Osasco tem 70 vagas em processo seletivo. Salários até 4,3 mil

Tá ligado? Prefeitura de Osasco oferece 18 vagas para Nível Médio; 18 para Superior e 34 para Fundamental na Área da Saúde, para trabalhar no Serviço de Atendimento Médico de Urgência.

Pode ser agora a sua hora de conseguir um emprego mesmo durante a pandemia. Já imaginou passar num concurso público? Osasco tem 70 vagas agora na área da Saúde. É a pegada da hora. Candidatos de todo o país podem se inscrever e concorrer.

E têm vagas de  Nível Fundamental, com até R$ 1.590,24; Nível Médio até 4.038,93; e Nível Superior com 4.318,00 com 12 horas de trabalho semanal.

Os conteúdos não são nada complicados. E tudo o que vai cair de Português e de Matemática você pode estudar de graça com as aulas, apostilas e simulados do Blog do Enem ou do Curso Enem Gratuito.

Só precisa ficar de olho aberto para as regras do Edital Osasco que tem 70 vagas em processo seletivo aberto, e salários até 4,3 mil. Veja essa: o candidato que se inscrever para concorrer em mais de um cargo será considerado ausente naquele em que não comparecer na prova objetiva, sendo eliminado da seleção.

Osasco tem 70 vagas

Veja as vagas, cargos, salários e as jornadas de trabalho

Concurso Aberto em Osasco

CargoVagas

Salários e as

horas semanais

1Enfermeiros54.038,93 30h
2Motoristas281.590,24 40h
3Médicos13

4.318,00 12h

 

4Téc. de Enfermagem181.669,75
5Rádio Operador1929,79 30h
6Telef. Reg. Médica5929,79 30h

Uma vaga pode ser a sua. Não deixe passar a chance!

O que cai nas provas?

O que estudar para as provas do Edital Osasco tem 70 vagas em processo seletivo e salários até 4,3 mil, além de conteúdos específicos:

Para os empregos de Condutor de Veículo de Urgência – SAMU, de Rádio Operador – SAMU; e de Telefonista Auxiliar de Regulação Médica – SAMU

LÍNGUA PORTUGUESA

Dica: Todas as matérias que você precisa para Língua Portuguesa estão liberadas pra você, de graça, nas Apostilas do Blog do Enem.

  •  Leitura e interpretação de diversos tipos de textos (literários e não literários). Sinônimos e antônimos.
  • Sentido próprio e figurado das palavras.
  • Pontuação.
  • Classes de palavras: substantivo, adjetivo, numeral, artigo, pronome, verbo, advérbio, preposição e conjunção: emprego e sentido que imprimem às relações que estabelecem.
  • Concordância verbal e nominal.
  • Regência verbal e nominal.
  • Colocação pronominal.
  • Crase.

MATEMÁTICA

  • Resolução de situações-problema, envolvendo: adição, subtração, multiplicação, divisão, potenciação ou radiciação com números racionais, nas suas representações fracionária ou decimal;
  • Mínimo múltiplo comum;
  • Porcentagem;
  • Razão e proporção;
  • Regra de três simples;
  • Equação do 1º Grau;
  • Grandezas e medidas – quantidade, tempo, comprimento, superfície, capacidade e massa;
  • Relação entre grandezas – tabela ou gráfico;
  • Noções de geometria plana – forma, área, perímetro e Teorema de Pitágoras.

Para o emprego de Técnico de Enfermagem Intervencionista – SAMU

LÍNGUA PORTUGUESA

  • Leitura e interpretação de diversos tipos de textos (literários e não literários).
  • Sinônimos e antônimos.
  • Sentido próprio e figurado das palavras.
  • Pontuação.
  • Classes de palavras: substantivo, adjetivo, numeral, artigo, pronome, verbo, advérbio, preposição e conjunção: emprego e sentido que imprimem às relações que estabelecem.
  • Concordância verbal e nominal.
  • Regência verbal e nominal.
  • Colocação pronominal.
  • Crase.MATEMÁTICA
  • Resolução de situações-problema, envolvendo: adição, subtração, multiplicação, divisão, potenciação ou radiciação com números racionais, nas suas representações fracionária ou decimal;
  • Mínimo múltiplo comum;
  • Porcentagem;
  • Razão e proporção;
  • Regra de três simples;
  • Equação do 1º Grau;
  • Grandezas e medidas – quantidade, tempo, comprimento, superfície, capacidade e massa;
  • Relação entre grandezas – tabela ou gráfico;
  • Noções de geometria plana – forma, área, perímetro e Teorema de Pitágoras.

