Isenção no Enem: o que é, como conseguir e como pedir revisão

Nas edições do Enem, é possível pedir a isenção da taxa de inscrição. Isso é, o aluno não precisará pagar para se inscrever na prova. Veja os critérios da isenção e as dicas sobre como se inscrever de graça no Curso Enem 2021.

Os candidatos que obtiveram a isenção da taxa de inscrição no Enem 2020, que não compareceram nos dois dias de exame, e que desejam solicitar nova isenção em 2021 devem justificar sua ausência. Do contrário, não conseguirão obter a isenção no Enem deste ano.

A justificativa e o pedido devem ser feitos na página do participante do Enem entre os dias 17 e 28 de maio de 2021.

Cronograma Isenção Enem 2021

  • Justificativa de ausência no Enem 2020 e solicitação de isenção da taxa de inscrição para o Enem 2021: 17 a 28 de maio de 2021
  • Resultado da justificativa de ausência e solicitação de isenção: 9 de junho de 2021
  • Pedido de recurso da justificativa de ausência e solicitação de isenção: 14 a 18 de junho de 2021
  • Resultado dos pedidos de recurso: 25 de junho de 2021

As provas do Enem ocorrem somente nos dias 21 e 28 de novembro. Mas, a dica do Blog do Enem é você já começar a se preparar agora mesmo com as aulas, os resumos e os simulados do Curso Enem Gratuito.

O que é o pedido de isenção no Enem

Milhares de participantes que prestam a prova do Enem não apresentam condições financeiras favoráveis para pagar a inscrição. Pensando nisso, foi criada a possibilidade de pedir isenção no Enem e, assim, não pagar o valor da inscrição. O valor pago na inscrição varia, sendo em 2020 o total de R$ 85.

Quem pode pedir a isenção no Enem?

Para não pagar a taxa de inscrição do Enem é preciso fazer o pedido na página do participante. De acordo com o Inep, tem direito à isenção quem cumprir algum destes pré-requisitos:

  • Estiver cursando a última série do ensino médio no ano de 2020 na rede pública de ensino;
  • Tenha cursado todo o ensino médio em escola da rede pública ou como bolsista integral na rede privada e tenha renda per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio;
  • Estiver inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e tenha renda familiar per capita de até meio salário mínimo ou renda familiar mensal de até três salários mínimos.

Além disso, se você obteve a isenção da taxa de inscrição no Enem 2019, mas não foi fazer as provas e quer pedir isenção novamente, é necessário justificar sua ausência também na página do participante.

E quem faltou no Enem 2020 por causa da pandemia?

O edital publicado pelo Inep que trata da justificativa de ausência e da isenção não menciona os candidatos que faltaram na última edição por causa da pandemia de Covid-19. Na edição de 2020, o número de candidatos que faltaram à prova foi recorde: 55,3% na edição impressa e de 71,3% na versão digital. Os estudantes que faltaram por medo da pandemia, por exemplo, não conseguem justificar sua ausência.

Tendo isso em vista, parlamentares da Frente Mista pela Educação defendem isenção a todos os candidatos que se enquadrem nos critérios socioeconômicos. Dessa forma, não seria necessário justificar a ausência para conseguir obter a isenção da taxa de inscrição. De acordo com o autor do requerimento, o deputado Idilvan Alencar (PDT-CE), as regras atuais penalizam os estudantes e impõem uma barreira a quem deseja fazer o exame:

“É uma situação complicada, não ter o direito a pedir a isenção é uma punição para quem faltou, mas eles não abriram espaço para alguma justificativa como ‘medo de sair de casa por conta da pandemia’. Se não conseguirem a isenção, muitos estudantes vão deixar de fazer o Enem, novamente”.

No entanto, o prazo para pedir isenção está chegando ao fim e as regras ainda não foram revistas.

Como pedir a isenção no Enem

Para pedir a isenção, você vai entrar no site oficial e informar seu CPF, data de nascimento, e-mail e telefone. Além disso, é necessário responder um questionário socioeconômico e, claro, tem que ter documentos que possam comprovar a situação declarada.

A edição do Enem 2020 trouxe novidade: os participantes que pediram isenção no Enem 2020 precisaram se cadastrar no Portal do Governo Federal. É necessário fazer esse cadastro antes de realizar o pedido de isenção na página do participante.

O edital do Enem deixa claro que, se for constatado que o candidato declarou informações falsas, ele será eliminado e poderá responder por crime contra a fé pública. Ou seja, realmente não vale a pena pedir a isenção se você não tem direito a ela.

Todos os documentos necessários para fazer o pedido de isenção você pode conferir no edital divulgado pelo Inep.

Posso pedir isenção no Enem digital?

A regra de isenção no Enem vale tanto para a prova impressa quanto a digital. Assim, se você preenche um dos requisitos, poderá fazer a prova do Enem de graça.

Quando sai o resultado da isenção no Enem

Para consultar o resultado do pedido de isenção no Enem, é necessário acessar o site do exame e fazer login com o seu cadastro (o mesmo utilizado para pedir a isenção).

O resultado da isenção no Enem 2021 será divulgado no dia 9 de junho.

O que é a justificativa de ausência no Enem?

Se você conseguiu o benefício de isenção no Enem anterior (ao que está você se candidatando), e não compareceu aos dois dias de provas, você precisa justificar a sua ausência para tentar novamente a isenção.

Será necessário apresentar documentos que comprovem o motivo da ausência. São aceitos motivos como: assaltos, morte na família, acidente de trânsito, entre outros. Você pode fazer a justificativa do Enem no site do exame, durante o período dos pedidos de isenção.

Como recorrer da isenção do Enem

Se o seu pedido de isenção de taxa de inscrição no Enem foi negado, você ainda poderá recorrer da decisão. Para isso, é necessário fazer o seu login na página do participante e apresentar os documentos pedidos no edital.

O período para recorrer vai de 14 a 18 de junho de 2021.

Cronograma Enem 2021

As datas de abertura das inscrições e de realização das provas de 2021 ainda não foram divulgadas. No entanto, a inscrição para o Enem ocorre só depois de sair o resultado do pedido de isenção da taxa. Portanto, não deve ocorrer antes do mês de junho.

Enem digital

Ainda está na dúvida sobre como vai funcionar o Enem digital? Ela nada mais é do que a aplicação do exame por meio de um computador. De acordo com o edital do Enem 2020, foram disponibilizadas até 100 mil inscrições para os primeiros participantes que optarem pela edição digital.

Essas vagas serão apenas para algumas cidades selecionadas. O restante dos participantes fará a prova impressa. A previsão é que a prova se torne totalmente digital somente em 2026.

Como estudar para o Enem?

Para estudar para o Enem, é necessário ter organização e muita força de vontade, uma vez que o conteúdo da prova é bastante denso. Nossa primeira dica é: consulte nosso guia de como estudar para o Enem!

Veja nosso vídeo explicando como montar uma rotina de estudos eficiente:

Além disso, temos mais duas outras dicas:

  1. Tenha um plano de ensino para você saber direitinho qual aula estudar no dia. O Curso Enem Gratuito oferece um plano de estudos completo e gratuito.
  2. Estude os temas que mais caem no Enem. Assim como ler os resumo e ver as videoaulas sobre os assuntos.

Por fim, busque nossos canais de comunicação. Temos o canal no YouTube Curso Enem Gratuito e o Instagram @cursoenemgratuito. Lá postamos novidades diariamente.