Química no Enem – Veja como funciona a Polaridade das Moléculas

Uma molécula polar é aquela que possui a sua nuvem de elétrons deslocada. Ou seja, os elétrons se encontram concentrados em uma parte da molécula, formando polos negativos. E, por consequência, formando polos positivos onde há o desfalque desses elétrons

Polar ou apolar? Veja como funciona esse assunto que adora aparecer no Enem. Dica do professor Paulo Valim, do portal Química Total.

O essencial sobre as estruturas das moléculas é perceber que a forma como as moléculas se organizam no espaço influencia diretamente na polaridade.

Uma molécula polar é aquela que possui a sua nuvem de elétrons deslocada. Ou seja, os elétrons se encontram concentrados em uma parte da molécula, formando polos negativos. E, por consequência, formando polos positivos onde há o desfalque desses elétrons.

Ao analisarmos as estruturas das moléculas, podemos determinar se elas são polares ou não, levando em consideração dois fatores importantes: a diferença de eletronegatividade entre os átomos e a geometria da molécula. 

  • Uma molécula cujas ligações são todas apolares será apolar. Assim, as moléculas das substâncias simples são apolares. Veja alguns exemplos: H2, F2, Cl2, O2, N2, P4, S8. Se a molécula for diatômica e formada por elementos de eletronegatividades diferentes, então, a molécula será polar. Exemplos: HCℓ, HF, HBr e HI.

Aula Gratuita sobre as Ligações Químicas

Veja com o professor Felipe Sobis, do Canal Curso Enem Gratuito, uma aula completa sobre as Ligações Químicas. Assim você fica em dia para as questões do Enem, do Encceja e dos Vestibulares. Confira:

A Geometria das Moléculas – A geometria da molécula interfere em como os elétrons estarão distribuídos nela e, consequentemente, na sua polaridade. Se a molécula for formada por três átomos ou mais, teremos que analisar cada ligação que é feita e a geometria da molécula.

  • Veja um exemplo: CO2 – molécula linear:
  •  δ–    δ+      δ
    O = C = O
  • Observe que o oxigênio é mais eletronegativo que o carbono, por isso, os elétrons das ligações são mais atraídos para os oxigênios.
  • Neles é formada uma carga parcial negativa (δ), enquanto no carbono é formada uma carga parcial positiva (δ+). A multiplicação da distância entre os núcleos dos átomos ligados com essas cargas em módulo (isto é, somente o número sem sinal de positivo ou negativo) é chamada de momento dipolar e é representada por μ.

Química

 

Esse momento dipolar é indicado por setas que apontam na direção do elemento mais eletronegativo, que atrai os elétrons: O ← C → OIsso mostra que essa grandeza é um vetor (grandeza que apresenta módulo ou intensidade, direção e sentido). Portanto, ele é mais bem representado por:  Química

Química

Somando-se todos os vetores, encontramos o momento dipolar resultante,  , que nesse caso deu igual a zero porque os dois momentos dipolares possuem valores iguais, mas vão em direções opostas, anulando-se.

Quando o vetor momento dipolar resultante der igual a zero, a molécula é apolar, mas quando der diferente de zero, ela será polar.

Portanto, no caso da molécula de CO2, ela é apolar. 

Esse fenômeno influencia o ponto de ebulição das substâncias. E, agora você já consegue perceber que essa polaridade também influencia a solubilidade das substâncias.

Dica para não esquecer: “Semelhante dissolve semelhante”. Ou seja, polar dissolve polar, e apolar dissolve apolar.”

Usando esse conceito veja a resolução dessa questão do Enem de 2009:

Vai encarar o próximo Enem? Então, aumente suas chances com as aulas e os simulados do Curso Enem Gratuito.

Curso Enem Gratuito com todas as matérias e dicas de Redação.