Para o emprego de Enfermeiro Intervencionista – SAMU

LÍNGUA PORTUGUESA

  • Leitura e interpretação de diversos tipos de textos (literários e não literários).
  • Sinônimos e antônimos.
  • Sentido próprio e figurado das palavras.
  • Pontuação.
  • Classes de palavras: substantivo, adjetivo, numeral, artigo, pronome, verbo, advérbio, preposição e conjunção: emprego e sentido que imprimem às relações que estabelecem.
  • Concordância verbal e nominal.
  • Regência verbal e nominal.
  • Colocação pronominal.
  • Crase.

POLÍTICA DE SAÚDE

  • Diretrizes e bases da implantação do SUS.
  • Constituição da República Federativa do Brasil: Saúde. Políticas de descentralização e atenção primária à Saúde.
  • Lei Federal no 8.080/1990.
  • Decreto Federal no 7.508/2011.
  • Portaria GM no 2.048, de 05 de novembro de 2002: Capitulo IV.
  • Portaria GM no 1.864, de 29 de setembro de 2003.
  • Portaria GM no 1.600, de 07 de julho de 2011.
  • Plano Nacional Humanização (PNH).
  • Portaria GM no 1.010, de 21 de maio de 2012.
  • Portaria GM no 2.657, de 16 de dezembro de 2004.

Para o emprego de Médico Regulador Intervencionista – SAMU

LÍNGUA PORTUGUESA

  • Leitura e interpretação de diversos tipos de textos (literários e não literários).
  • Sinônimos e antônimos.
  • Sentido próprio e figurado das palavras.
  • Pontuação. Classes de palavras: substantivo, adjetivo, numeral, pronome, verbo, advérbio, preposição e conjunção: emprego e sentido que imprimem às relações que estabelecem.
  • Concordância verbal e nominal.
  • Regência verbal e nominal.
  • Colocação pronominal.
  • Crase.

POLÍTICA DE SAÚDE

  • Diretrizes e bases da implantação do SUS.
  • Constituição da República Federativa do Brasil – Saúde.
  • Políticas de descentralização e atenção primária à Saúde.
  • Lei Federal no 8.080/1990.
  • Decreto Federal no 7.508/2011.
  • Rede de Atenção à Saúde.
  • Princípio da Atenção Primária.
  • Política Nacional de Atenção Básica.
  • Determinantes Sociais e Processos de Saúde-doença.
  • Linhas de cuidados.
  • Portaria GM nº 2.048, de 05 de novembro de 2002: Capitulo IV.
  • Portaria GM n.o 1.864, de 29 de setembro de 2003.
  • Portaria GM no 1.600, de 07 de julho de 2011.
  • Plano Nacional Humanização (PNH).
  • Portaria GM no 1.010, de 21 de maio de 2012.
  • Portaria GM no 2.657, de 16 de dezembro de 2004.

Em decorrência da pandemia causada pelo coronavírus Covid-19, os candidatos deverão respeitar os seguintes procedimentos previstos no Edital Osasco tem 70 vagas em processo seletivo e salários até 4,3 mil:

a) se estiver com sintomas de COVID-19 ou se teve contato com alguém doente ou com suspeita de COVID-19, não comparecer ao local de provas;

b) comparecer e permanecer no local de provas fazendo uso de máscara de proteção facial, com cobertura total de nariz e boca. Não será permitida a entrada, nem a permanência, no local de provas, de candidato que estiver sem a máscara (Decreto Estadual no 64.959, de 4 de maio de 2020);
b1) poderá ser dispensado de utilizar a máscara o candidato com transtorno do espectro autista, com deficiência intelectual, com deficiência sensorial ou com quaisquer outras deficiências que o impeça de fazer o uso adequado de máscara de proteção facial, desde que apresente declaração médica específica, no dia da realização da respectiva prova;

c) dirigir-se imediatamente à sua respectiva sala de prova. Será proibida a permanência de candidatos e de outras pessoas no saguão, área externa ou corredores do local de provas;

d) o candidato será responsável pelo acondicionamento e/ou descarte de seu material de proteção pessoal utilizado (máscaras, luvas etc), seguindo as recomendações dos órgãos de saúde. Não será permitido o descarte desse material no local de provas.

Recomenda-se, ainda, que o candidato:
a) leve máscaras adicionais, de acordo com o período de duração de sua prova, considerando as recomendações dos órgãos de saúde;
b) leve álcool em gel a 70% para uso pessoal;

COMO SE INSCREVER

Inscrições até 04/03/2021, no site da Vunesp.

FIQUE ATENTO

Não deixe de conferir as atualizações no site da realizadora do certame.