Gramática – Relembre o tópico sobre Preposições

Como aplicar corretamente as Preposições e mandar bem no Enem e vestibulares.

De detalhe em detalhe todos os pontos devem estar fresquinhos na memória dos estudantes que vão realizar o Enem e os vestibulares. Com as Preposições não poderia ser diferente. São palavrinhas pequenas de duas, três ou quatro letrinhas, mas que estabelece uma função relevante nas construções das frases. Seja para ver se a Preposição foi empregada corretamente em uma questão de múltipla escolha ou aperfeiçoar sua escrita, revise tudo sobre as Preposições em Gramática.

Primeiro, vamos assistir à aula sobre Preposição da Profª Rafaela Motta, do Atual Concursos:

O site Só Português conceitua Preposição como: a palavra que estabelece uma relação entre dois ou mais termos da oração. Essa relação é do tipo subordinativa, ou seja, entre os elementos ligados pela preposição não há sentido dissociado, separado, individualizado; ao contrário, o sentido da expressão é dependente da união de todos os elementos que a preposição vincula. Confira o exemplo: Os amigos de João estranharam o seu modo de vestir. Analisando: amigos de João / modo de vestir: elementos ligados por preposição

Esse tipo de relação é considerada uma conexão, em que os conectivos cumprem a função de ligar elementos. A preposição é um desses conectivos e se presta a ligar palavras entre si num processo de subordinação denominado regência. Veja: A hora das refeições é sagrada. Analisando: hora das refeições: elementos ligados por preposição, a Preposição utilizada para ligar o termo antecedente com o consequente é o “das” (de+as).

As preposições são palavras invariáveis, pois não sofrem flexão de gênero, número ou variação em grau como os nomes, nem de pessoa, número, tempo, modo, aspecto e voz como os verbos. No entanto, em diversas situações as preposições se combinam a outras palavras da língua (fenômeno da contração) e, assim, estabelecem uma relação de concordância em gênero e número com essas palavras às quais se ligam. Mesmo assim, não se trata de uma variação própria da preposição, mas sim da palavra com a qual ela se funde. Por exemplo: de + o = do; por + a = pela; em + um = num
As preposições podem introduzir:

a) Complementos Verbais, por exemplo: Eu obedeço “aos meus pais”.

b) Complementos Nominais, por exemplo: Continuo obediente “aos meus pais”.

c) Locuções Adjetivas, por exemplo: É uma pessoa “de valor”.

d) Locuções Adverbiais, por exemplo: Tive de agir “com cautela”.

e) Orações Reduzidas, por exemplo: “Ao chegar”, comentou sobre o fato ocorrido.

Outros exemplos do site Só Português podem ser conferidos no link: http://www.soportugues.com.br/secoes/morf/morf80.php

Dica 1: Simulados de Gramática para Vestibular e Enem. Testes gratuitos! https://blogdoenem.com.br/simulados-gramatica-gratuitos/
Dica 2: Literatura – Figuras de Linguagem: revise o conteúdo com Aula Grátis: https://blogdoenem.com.br/literatura-figuras-linguagem-revise-conteudo-aula-gratis/
Dica 3: Literatura: Revisão sobre a vida e a obra de Machado de Assis: https://blogdoenem.com.br/literatura-revisao-machado-de-assis/

Este post foi elaborado por Amanda Nascimento. Ela é formada em jornalismo pela Unisul. Atualmente é acadêmica do curso de Letras – Português e Literaturas, na Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC, editora de revistas, e colaboradora do Blog do Enem. Amanda está aqui no Facebook: https://www.facebook.com/amanda.nascimento.9066 .
Zemanta Related Posts Thumbnail

Curso Enem Gratuito por um mês- Clique AQUI.
Confira o Simulado Enem – Clique AQUI.
Confira Como se preparar para o Enem – Clique AQUI.

Agora que você já sabe tudo sobre Gramática, que tal conhecer nossa rede de blogs?

Blog do Fies | Blog do Prouni | Blog do Sisu

Gostou do post? Use os botões abaixo e ao lado para espalhar por suas redes sociais.

Facebook: /RedeEnem (Clique AQUI para saber como receber TUDO sobre o Enem)
Twitter: @RedeEnem | Canal no Youtube: Rede Enem | Google+ : Rede Enem