Enem: Inep registra aumento no número de inscritos em unidades prisionais

O crescimento em relação ao ano anterior é de 19%

45,5 mil candidatos estão inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio para pessoas privadas de liberdade (Enem PPL) de 2015, segundo informações divulgadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Este número representa um aumento de 19% no número de inscritos, em relação ao ano passado, que, de acordo com o Portal Brasil e o Ministério da Educação, recebeu em 2014, 38,1 mil inscrições de pessoas privadas de liberdade.

Podem participar das provas, somente os presos que se encontram em instituições com termo de compromisso firmado no Inep. As provas acontecem nos dias 1º e 2 de dezembro nas unidades de internação, para os casos de jovens que cumprem medidas socioeducativas, e também nos presídios. As inscrições foram realizadas via internet, pelos responsáveis pedagógicos de cada instituição.

Como pode ser usada a nota do Enem?

A nota da prova do Enem pode ser usada para obter a certificação do Ensino Médio, sendo que, nesse caso, a solicitação já deve ser feita no ato da inscrição. Além disso, a nota pode ser usada para o ingresso em cursos de nível superior tanto pelo Programa Universidade para Todos (ProUni), quanto pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

Para obter a certificação, os candidatos devem ter pelo menos 18 anos e alcançar o mínimo de 500 pontos na redação, além de 450 pontos em cada uma das quatro áreas de conhecimento avaliadas.

As provas do Enem para os demais candidatos foram realizadas nos dias 24 e 25 de outubro.

Das provas

As provas serão divididas em dois dias. No primeiro dia são 4 horas e 30 minutos de duração e questões das seguintes áreas: Ciências Humanas e suas tecnologias (História, Geografia, Filosofia e Sociologia) e Ciências da Natureza e suas tecnologias (Química, Física e Biologia). No segundo dia são 5 horas e 30 minutos, devido à redação, além das provas das matérias de: Matemática, Linguagens, Códigos e suas tecnologias (Língua Portuguesa, Literatura, Língua Estrangeira, Artes, Educação Física e Tecnologia da Informação e Comunicação).

Martha Ramos
Post escrito por Martha Ramos. Jornalista formada na Universidade Estácio de Sá em Santa Catarina.  Fez Pós-Graduação em Marketing e trabalha com produção de conteúdos para jornais, revistas, empresas e blogs. Face: https://www.facebook.com/martha.ramos.5203