MRU e MRUV – Veja os principais conceitos de Física para o Enem

Esta é uma aula de introdução a física, que aborda conceitos fundamentais da cinemática como ponto material, referencial, trajetórias. Todos conceitos que são base para resolver questões de MRU e MRUV.

Física no Enem – Veja os fundamentos de Mecânica. MRU e MRUV caem direto nas provas. E, conhecer os fundamentos da mecânica é a base para muitas questões. De inicio devemos lembrar a você que a física é dividida em grandes grupos. Os principais são: mecânica, termodinâmica, eletromagnetismo, ondulatória e física moderna.

MRU e MRUV

Todas estas áreas caem no Enem. Veja neste post uma revisão sobre os estudos com a mecânica, que é o ramo da física que estuda o movimento e o repouso. Nessa aula você vai aprender os conceitos fundamentais para resolver problemas com MRU – Movimento Retilíneo Uniforme,  e de MRUV – Movimento Retilíneo Uniformemente Variado.

O primeiro conceito é o de Ponto material.  Quando se estuda o movimento de um corpo, muitas vezes o comprimento, largura e altura do objeto em estudo são pequenas em relação a outras dimensões envolvidas no problema, como por exemplo o espaço percorrido pelo corpo.

Nesses caos, o objeto pode ser considerado um ponto, um ponto material. Lembre-se que apesar do ponto material ter suas dimensões desprezadas, ele tem massa e logo, terá uma força peso associado a ele.

Ponto Material e Referencial

Outro conceito importante é o de referencial. O referencial pode ser definido com o local onde o observador esta posicionado ao observar um objeto. Dependendo do referencial, o observador irá definir o objeto como em repouso ou em movimento. Imagine um menino (observador) em pé do lado da cama (referencial 1) observando seu pai (objeto) dormir, nesse referencial para o menino o pai está em repouso.

Agora imagine que o menino está na lua (referencial 2), ao observar o pai dormindo ele dirá que o pai está em movimento. Assim conclui-se que diferentes referencias, descrevem o objeto em repouso ou em movimento. Para não errar no Enem, assista o vídeo abaixo, que explica esse conceito.Física no Enem. MRu e MRUVPara cada referencial teremos uma trajetória descrita pelo objeto. A trajetória é o caminho percorrido pelo objeto, ou uma sucessão de posições (pontos) por onde o objeto esteve durante seu movimento. Esta trajetória é diferente a cada referencial.

Resumo de MRU

Confira agora com o professor Márcio Rossetto, do canal do Curso Enem Gratuito, uma Introdução perfeita para você dominar Movimento Retilíneo Uniforme.

A dica do professor Rossetto:

Movimento Retilíneo Uniforme (MRU) é o movimento que ocorre com velocidade constante em uma trajetória reta. Vamos revisar esse conteúdo bem importante no Enem e nos vestibulares no vídeo acima.

Exemplo de exercício que envolve “Trajetória”:

Imagine um menino passeando de balão (referencial 1) que viaja em uma linha reta paralela ao chão. O menino deixa um objeto cair e o observa, ele verá o objeto cair em linha reta, ou melhor,  percorrendo um trajetória retilínea que inicia no balão e termina no chão. Agora imagine um homem no solo (referencial 2), observando o objeto que o menino deixou cair, o homem dirá que o objeto percorreu uma trajetória parabólica.

Posição e tempo

Posição e tempo também são conceitos a serem entendidos para realizar a prova do Enem. A posição está relacionado ao lugar onde o objeto se encontra num dado tempo, que podemos chamar de instante.

Por exemplo, imagine um homem com um cronometro na mão (referencial) observando ao longe um carro se mover numa estrada. Ele ativa o cronometro ao avistar o carro, no tempo marcado pelo cronometro de 1 minuto o homem observa o carro na marca de 6 km da estrada, logo o carro esta na posição 6 km no instante 1 minuto.

