Coordenadas Geográficas: Latitude x Longitude. Geografia Enem

Nem sempre é possível ter elementos visuais como referência para localização na superfície terrestre. Por isso utilizamos as coordenadas geográficas. Vem aprender mais sobre a latitude com esta aula de Geografia para o Enem!

Geografia Enem: Latitude x Longitude – A humanidade desenvolveu técnicas de marcação e de representação de pontos, rotas ou espaços sobre o globo terrestre que possibilitaram o deslocamento a grandes distâncias.

Ao longo da História, especialmente na Antiguidade e, posteriormente, nas eras Moderna e Contemporânea, estas técnicas de elaboração de mapas ou cartas náuticas, de orientação pela posição dos astros, depois com o uso da bússula, e finalmente com os modernos sistemas de GPS (Global Position System) possibilitaram a integração entre as sociedades localizadas em diferentes partes do mundo.

Diante disso, houve necessidade da criação de um sistema universal de posicionamento na superfície. Surgem, então, dois marcadores básicos:

Latutude x Longitude

A Latitude,  que marca os  deslocamento de Oeste para Leste, ou vice-versa, como que circundando o Globo pela linha do Equador; e a Longitude, que marca ao Norte ou ao Sul a distância de uma linha paralela imaginária em relação à linha do Equador.

Acompanhe essa revisão para você achar o Norte para um ótimo desempenho em Geografia no Enem!!1Fonte: http://2.bp.blogspot.com/-gDC-8HJmM40/TWjwr320p8I/AAAAAAAABJY/O14vUtMWjuE/s1600/hand9.gif

Desde os antigos Mapas, até ao GPS

Um dos fatos que mais influenciou o desenvolvimento tecnológico dos últimos séculos foi a necessidade e vontade dos seres humanos de explorarem e conhecerem outras áreas do planeta Terra com objetivos diversos. Para tornar as viagens mais rápidas e menos arriscadas, havia prioridade na criação de um sistema de posicionamento global que fosse a mais precisa possível.

A precisão quanto a localização em viagens distantes era fundamental até do ponto de vista econômico, pois a diminuição do tempo no deslocamento implicaria em menores custos de toda ordem.

Paralelos e Meridianos

Aprenda agora com o professor Raphael Carrieri, do canal do Curso Enem Gratuito, os pontos essenciaispara você fazer a interpretação de mapas e resolver questões de Fusos Horários no Enem.

As dicas do professor Carrieri:

  1. As coordenadas geográficas são pontos de localização no globo. Esses pontos são proporcionados pelos pontos de latitude e longitude, determinados pelas linhas imaginárias do planeta Terra: os meridianos e paralelos.
  2. Estas linhas imaginárias foram criadas por convenção cartográfica com a finalidade de localização. A distância entre as coordenadas geográficas é definida por medidas em graus, minutos e segundos, sendo 1 grau correspondente à duração de uma hora (60 minutos) e 1 minuto, correspondente a 60 segundos.
  3. Nesta aula, o professor Carrieri te explica as definições de latitude e longitude e te mostra como esse assunto pode aparecer no Enem. Veja a seguir o resumo completo e depois resolva os exercícios.

 

O Plano Cartesiano

Então, no contexto do Renascimento Científico do século XV, houve consenso de que o sistema de posicionamento a ser criado deveria ser com base no cruzamento de duas informações que gerariam um ponto. A ideia parecia de fato muito boa, pois um ponto, mesmo numa realidade tão vasta como a superfície terrestre, fornece boa margem de precisão.

E o que seria usado pra gerar esses “pontos”?

Retomando o Renascimento Científico, vários conhecimentos produzidos na Antiguidade por diferentes civilizações foram retomados e acrescidos outros produzidos em outros momentos.

Uma das Ciências que mais estava desenvolvida na época era a Astronomia e existiam conhecimentos bastante precisos sobre o Sistema Solar e do próprio planeta Terra. Dentre esses conhecimentos, já era sabido que a Terra possuía (e ainda possui) formato arredondado devido à curvatura do céu e, mais precisamente, elíptico.

Paralelos e Meridianos

Diante disso, concluiu-se que na área central do planeta havia uma circunferência maior que o restante do Globo Terrestre. O raio maior da Terra corresponde ao “meio” do planeta. Com isso, estabeleceu-se o paralelo 0°, denominado de Linha do Equador que divide o planeta Terra em dois hemisférios, Norte e Sul.

