Faltam:
para o ENEM

Hidrografia Geral – O ciclo das águas e a formação dos rios. Geografia Enem

Revise sobre as bacias hidrográficas e importância dos rios para ficar preparado na prova de Geografia do Enem 2014!

Revisão completa sobre Hidrografia Geral. Você pensa que já sabe, mas o ciclo das águas é muito mais completo do que aquela aulinha e ‘evaporação e chuva’. Confira abaixo.

Ciclo Hidrológico

Geografa  - Chuvas e Hidrografia

Bacias Hidrográficas

A formação da bacia hidrográfica dá-se através dos desníveis dos terrenos que orientam os cursos da água, sempre das áreas mais altas para as mais baixas.

Essa área é limitada por um divisor de águas que a separa das bacias adjacentes e que pode ser determinado nas cartas topográficas. As águas superficiais, originárias de qualquer ponto da área delimitada pelo divisor, saem da bacia passando pela seção definida, e a água que precipita fora da área da bacia não contribui para o escoamento na seção considerada. Assim, o conceito de bacia hidrográfica pode ser entendido através de dois aspectos: rede hidrográfica e relevo. Em qualquer mapa geográfico, as terras podem ser subdivididas nas bacias hidrográficas dos vários rios.

12047.png

Catalogações de especialistas em geografia, de acordo com a maneira como fluem as águas, classificam as bacias hidrográficas em:

Exorreica, quando as águas drenam direta ou indiretamente para o mar;

Endorreica, quando as águas caem em um lago ou mar fechado;

Arreica, quando as águas se escoam alimentando os lençóis freáticos.

A bacia hidrográfica é usualmente definida como a área na qual ocorre a captação de água (drenagem) para um rio principal e seus afluentes devido às suas características geográficas e topográficas.

Dica 1 –  Geografia Enem – Aula sobre os climas do Brasil – https://blogdoenem.com.br/geografia-enem-clima-brasil/

A história do homem sempre esteve muito ligada às bacias hidrográficas: a bacia do rio Nilo foi o berço da civilização egípcia; os mesopotâmicos se abrigaram no vale dos rios Tigre e Eufrates; os hebreus, na bacia do rio Jordão; os chineses se desenvolveram às margens dos rios Yangtzé e Huang Ho; os hindus, na planície dos rios Indo e Ganges, apenas para citar os maiores exemplos.

Características dos Rios

Rios de planície que oferecem elevada navegabilidade e, em seu curso, os rios apresentam curvas sinuosas (meandros).

12079.png

Rios de planalto apresentam elevada declividade e são em geral encaichoeirados.

12101.png

Importância Econômica dos Rios

Várias civilizações importantes no mundo desenvolveram suas habilidades ao longo de rios, tornando possível a vida dessas sociedades.

As atividades agrícolas aproveitam além da água a fertilidade dos solos que são úmidos e ricos em nutrientes.

A irrigação é uma prática muito frequente, principalmente em sociedades que vivem em climas áridos. Esse recurso econômico tem impactado, em muitos casos, o meio ambiente, como o Mar de Aral, que deixou de receber água de seus tributários e secou 90% de sua área total. Esse foi considerado o maior impacto ambiental do mundo.

Dica 2 – Lembra do Fenômeno El Niño? Se a sua memória anda meio nublada, revise com essa aula de Geografia sobre os aspectos do Clima Mundial – https://blogdoenem.com.br/geografia-enem-clima-mundial/

A navegação nos cursos fluviais facilita o escoamento da produção e de populações ribeirinhas. Em países desenvolvidos, alguns rios apresentam elevado desenvolvimento tecnológico com construção de eclusas que possibilita a navegação em rios com baixo potencial de navegabilidade.

Em países que apresentam grande extensão territorial, rios caudalosos e de planalto, são em geral aproveitados para a geração de energia elétrica a partir da construção de centrais hidrelétricas. Nesse contexto o Brasil, EUA, China e Rússia são grandes destaques.

Dica 3 – Geografia Enem – A Região Centro-oeste, crescimento constante – https://blogdoenem.com.br/geografia-regiao-centro-oeste/

Bacia Amazônica

A bacia do rio Amazonas envolve todo o conjunto de recursos hídricos que convergem para o rio Amazonas. Essa bacia hidrográfica faz parte da região hidrográfica do Amazonas, uma das doze regiões hidrográficas do território brasileiro.

