Faltam:
para o ENEM

Biologia – Fungos: saiba mais sobre micoses, micorrizas e líquens!

Você sabe o que são micorrizas? Faz ideia do que sejam liquens? E micoses? Não? Então, para arrasar nas questões de Biologia no Enem e nos vestibulares revise os fungos aqui!

Fungos

Os fungos são organismos eucariontes e heterótrofos, apresentando tanto formas unicelulares quanto espécies pluricelulares (que formam hifas e micélios). Muitas espécies são decompositoras, outras são parasitas, como as que causam as doenças chamadas de micoses. Diversas espécies podem também viver associadas a outros seres vivos, em relações mutualísticas, como as micorrizas e os liquens. Ambas as relações são muito importantes para o ambiente, podendo ser utilizadas, inclusive, como indicadores de qualidade ambiental. Então, para você ficar fera no assunto, que tal revisar as micoses, liquens e micorrizas com este super post que preparamos para você?

Dica 1: Antes de continuar estudando micoses, líquens e micorrizas, que tal dar uma revisada no Reino dos Fungos / Fungi? Então, veja este super post com vídeo-aula bacaninha do professor Rubens Oda e dicas da professora Juliana Evelyn dos Santos: https://blogdoenem.com.br/biologia-reino-fungi-fungos/

Os fungos são particularmente conhecidos pelo hábito parasítico de algumas espécies. Porém, das aproximadamente 230 mil espécies de fungos catalogadas, somente cerca de 100 são parasitas. Essas espécies podem causar problemas sérios a agricultura e a saúde humana. Veja alguns exemplos de doenças causadas por fungos (micoses):

Candidíase ou candidose: A candidíase é uma micose causada pelo fungo Candida albicans (uma levedura de formato oval), que ataca qualquer parte da pele humana, porém com preferências para as mucosas, como a boca e a vagina, onde a pele é úmida. Quando a candidíase atinge a boca, é chamada popularmente de “sapinho”. É comum também aparecer na vagina, sendo assim transmitida por contato sexual (doença sexualmente transmissível). A candidíase se caracteriza pela formação de manchas ou placas brancas que causam dor e vermelhidão quando atingem a boca e as bochechas. Na vagina, causa vermelhidão, coceira, inchaço e a produção de corrimento branco. É importante ressaltar que este tipo de fungo está presente normalmente sobre a nossa pele e geralmente passa a causar doenças quando a pessoa passa por uma queda de imunidade. Por tal motivo, a candidíase é considerada uma doença oportunista.

FungosPitiríase versicolor: A pitiríase versicolor é uma micose causada pelo fungo Pityrosporum ovale. É uma doença conhecida popularmente como impingem, pano branco ou doença da praia. O fungo parasita a pele humana, principalmente regiões mais oleosas, como as costas, pois o fungo alimenta-se das secreções gordurosas da pele. O principal sintoma é o aparecimento de manchas brancas na pele, que ficam mais evidentes, quando a pele está bronzeada (pois o fungo impede que a pele fique bronzeada nas áreas onde se localiza). É uma doença transmitida através do contato direto, inclusive com a areia contaminada da praia. Para saber um pouco mais sobre essa doença e outras micoses, veja este interessante vídeo do Dr. Jorge Manaia:

FungosDermatofitoses, tinhas ou frieiras: As demartofitoses são micoses que podem ocorrer na pele e nas unhas. Aparecem preferencialmente em regiões mais úmidas ou que acumulam umidade, como entre os dedos dos pés. São causadas por fungos dos gêneros EpidermophytonMicrosporum e Trycophyton. Estes fungos se alimentam da queratina da pele humana. Isso faz com que a pele seja lesada e apresente rachaduras. São micoses transmitidas pelo contato direto, principalmente pelo solo contaminado.

Veja na imagem abaixo, extraída do site do programa Bem Estar (http://g1.globo.com/bemestar/noticia/2013/11/micoses-brotoejas-dermatite-atopica-e-alergias-sao-causas-de-coceira.html) as principais micoses humanas e as maneiras de preveni-las:

Fungos

Dica 2: Caso você queira saber mais sobre as micoses que ocorrem nos seres humanos, veja este interessante artigo do Dr. Dráuzio Varella: http://drauziovarella.com.br/letras/m/micoses/

FungosFerrugem fúngica: É uma doença que acomete várias plantas, inclusive as de interesse econômico. Os fungos causadores de ferrugens pertencem à ordem Pucciniales. As ferrugens mais preocupantes no Brasil ocorrem nos pés de café (causada pelo fungo basidiomiceto Hemileia vastatrix) e no trigo (causada pela espécie Puccinia triticina). Estes fungos acometem principalmente as folhas, causando manchas parecidas com ferrugens, matando-as e impedindo a fotossíntese.