Cada hemisfério varia de 0° até 90°, do Equador aos polos. Pode-se deduzir então que há valores de latitudes iguais em ambos. Para não haver confusão, há duas formas de identificar se a latitude é Norte ou Sul.

Quando se tratar de latitude Norte, pode-se incluir o símbolo (+) antes do valor da Latitude; ou ainda, posteriormente ao número, acrescenta-se a letra N, correspondente a Norte. No caso de estar no hemisfério Sul, inclui-se o símbolo (-) antes dos valores de Latitude; ou, após a Latitude, acrescenta-se a letra S, correspondente a Sul.

Além disso, saber a Latitude significa algo?

Apesar de a Linha do Equador dividir o planeta no meio, a posição do paralelo 0° não é perpendicular a órbita. A inclinação do eixo da Terra é de 23°27’. Esse valor corresponde ao paralelo no qual está localizado o trópico de Câncer (no hemisfério Norte) e o trópico de Capricórnio (no hemisfério Sul).

Outros paralelos importantes são os Círculos Polares localizados a 66º 33’ de latitude (Ártico, no Norte, e Antártico, no Sul). Esses paralelos são importantes justamente por marcarem as zonas climáticas.

A área do planeta localizada entre os trópicos é denominada zona climática tropical ou intertropical. Trata-se da região onde predominam temperaturas elevadas quase o ano todo, não havendo um inverno rigoroso.

Nos dois hemisférios, Norte e Sul, compreendida entre os trópicos e os círculos polares, localiza-se a zona climática temperada que tendem a possuir temperaturas medianas, com invernos e verões amenos. E, finalmente, entre os círculos polares e o paralelo 90º em ambos hemisférios, tem-se a zona climática glacial ou polar, com invernos rigorosos e temperaturas baixas quase o ano todo.

A Linha do Equador.Veja Planisfério o destaque para a Linha do Equador.2Fonte: http://www.estudopratico.com.br/wp-content/uploads/2015/02/linha-do-equador-importancia-tipos-e-paises-cortados-por-ela.jpg

Paralelos Principais e as zonas climáticas. Observe as zonas climáticas: Mapa Mundi com destaque para as zonas climáticas e os principais paralelos.3Fonte: http://www.estudopratico.com.br/wp-content/uploads/2014/10/zonas-termicas-da-terra-polares-temperadas-e-tropical.png 

Veja um resumo especial sobre os Paralelos e os Meridianos

Então, agora você já sabe tudo sobre as latitudes, paralelos… Muito bem! Então, para fixar bem o conteúdo e finalizar sua revisão, veja esta super videoaula!

Exercícios de Latitude e Longitude

Agora, que tal você testar seus conhecimentos?

1. (UFAL – 2014) Num modelo esférico, a latitude é medida em graus do arco da circunferência de um meridiano, medido a partir do Equador, tendo o centro do planeta como vértice. Já longitude é a medida em graus do arco da circunferência de um paralelo, medido a partir o meridiano de Greenwich, tendo o centro do planeta como seu vértice.

4
Disponível em: http://www.atlasdemurcia.com. Acesso em: 27/11/2013

Sabendo que a determinação das coordenadas geográficas se baseia no princípio da medida da circunferência, podemos concluir que

 a) a longitude pode ir de 0° no Equador a 180° nos polos norte e sul.

b) a latitude pode ir de 0° em Greenwich a 90° a leste e a oeste.

c) a longitude pode ir de 0° no Equador a 180° a leste e a oeste.

d) a latitude pode ir de 0° no Equador a 90° nos polos norte e sul.

e) a latitude pode ir de 0° em Greenwich a 180° nos polos norte e sul.

 

2. Analisando a figura,

5

considere as afirmativas:

 

I. Os pontos A e B localizam-se no hemisfério ocidental.

II. Os pontos B e C localizam-se no hemisfério boreal.

III. Os pontos A e D localizam-se no hemisfério austral.

IV. Os pontos C e D localizam-se no hemisfério oriental.

 

Está(ão) correta(s)

a) apenas I e IV

b) apenas II e III

c) apenas I e III

d) apenas II e IV

e) todas

 

GABARITO

1 – D

2 – A

Post sobre Latitude e Longitude escrito por Douglas de Barros Oliveira, professor de Geografia, formado pela Universidade Federal de Santa Catarina,  com 12 anos de experiência na docência e especialista em tecnologia na aprendizagem.