, massas e doces.

Monossocarídeos:

Os monossacarídeos são também chamados de açúcares simples ou oses. São os açúcares mais simples e não são quebrados pela digestão (intra ou extracelular).

São classificados de acordo com o número de átomos de carbono: trioses (com três átomos), tetroses (com quatro átomos), pentoses (com cinco átomos) e hexoses (com seis átomos).

Entre os monossacarídeos, podemos destacar a ribose e a desoxirribose, presente nos ácidos nucleicos; a glicose e a frutose, encontrada em frutas; e a galactose, encontrada no leite.

Carboidratos - Revisão de Biologia para o Enem

Os glicídios podem ser cassificados de acordo com o tamanho das moléculas:

Glicídios

Dissacarídeos: Os dissacarídeos (um dos grupos de oligossacarídeos) são açúcares formados a partir da união de dois monossacarídeos. Para ligar duas moléculas de monossacarídeos, há a liberação de uma molécula de água.

Esta ligação é chamada de ligação glicosídica. Alguns exemplos de dissacarídeos são: a lactose (glicose + galactose), encontrada no leite; a sacarose (glicose + frutose) encontrada na beterraba e na cana de açúcar; e a maltose (glicose + glicose) encontrada em cereais.

Tipos de Carboidratos - Biologia

Polissacarídeos:

Os polissacarídeos são polímeros, ou seja, grandes moléculas formadas por uma grande quantidade de peças – os monômeros–unidas. Assim, os polissacarídeos são açúcares formados por uma grande quantidade de monossacarídeos unidos. Dentre os polissacarídeos, podemos destacar alguns de maior frequência na natureza:

Amido: Também chamado de amilo, o amido é a principal maneira que os vegetais têm para reservar energia. O amido é formado por mais de mil moléculas de glicose unidas. O acúmulo de amido reservado nas células vegetais pode ser visualizado através de microscópio óptico na forma de pequenos grãos, quando tratados com iodo.

Glicogênio: O glicogênio é a reserva de glicose nos animais. Assim como o amido, o glicogênio é formado por uma longa cadeia de glicose, porém, com menos monômeros e mais ramificada.

– Celulose: A celulose é o carboidrato mais abundante da natureza. É encontrada compondo a parede celular das células vegetais. A celulose é formada de mais de dez mil moléculas de glicose.

– Quitina: A quitina é um polissacarídeonitrogenado encontrado na parede celular de células fúngicas e no exoesqueleto dos artrópodes.

– Ácido hialurônico: Este carboidrato é encontrado entre as células de animais, formando uma espécie de cola.

Dica 1: Antes de continuar a estudar as doenças causadas pela falta de sais minerais, que tal revisar a função dos vários sais minerais em nosso organismo? Então veja este post com videoaula do professor Paulo Jubilut.

Dica 2:Estude também a água – o principal componente inorgânico das células! Veja este super post com videoaula do professor Paulo Jubilut.

Aula Gratuita

Antes de fazer os exercícios abaixo complete a sua revisão para dar uma fixada no conteúdo, que tal ver  com esta uma super videoaula do professor Paulo Jubilut, do canal Biologia Total do Youtube?

E aí, curtiu o vídeo? Legal, não é? Agora que você já sabe tudo sobre os carboidratos, que tal testar seus conhecimentos?

(UFRS 2006) Os carboidratos, moléculas constituídas, em geral, por átomos de carbono, hidrogênio e oxigênio, podem ser divididos em três grupos: monossacarídeos, oligossacarídeos e polissacarídeos.

A coluna I, a seguir, apresenta três grupos de carboidratos, e a II, alguns exemplos desses carboidratos.

Associe adequadamente a segunda coluna à primeira.

COLUNA I

  1. Monossacarídeo
  2. Oligossacarídeo
  3. Polissacarídeo

COLUNA II

( ) sacaros
( ) amido
( ) galactose
( ) desoxirribose
( ) quitina
( ) maltose

A sequência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é

a) 2 – 3 – 1 – 1 – 3 – 2.
b) 3 – 1 – 3 – 2 – 2 – 1.
c) 1 – 2 – 2 – 3 – 1 – 3.
d) 2 – 1 – 2 – 2 – 3 – 1.
e) 1 – 3 – 1 – 3 – 2 – 2.

Resposta: A.

Juliana Biologia Enem
Os textos e exemplos acima foram preparados pela professora Juliana Santos para o Blog do Enem. Juliana é formada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Santa Catarina. Dá aulas de Ciências e Biologia em escolas da Grande Florianópolis desde 2007. Facebook: https://www.facebook.com/juliana.evelyndossantos.