A bacia amazônica abrange uma área de 7 milhões de km², compreendendo terras de vários países da América do Sul (Peru, Colômbia, Equador, Venezuela, Guiana, Bolívia e Brasil). É a maior bacia fluvial do mundo.

De sua área total, cerca de 3,8 milhões de km² encontram-se no Brasil, abrangendo os estados do Acre, Amazonas, Roraima, Rondônia, Mato Grosso, Pará e Amapá.

12124.png

Desafios

Questão 1

(PUC-RIO) – Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

12144.png

Um rio é a corrente líquida da concentração do lençol de água num vale. As sinuosidades descritas por ele, formando, por vezes, amplos semicírculos em zonas de terrenos planos ou em outros cujo vale se acha profundamente escavado são chamadas de:

a) cursos;

b) bordas;

c) margens;

d) estuários;

e) meandros.

Questão 2

(UNIR/RO) – Fundação Universidade Federal de Rondônia

Sobre a água no Planeta, assinale a afirmativa correta.

a) 30% de toda a água no Planeta estão localizados no subsolo.

b) As águas subterrâneas são livres de qualquer tipo de contaminação.

c) As geleiras são reservatórios de água salgada no Planeta, o que possibilita a recarga dos oceanos.

d) A água é distribuída igualmente nos continentes, nesse sentido apenas 1% da população mundial não tem acesso à água adequada para o uso humano.

e) De toda a disponibilidade de água no Planeta, menos de 3% pode ser utilizado para o consumo humano.

Questão 3

(PUC-MG) – Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais

O ciclo hidrológico é a circulação contínua da água entre a terra, o mar e a atmosfera. Nesse ciclo, inclui-se a água potável, essencial à vida.

Entre os condicionantes e as interferências da existência de água potável no planeta, é incorreto afirmar que:

a) a água potável é cada vez mais escassa no globo, devido ao seu uso crescente para irrigação, atividade industrial e abastecimento urbano;

b) as águas subterrâneas constituem os lençóis que alimentam os cursos d’água, impedindo o escoamento superficial;

c) a contaminação da água por substâncias tóxicas, como resíduos industriais ou agrotóxicos, agrava o quadro de escassez de água continental na superfície;

d) a emissão de resíduos poluentes é prejudicial à capacidade de regeneração da água, interferindo no controle de qualidade ambiental.

Questão 4

(FAVIC/BA) – Faculdade Visconde de Cairú

A partir da análise da ilustração e dos conhecimentos sobre a água, origem, ciclo, uso, causas e consequências, pode-se concluir:

12173.png

a) a presença da água foi identificada em todo o Universo, mas só na Terra foi comprovada sua existência em estado gasoso;

b) a água é um elemento do globo terrestre, muito estável, daí apresentar-se sempre em um único estado;

c) o ciclo hidrológico está intimamente ligado ao ciclo energético terrestre, isto é, à distribuição de energia proveniente do Sol;

d) a água é distribuída de forma homogênea na superfície terrestre, e o uso inadequado é a única causa da sua escassez em algumas regiões;

e) a utilização da água é limitada ao ser humano, razão por que deve ser usada com racionalidade para impedir a sua escassez.

Questão 5

A Bacia Amazônica é considerada a mais importante do mundo pela sua exuberância em volume hídrico e outras riquezas naturais. Sobre as características hídricas da Amazônia é correto afirmar que:

a) é a que possui o maior volume hídrico do mundo;

b) não possui nenhum potencial hidráulico;

c) sua navegação é realizada com muita tecnologia pelas áreas ribeirinhas;

d) sua nascente localiza-se no Estado do Acre;

e) sua foz está localizada entre os estados de Alagoas e Sergipe.

 Você consegue resolver estes exercícios? Então resolva e coloque um comentário no post, logo abaixo, explicando o seu raciocínio e apontando a alternativa correta para cada questão. Quem compartilha a resolução de um exercício ganha em dobro: ensina e aprende ao mesmo tempo. Ensinar é uma das melhores formas de aprender!