Veja as Tipologias Textuais: resumo de linguagens Enem

Hora de se preparar para gabaritar geral na prova de Linguagens , dominar Interpretação de Textos, e compreender o Tema da Redação. Veja as Tipologias Textuais para chegar com tudo nas provas do Enem

Você acerta de primeira uma questão sobre Tipologias Textuais? Ou, ainda não tem certeza de que você “se garante”neste conteúdo? – Então é hora de revisão mesmo, porque cai direto nas provas do Enem, do Encceja, e dos vestibulares. Veja as Tipologias Textuais no resumo Enem de Linguagens.

E aí, galerinha, tudo nos conformes? Estava lendo um livro esses dias e me lembrei de vocês. Ao longo das páginas, eu fui percebendo que, apesar de estar gostando do que tava escrito, eu não sabia bem de qual forma aquilo estava sendo dito…

Pensei: isso está sendo narrado? está sendo descrito? Ou, ainda, será que é uma deissertação? Ih! Que nó na cabeça. Logo lembrei do Enem: lógico a prova vai abordar justamente onde surgem as dúvidas, para garantir o diferencial daqueles que estudam, assim como vocês. Por isso (não só por isso!!!), esta aula é importantíssima para a prova de Linguagens e suas Tecnologias e a de Redação. Tipologias textuais. Vamos nessa!

Veja as Tipologias Textuais

Um bom começo para esta revisão é acompanhar com a professora Mercedes bonorino, do canal do Curso Enem Gratuito, uma explicação bem didática sobre as Três tipologias Textuais. Aprenda com ela o que é uma Narração, o que é uma Descrição, e o que é uma Dissertação.

É básico aprender a distinguir cada uma das três tipologias textuais para você dominar Interpretação de Texto, e também compreender o que o texto dissertativo-argumentativo, que cai na redação do Enem. Veja as tipologias textuais:

Com identificar as Tipologias Textuais

A todo o momento nos deparamos com vários textos, sejam eles verbais e não verbais. No caso do Enem , trabalharemos com uma variedade bastante grande de textos. Em todos há a presença do discurso, isto é, a ideia intrínseca, a essência daquilo que está sendo transmitido entre os interlocutores.

Esses interlocutores são as peças principais em um diálogo ou em um texto escrito, pois nunca escrevemos para nós mesmos, nem mesmo falamos sozinhos. Então perceba: na redação, por exemplo, é você e o corretor, suas forças e energias devem estar focadas em convencê-lo daquilo que está sendo escrito e, pra tanto, usar-se-á (olha a mesóclise aí, minha gente) uma linguagem adequada.

É de fundamental importância sabermos classificar os textos dos quais travamos convivência no nosso dia a dia.  São estas as tais Tipologias Textuais. Para isso, precisamos saber que existem tipos textuais e gêneros textuais.

Podemos encontrar cinco tipos textuais. Aqui, veremos apenas dois deles e, na próxima aula, os outros três, belezinha? Os de hoje serão Narração e Descrição. Bora sistematizar as definições? Veja as tipologias textuais da narração e da descrição.

Narração

  • Narração: consiste em arranjar uma sequência de fatos na qual os personagens se movimentam num determinado espaço à medida que o tempo passa. O texto narrativo é baseado na ação que envolve personagens, tempo, espaço e conflito. Seus elementos são: narrador, enredo, personagens, espaço e tempo

A mesma professora do vídeo acima, da rede Meritus, fez um vídeo esmiuçando (o que??? Explicando… detalhar ao máximo) cada tipo textual, vamos ver o que ela diz sobre a Descrição:

Descrição

  •  Descrição: ação que você toma de descrever sobre algo ou alguém Então, sempre que você expõe com detalhes um objeto, uma pessoa ou uma paisagem a alguém, está fazendo uso da descrição.

 

Cuidado na Redação do Enem

A Redação do Exame Nacional do Ensino Médio deve ser escrita na tipologia Dissertativa, e com foco em argumentação para defender um ponto de vista, e ainda incluir uma proposta de intervenção para mitigar ou solucionar o problema apresentado no Tema da Redação do Enem.

