A teoria de Piaget: ninguém nasce moral – Filosofia Enem

Já nascemos com o senso moral ou somos educados durante a convivência depois? Vamos conhecer a resposta de Piaget a esta pergunta e ficar poder dentro dos assuntos do Enem?

Quem foi Piaget? Jean Piaget nasceu em 1896 em Genebra, na Suíça e faleceu em 1980. Foi um renomado psicólogo e filósofo, conhecido por seu trabalho pioneiro no campo da inteligência infantil.

Piaget

Piaget passou grande parte de sua carreira profissional interagindo com crianças e estudando seu processo de raciocínio. Seus estudos tiveram um grande impacto sobre os campos da Psicologia e Pedagogia.

Essa dedicação de muitos anos analisando a consciência infantil fez Piaget encontrar a resposta para o problema da moralidade na infância. Vamos conhecer seu estudo e sua conclusão?

Primeiramente vamos situar duas correntes filosóficas importantes que dão o ponto de partida a este estudo: racionalismo e empirismo. Ambas procuram dar resposta ao processo de aquisição do conhecimento. Segundo o racionalismo o conhecimento seguro se dá somente pela razão e já trazemos conosco algum conhecimento que é chamado de conhecimento inato. Já segundo o empirismo nascemos como folhas em branco e vamos adquirindo o conhecimento através dos nossos sentidos.

Piaget afirma que não há inteligência inata, não só a consciência moral, mas a afetividade e a razão têm seu progresso em estágios sucessivos nos quais as crianças organizam o pensamento e o julgamento. Neste sentido, a educação para a moral tem dois estágios: o estágio inicial que se chama heteronomia e estágio final que se chama autonomia. No estágio inicial as regras morais são impostas e na fase final há uma compreensão das regras de um modo individual.

O ser humano, portanto, precisar ser educado para a convivência, pois a aprendizagem requer uma saída de si mesmo, do conhecimento do outro e o fim do egocentrismo. Sendo que esse processo exige a mediação do meio, da cultura e dos agentes.

Torna-se necessário afirma, portanto, que a teoria de Piaget é uma teoria construtivista, isto é, a construção do conhecimento ocorre quando acontecem ações físicas ou mentais sobre os objetos, que resultam em assimilação e posteriormente em acomodação.

Para finalizar, Piaget compreende 4 estágios do desenvolvimento. No primeiro estágio temos o sensório-motor, onde predomina o desenvolvimento das percepções sensoriais e dos movimentos.

No segundo estágio temos o desenvolvimento intuitivo ou simbólico. Neste estágio a criança descobre o símbolo e a aprendizagem da fala. No terceiro estágio temos as operações concretas, que é o mais longo e apresenta o grande salto da ação e operações mentais concretas. No quarto e último estágio é o das operações formais, é quando amadurecem as características da vida adulta.

Resumo

Para Piaget ninguém nasce moral, pois não existe inteligência inata, a gênese da moral é um avanço progressivo. Sendo que esse progresso se dá em dois estágios: heteronomia e autonomia. O primeiro as regras são impostas e no segundo já uma compreensão das regras de um modo individual.

Aprofunde sua revisão deste conteúdo assistindo um vídeo que selecionamos para você:


Chegou a sua vez. Resolva essas questões de vestibulares e se prepare para o Enem:

1. Com relação aos estágios (ou estádios) de desenvolvimento, de acordo com a Teoria Piagetiana, assinale V para as sentenças VERDADEIRAS e F para as FALSAS.