Dica 1 – Revisão grátis para o Enem com vídeo-aulas e quatro apostilas de Mecânica. Confira aqui para aumentar as suas chances no Enem e nos Vestibulares: http://blogdoenem.com.br/fisica-enem-aulas-apostilas-gratis/

Trajetória e Deslocamento

Por último, para não errar no Enem, vamos estudar a diferença entre trajetória e deslocamento. Como definimos anteriormente a trajetória pode ser definido como uma sucessão de pontos (posições) que o objeto esteve durante seu movimento.Enem 2013

 

O deslocamento é a diferença entre a posição final e a posição inicial que o objeto ocupa durante seu movimento.Enem 2013

Resumo de Movimento em Queda Livre

Confira agora com a professora Lia a introdução que ensina você e gabaritar nas questões de Movimento em Lan;camento Vertical ou de Queda Livre.

As Dicas da professora Lia

  1. Dizemos que estão em queda livre os corpos abandonados do repouso próximo a superfície de nosso planeta, deslocando-se verticalmente para baixo sob ação exclusiva da gravidade, desprezando totalmente a força de resistência do ar.
  2. Em situações reais, todo objeto que se move na atmosfera, tem seu movimento influenciado pelo ar em sua volta.
  3. Como a queda livre é um movimento uniformemente variado, todas as funções que aprendemos até aqui são válidas.
  4. Mas, tenha especial atenção para a troca de alguns valores destas funções! Por exemplo, a velocidade inicial será zero, pois o corpo é abandonado do repouso e, no lugar da aceleração, colocaremos 9,8m/s2, pois agora será aceleração gravitacional.
  5. De resto, todas as funções e fórmulas são iguais! Nesta aula, a professora Lia te explica tudo sobre queda livre.
  6. Além disso, nesta aula com a professora Lia você também vai aprender o que é lançamento vertical, desde o conceito à aplicação das fórmulas.

Gostou? Caso você queira dar mais uma revisada, pode também ver esta aula extra de MRUV e tirar todas as suas dúvidas, ok? E depois disso, que tal fazer uns exercícios? Vamos lá!

EXERCÍCIOS de MRU e de MRUV 

1- (Enem 2000) Em certa cidade, algumas de suas principais vias têm a designação “radial” ou “perimetral”, acrescentando-se ao nome da via uma referência ao ponto cardeal correspondente. As ruas 1 e 2 estão indicadas no esquema ao lado, em que não estão explicitados os pontos cardeais.

Enem 2013

 

Os nomes corretos das vias 1 e 2 podem, respectivamente, ser:
a) perimetral sul, radial leste.
b) perimetral sul, radial oeste.
c) perimetral norte, radial oeste.
d) radial sul, perimetral norte.
e) radial sul, perimetral oeste.

2 – Um automóvel parte do km 40, e segue até o km 120. Depois de uma pausa ele retorna para o km 50. Calcule a trajetória e o deslocamento percorrido pelo automóvel.

Enem 2013

RESPOSTAS

1- Resposta: B
Primeiro devemos saber que a denominação “radial” aplica-se a um ponto central que segue em direção a periferia. E perimetral geralmente aplica-se a vias que tem circulam o centro. Assim a via 1 deve ser uma perimetral e a via 2 uma radial. Logo as alternativas D e E estão erradas.
Baseado no esquema, na Rosa-dos-Ventos, teremos:
Se a via 1 fosse a perimetral SUL, logo a via 2 deveria ser oeste, e não leste. Logo a alternativa A está errada e a B está certa.
Se a via 1 fosse norte, a via 2 deveria ser leste. Assim a alternativa C está errada.

2- Deslocamento ou variação de espaço: 

Enem 2013

 

 

Trajetória ou distância percorrida:

Na primeira parte o automóvel foi do km 40 até o km 120, logo andou 80 km. Na segunda parte ele se movimentou do km 120 até o km 50, logo andou 70 km. Pode-se concluir que a trajetória total foi de 80+70=150 km.