Então, a Redação não deve ser escrita como “narrativa”, e nem como “descritiva”. Ela precisa ser escrita no formato Dissertativo-Argumentativo.  Veja agora com a professora Daniela Garcia, para você conquistar os pontos certos no texto da Redação:

As dicas da profe Daniela:

  1. A tipologia textual, ou tipo textual, é determinada pela forma, estrutura e conteúdo do texto.
  2. São exemplos de tipos textuais: narração, descrição, injunção, dissertação.
  3. Já o gênero textual é determinado pela função do texto, que depende do contexto em que ele circula.
  4. São exemplos de gêneros textuais: carta, conto, crônica, poema. Nesta aula, a professora Dani te explica melhor essas diferenças, que são importantes para você mandar bem na redação e nas questões de linguagens, português, gramática e literatura.

 

A ideia de hoje era essa, galerinha! Espero que as aulas estejam ajudando vocês nos estudos para o Enem. O negócio agora é se entregar aos estudos e permitir que a tão sonhada vaga na universidade venha apenas como consequência de um esforço, por merecimento!

Dica extra de Intertextualidade

Veja agora com a professora Camila Zuchetto Brambilla, que dá aulas de Literatura no Curso Enem Gratuito, como você pode utilizar os conhecimentos de Tipologias Textuais para conseguir pontos nas questões de literatura na prova.

O que é Intertextualidade

  1. A intertextualidade consiste na criação de um texto a partir de outro. Isso poderá ocorrer por meio de uma alusão, conotação, versão, plágio, tradução, pastiche e paródia.
  2. A distinção entre essas modalidades ocorrerá de acordo com a visibilidade, explícita ou implícita, de um texto em outro.
  3. Também pode ocorrer intertextualidade com outras formas além do texto verbal, como na música, pintura, filme, novela etc. Toda vez que uma obra fizer alusão à outra ocorre a intertextualidade.
  4. O termo (intertextualidade) foi cunhado por Julia Kristeva em 1966, mas passou por diferentes interpretações desde então.
  5. Nesta aula acima, a professora Camila te explica melhor o que é essa tal intertextualidade e te mostra os vários tipos que existem.

 

Reforço aqui que temos, neste site, um canal aberto para que vocês tirem suas dúvidas para o Enem, estamos aqui para ajudá-los. Bons estudos!

Veja as Tipologias Textuais

EXERCÍCIOS:

1) Qual a tipologia textual do trecho apresentado abaixo?

Dona Julieta chamou os filhos mais novos para uma conversa séria. Era uma manhã de domingo, o dia estava claro e ensolarado. Pediu a eles que compreendessem a situação do pai, que não tinha no momento condição de colocá-los em uma escola melhor.

a) dissertação subjetiva
b) descrição
c) narração com alguns traços descritivos
d) dissertação objetiva com alguns traços descritivos
e) narração com alguns traços dissertativos

2) Marque o texto com características narrativas.

a) O ideal é que todos colaborem. Caso contrário, o Brasil continuará sem rumo.
b) Rodrigo e Juliana estavam na sala, quando ocorreu a explosão.
c) Ela tem olhos azuis e cabelos louros. Não parece brasileira.
d) Minha casa tem dois andares. Os quartos ficam na parte de cima.
e) A inteligência humana deve ser usada para o bem.

3) Marque a afirmação correta em relação ao texto abaixo:

“Senti tocar-me no ombro; era Lobo Neves. Encaramo-nos alguns instantes, mudos, inconsoláveis. Indaguei de Virgília, depois ficamos a conversar uma meia hora. No fim desse tempo, vieram trazer-lhe uma carta; ele leu-a, empalideceu muito e fechou-a com a mão trêmula.”
(Machado de Assis, in Memórias Póstumas de Brás Cubas)

a) É texto dissertativo com alguns elementos descritivos.
b) Não se trata de texto narrativo, pois não há personagens.
c) É um texto descritivo, com alguns elementos narrativos.
d) O texto não apresenta personagem-narrador.
e) Trata-se de uma narração, sem nenhum traço dissertativo.

RESPOSTAS:

1 – c – Apesar de ser uma narração, o autor coloca traços de descrição para dar mais riqueza ao texto.
2 – b – narra um fato acontecido explicitando os envolvidos, bem como o local.
3 – e – Machado de Assis apenas narra os fatos acontecidos neste trecho.

Post escrito por Samoel Raulino, professor de Redação nos cursinhos em Florianópolis.

João Vianney dos Valles Santos

Psicólogo e jornalista, Vianney é diretor do Blog do Enem. Tem doutorado em Ciências Humanas, coordenou o Laboratório de Ensino a Distância da UFSC, e Dirigiu o Campus Unisul Virtual. É consultor de EaD da Hoper Educação.
Categorias: Apostilas Encceja, Apostilas Enem Gratuitas, Literatura, Português, Redação Enem