( ) Os estágios do desenvolvimento são uma maneira de explicar a organização mental e as idades cronológicas são norteadoras referindo-se às idades mais prováveis em que a criança apresenta os comportamentos descritos em cada estágio.
( ) A ordem de sucessão dos estágios é constante, embora a criança possa omitir ou pular qualquer um dos estágios dependendo dos estímulos do meio.
( ) O conceito de ‘estágio’ explica a forma de organização intelectual e pode ser compreendido como uma escada em que cada vez que o sujeito atinge um degrau superior, ou seja, uma estrutura mais complexa, deixa a estrutura menos complexa para trás evoluindo em seu pensamento.
( ) O estágio sensório-motor caracteriza-se pela falta da função simbólica e por isso não se pode considerar que haja inteligência propriamente dita.
( ) O estágio pré-operatório tem início com as primeiras simbolizações rudimentares que aparecem no final do período sensório-motor, ou seja, há representação e por isso o pensamento não está mais preso aos eventos perceptivos e motores.
( ) O pensamento pré-operatório praticamente não pode ser considerado um pensamento ‘bom’ pelas características que ele apresenta e que impedem que esse seja um pensamento lógico.
( ) No período operatório concreto, os processos mentais da criança tornam-se lógicos, ou seja, a criança tem em seu controle um sistema cognitivo coerente e integrado com o qual organiza e age no mundo.
( ) As operações formais constituem o ápice do desenvolvimento intelectual; o estado final de equilíbrio para o qual a evolução intelectual vinha-se dirigindo desde o nascimento e, após este estágio, não há mais mudança qualitativa nas estruturas e sim mudanças quantitativas. A sequência CORRETA é:

a) F, V, V, V, F, F, V, F.
b) V, V, F, V, V, F, F, V.
c) F, F, V, F, F, V, F, F.
d) V, F, F, F, V, V, V, V.

2. No ensino dos conteúdos, durante as aulas de Educação Física, há sempre valores morais em jogo, tais como: a justiça e a injustiça, o certo e o errado, a solidariedade e o egoísmo, o respeito e o desrespeito, dentre outros. Portanto, ensinar um determinado movimento, habilidade ou fundamento dentro do contexto de um conteúdo específico de ensino, é, antes de tudo, ensinar regras de comportamento e de convivência social. Para Piaget (1994), a evolução da prática e da consciência da regra abrange três fases que seguem a seguinte ordem de desenvolvimento:

(A) heteronomia, autonomia e anomia.
(B) anomia, autonomia e heteronomia.
(C) heteronomia, anomia e autonomia.
(D) anomia, heteronomia e autonomia.
(E) autonomia, heteronomia e anomia.

3. De acordo com Piaget, o desenvolvimento cognitivo segue as seguintes etapas:

(A) período sensório-motor, período das operações formais, período das operações concretas;
(B) período pré-operatório, período das operações formais, período das operações abstratas;
(C) período sensório-motor, período pré-operatório, período das operações concretas, período das operações formais;
(D) período sensório-motor, período pré-operatório, período das operações concretas.

4. Quando a professora percebe que uma criança está na fase heterônoma do desenvolvimento moral, expressando crenças e comportamentos tipicamente estudados e descritos por Piaget, sabe que não pode ensinar ao aluno como adquirir autonomia no pensamento e na ação. De fato, se ela se propusesse a fazer isso, estaria, segundo o construtivismo, levando esse aluno a

(A) pular um estágio importante do desenvolvimento cognitivo.
(B) parar de atuar cognitivamente, por confiar na professora.
(C) realizar uma aprendizagem exógena, para a qual não há maturação biológica.
(D) distinguir entre o aparato jurídico e as regras éticas da sociedade em que vive.
(E) confundir as fronteiras entre os conceitos de assimilação, acomodação e adaptação. •

Respostas:

1: d; 2: d; 3: c; 4:b

Curso Enem Gratuito

Quer aumentar suas chances no próximo Exame Nacional do Ensino Médio e mandar bem nas Notas de Corte do Enem? Estude com as apostilas e aulas gratuitas do Curso Enem Online. Todas as matérias do Exame e ainda as Dicas de Redação. Acesse aqui o Curso Enem Gratuito Online.

curso enem gratuito blue fino

Acesse aqui os Aulões do Blog do Enem! São videoaulas gratuitas e completas com os conteúdos mais relevantes para o Exame Nacional do Ensino Médio.

Post escrito por Gilson Luiz Corrêa. Gilson é bacharel em Filosofia pela UNISUL, possui Licenciatura em Filosofia pela UFSC e em Psicopedagogia pela FMP. É professor do Colégio Catarinense. Facebook: https://www.facebook.com/gilsonluiz.correa