Genética e Game of Thrones! Aprenda sobre dominância completa! – Biologia Enem

A nova temporada de Game of Thrones está chegando e para que você não se sinta culpado(a) de “perder um tempinho” de estudo assistindo à esta série, nós preparamos este super post pra te mostrar que você pode aprender Biologia vendo GoT!

Biologia Enem: Nós, do Blog do Enem, AMAMOS Game of Thrones! Estamos contando os dias para a nova temporada e só de ouvir aquela musiquinha da abertura já dá arrepios! E você? Se você caiu neste post com certeza deve amar os livros e a série de TV tanto quanto nós!

E, como um bom fã de GoT, você já deve ter refletido sobre a infinidade de personagens e tramas em que eles se envolvem.

Biologia Enem

E, um dos fatores que chamam a atenção (agora é meu lado bióloga falando!) são as características genéticas de algumas famílias dos Sete Reinos, como por exemplo, os cabelos dourados dos Lannister ou os cabelos prateados e os olhos violetas dos Targaryen.

Inclusive, uma destas características é utilizada como pista para provar a traição de um dos principais personagens da trama!  Vamos entender um pouco mais sobre as características genéticas e a herança por dominância completa para entender melhor Game of Thrones?

Então, fique ligado(a) neste post de Biologia Enem!

Alerta de spoilers! Este texto apresenta vários spoilers sobre o primeiro livro e a primeira temporada de Game of Thrones!

11
Árvore genealógica de algumas famílias (casas) de Game of Thrones. Atenção: as simbologias utilizadas aqui não corresponde às utilizadas em heredogramas. Veja a simbologia correta utilizada em genética em: https://blogdoenem.com.br/biologia-genetica-heredograma/
Dica 1: Revise os principais termos utilizados em genética neste super post com dicas da professora Juliana Evelyn dos Santos e videoaula da Khan Academy: https://blogdoenem.com.br/biologia-introducao-genetica/

No primeiro livro (ou na primeira temporada) de Game of Thrones, Eddard “Ned” Stark começa a investigar a morte suspeita de Lord Arryn, a antiga Mão do Rei. Em suas investigações, Ned descobre que Jon Arryn havia estudado um livro que trazia a genealogia das principais casas (famílias) dos Sete Reinos.  Logo Ned se depara com a genealogia de da família Baratheon, em que todos os seus membros tinham cabelos muito negros, mesmo alguns sendo filhos de casamentos de Baratheon com pessoas de cabelos claros. Já os Lannister maninham ao longo das gerações os cabelos cacheados e dourados. Até aí tudo bem, afinal, como cores de cabelos podem ter ligações com o destino de um Reino?

Acontece que, Robert Baratheon, o Rei dos Sete Reinos havia se casado com Cersei Lannister. E, todos os seus três filhos tinham cabelos muito louros. Mas, como? Afinal, mesmo os filhos bastardos de Robert (inclusive um deles fruto de um relacionamento com uma mãe loura) eram todos morenos! Além disso, Jon Arryn havia escrito em suas anotações: “a semente é forte”.  Nesse momento, o Ned acaba concluindo que Cersei pode ter traído seu marido e Rei e que seus filhos e próximos herdeiros do Reino eram todos bastardos. OMG!

22
Tirinha mostrando Ned Stark montando um quadro de Punnett para averiguar a herança genética dos possíveis filhos de Cersei e Robert

Explicando a herança genética envolvida no caso Cersei e Robert:

A coloração dos cabelos é tradicionalmente estudada em um tipo bem comum de herança genética: a dominância completa. Neste tipo de herança, há um gene dominante e outro recessivo. Isto quer dizer que em heterozigose (ou seja, quando o par de alelos presente nos cromossomos homólogos – em que um veio da mãe e outro do pai – são diferentes), o gene dominante irá se expressar, enquanto o recessivo será dominado e sua característica não irá formar fenótipo.

Dica 2: Você não lembra como funciona a dominância completa? Então revise herança genética com este post: https://blogdoenem.com.br/biologia-genetica-lei-mendel/

Acontece que consideramos a cor escura para os cabelos condicionada por um gene dominante. Então, para ter cabelos escuros, você precisa ter recebido dois genes (um da sua mãe e outro do seu pai) para cabelos escuros OU ter recebido um gene para cabelos escuros e um para claros (neste caso, o gene para cabelos escuros se expressaria, pois ele é dominante). Já os cabelos claros seriam condicionados por um gene recessivo. Assim, para você ter cabelos claros, você deveria ter recebido apenas genes para cabelos claros, ou seja, uma homozigose (pois genes recessivos só se expressam em homozigose, em que você recebeu dois genes iguais – um do seu pai e outro da sua mãe – para a mesma característica).

Dica 3: Saiba como utilizar o quadro de Punnett para resolver problemas de genética: https://blogdoenem.com.br/biologia-genetica-quadro-punnett/

Sendo assim, podemos ter duas possibilidades na genealogia de Cersei Lannister e Robert Baratheon:

– Na primeira, e mais provável, Robert Baratheon seria homozigoto para característica “cabelos escuros”. Assim como na tirinha acima, vamos utilizar a letra “B” para representar o alelo para cabelos escuros e “b” para cabelos claros. Logo, teríamos um cruzamento BB X bb. Vamos montar o quadro de Punnett desse cruzamento:

33

Logo, a partir dos possíveis cruzamentos entre os prováveis gametas produzidos pelo casal, teríamos 100% de possibilidade de Cersei e Robert terem filhos com genótipo Bb. Isso significa que 100% dos filhos desse casal (se eles tivessem este genótipo) seriam morenos. Ou seja, com certeza, a partir desse cruzamento, Ned poderia concluir que Cersei traiu Robert e que nenhum de seus filhos é do marido (e nós, sabemos que isso é verdade e que os herdeiros do trono de ferro são, na verdade, filhos do irmão gêmeo de Cersei – Jaime Lannister).

– Todos sabemos que não é o caso, pois rolou um incesto e o pai dos filhos de Cersei é também seu tio (irmão gêmeo de Cersei – bizarro!). Mas, precisamos também averiguar outra possibilidade. Quando temos um indivíduo apresentando uma característica expressa por um gene dominante, precisamos estar cientes de que este indivíduo pode ser portador de um gene recessivo que está escondido em seu genótipo. Assim, Robert Baratheon poderia ter tido algum (a) ancestral louro (a) em sua família e, assim, ter herdado o gene para cabelos louros. Se assim fosse, o genótipo de Robert seria Bb. Vejamos como ficaria esse cruzamento:

44

A partir desse cruzamento, podemos concluir que Robert poderia ter filhos louros com Cersei (50% de chances), caso fosse portador do gene para cabelos louros (o que não é o caso, segundo a genealogia de GoT). Assim, todos os filhos desse casal poderiam ser louros, uma vez que estas probabilidades são “reiniciadas” a cada cruzamento.

Agora que você já sabe que pode aprender um pouco de genética vendo Game of Thrones, pode curtir a nova temporada tranquilamente! Afinal, todo(a) estudante merece um pouquinho de descanso!

Juliana Biologia Enem
Os textos e exemplos acima foram preparados pela professora Juliana Santos para o Blog do Enem. Juliana é formada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Santa Catarina. Dá aulas de Ciências e Biologia em escolas da Grande Florianópolis desde 2007. Facebook: https://www.facebook.com/juliana.evelyndossantos.