Algumas espécies de fungos vivem em relações mutualísticas com outros seres vivos. Isso quer dizer que estabelecem uma relação de interdependência com outras espécies, onde ambos os envolvidos se beneficiam e não podem viver sem a outra parte. Exemplos dessas relações são as micorrizas e os líquens.

Dica 3: Ascomicetos, basidiomicetos… O que é isso? Que tal revisar também a classificação dos principais grupos de fungos? Então, veja este super post, com dicas da professora Juliana Santos: https://blogdoenem.com.br/biologia-classificacao-fungos/

Micorrizas: As micorrizas são formadas pela associação de fungos (geralmente ascomicetos e basidiomicetos) com as raízes de determinadas plantas. Nestes casos, os fungos funcionam como extensões das raízes, ajudando-as a absorver água e sais minerais do solo, além de ajudar na degradação de nutrientes presentes no solo e absorvê-los. Dessa maneira, a planta cresce mais sadia, uma vez que consegue aproveitar melhor as condições do meio. Em contrapartida, a planta cede aos fungos da micorriza açúcares e aminoácidos de que necessitam como alimento (produzidos através da fotossíntese). As micorrizas são extremamente importantes para a qualidade de um ambiente, uma vez que estão presentes nas raízes de aproximadamente 95% das plantas vasculares. Geralmente a associação é feita quando o fungo envolve as raízes da planta e cresce por entre as suas células, formando nódulos. As leguminosas, como o feijoeiro e a ervilheira, são exemplos de plantas que estabelecem micorrizas.

Fungos

Dica 4: Revise também as principais relações ecológicas que aparecem no Enem e nos vestibulares: https://blogdoenem.com.br/biologia-enem-ecologia/

Líquens: Os líquens são associações entre algas verdes unicelulares e fungos, ou entre fungos e cianobactérias. Geralmente, os fungos que participam dessa associação são ascomicetos e, mais raramente, basidiomicetos. As algas, que são autótrofas, realizam fotossíntese, produzindo alimentos tanto para elas mesmas quanto para os fungos. Os fungos, por sua, vez ajudam a manter a umidade em um microambiente e a reter sais minerais, necessários para o desenvolvimento de ambas as partes. Além disso, os fungos podem liberar ácidos que ajudam a desagregar e decompor rochas, facilitando sua fixação. Os líquens geralmente vivem em ambientes úmidos, fixando-se sobre árvores, rochas e muros. Para que os líquens ocorram, é necessário que o ar não seja muito poluído, por isso, eles podem ser utilizados como indicadores de qualidade do ar. Apesar de serem sensíveis á poluição, eles podem resistir a temperaturas altas e até à falta de água, tudo por conta de sua autonomia nutritiva. Por terem a capacidade de se fixarem sobre rochas, são considerados como organismos pioneiros na formação de ecossistemas e auxiliando na formação de solos. O formato e coloração dos líquens dependem das espécies que se encontram associadas. A reprodução dos líquens se dá a partir da formação de propágulos vegetativos, chamados de sorédios. Os sorédios são formados de algumas hifas do fungo juntamente com algas. Estes propágulos são leves e pequenos, sendo facilmente transportados pelo vento.

Fungos

Agora que você já tirou todas as suas dúvidas sobre os líquens e as micorrizas, que tal testar seus conhecimentos?

1)    (UFPR) O líquen consiste em uma rede organizada de hifas ou filamentos, constituindo um falso parênquima; nas camadas superiores dessa rede situam-se muitos grupos de pequenas algas verdes (clorofíceas) ou, mais raramente, de algas azuis (cianofíceas). Utilizando os conhecimentos adquiridos, assinale a alternativa correta:

a)    O fungo protege e envolve a alga, fornecendo água ao substrato; a alga realiza fotossíntese e retira água do fungo.

b)    O fungo protege e envolve a alga, absorvendo água do substrato; a alga realiza fotossíntese e fornece alimento ao fungo.

c)    A alga protege e envolve o fungo, absorvendo água do substrato; o fungo faz fotossíntese e fornece alimento à alga.

d)    A alga protege e envolve o fungo, absorvendo água do substrato; o fungo faz fotossíntese e retira água da alga.

e)    Nenhuma das anteriores.

Resposta: B.

Dica 6: Quer treinar seus conhecimentos em Biologia? Baixe esta apostila de biologia gratuitamente!
Juliana Biologia Enem
Os textos e exemplos acima foram preparados pela professora Juliana Santos para o Blog do Enem. Juliana é formada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Santa Catarina. Dá aulas de Ciências e Biologia em escolas da Grande Florianópolis desde 2007. Facebook: https://www.facebook.com/juliana.evelyndossantos.