Monocotiledôneas e Eudicotiledôneas: a classificação das angiospermas

As monocotiledôneas assim como as dicotiledôneas são classificações tradicionais das angiospermas. Essa classificação leva em consideração a quantidade de cotilédones nas plantas. Para saber mais a respeito veja o nosso resumo de biologia para o Enem.

As monocotiledôneas e as eudicotiledôneas fazem parte de um grupo de plantas angiospermas. Ou seja, no reino das plantas e dos vegetais que se caracteriza, na botânica como categoria de classificação das plantas. No caso das monocotiledôneas ela simboliza a planta cujo embrião tem, tipicamente, um só cotilédone, ou seja, raiz ramificada e folhas paralelinérveas.

Tais classificações são utilizadas para nomear plantas e vegetais do reino angiosperma. Com mais de 250 mil espécies descritas, o grupo das angiospermas possui plantas distribuídas em praticamente todos os habitats do planeta, com espécies com os mais variados tipos de adaptações. Nesta aula iremos revisar as principais características da classificação das plantas monocotiledôneas e eudicotiledôneas e vamos te ajudar a identificá-las.

Monocotiledôneas & Eudicotiledôneas

Atualmente utilizamos o termo eudicotiledôneas, pois a botânica percebe que o grupo das dicotiledôneas não era monofilético, que significa com apenas um ancestral em comum. Assim, este grupo foi desmembrado e renomeado para eudicotiledôneas (o prefixo “eu” significa verdadeiro).

As monocotiledôneas assim como as dicotiledôneas são classificações tradicionais das angiospermas. Essa classificação leva em consideração a quantidade de cotilédones nas plantas. Ou seja, a quantidade de folhas modificadas que contém uma reserva de nutrientes para o embrião nas sementes destas plantas.

O que é uma monocotiledônea?

O grupo das monocotiledôneas representa aproximadamente 2% de todas as espécies de angiospermas já descritas. As monocotiledôneas são representadas por plantas cujas sementes possuem apenas um cotilédone com reservas nutritivas para o embrião.

monocotiledôneaO milho é um exemplo de monocotiledônea por possuir fruto, caule longo, folhas paralelínéveas e raíz fasciculada.

Em geral, as monocotiledôneas possuem folhas paralelinérveas com bainha bem desenvolvida. Elas também possuem flores trímeras  que significam estar com três peças florais em cada verticilo ou múltiplos de três. Além disso elas também precisam ter raízes em forma de “cabeleiras”, também chamadas de fasciculadas, onde não é possível identificar uma raiz principal.

Por fim os vegetais que são monocotiledôneas precisam ter vasos irregularmente espalhados pelo caule, sendo que elas não tem cilindro cambial. São exemplos de monocotiledôneas  bambu, arroz, milho, trigo, aveias, cebola, banana, bromélia, lírio, alho, centeio, orquídeas.

As Eudicotiledôneas:

O grupo das eudicotiledôneas possui plantas cujas sementes contêm dois cotilédones desenvolvidos para a nutrição do embrião.

Em geral, as eudicotiledôneas possuem frequentemente folhas paralelinérveas ou palminérveas com bainha ausente ou pouco desenvolvida e nervuras ramificadas. Elas também possuem flores pentâmeras ou tetrâmeras. Porém a raiz destas plantas são chamadas de axial, ou pivotante, onde é possível identificar uma raiz principal. No seu caule é possível identificar vasos condutores organizados regularmente.

O caule das eudicotiledôneas apresenta um espessamento devido à atividade do câmbio vascular situado entre o xilema e floema que cresce e se renova constantemente. São exemplos de eudicotiledôneas as grandes árvores como o ipê, o mogno, as canelas, o garapuvu, o abacateiro, a cerejeira, a goiabeira, assim como várias plantas herbáceas, como o morangueiro e a margarida.

Exemplo de monocotiledôneas e eudicotiledôneas

Veja no quadro a seguir a comparação entre as principais características das eudicotiledôneas e monocotiledôneas:Angiospermas: Monocotiledôneas e Eudicotiledôneas

O que são angiospermas?

Goiaba, mamão, coco, azeitona, tomate, esses são alguns dos frutos que fazem parte do grupo mais biodiverso: as Angiospermas.  Esse grupo tão extenso surgiu no planeta há aproximadamente 140 milhões de anos. Entretanto a principal inovação trazida pelas angiospermas é a presença de frutos, estruturas exclusivas desse grupo de plantas. Os frutos são estruturas que envolvem e protegem as sementes e fazem parte do grupo das angiospermas

Sendo assim podemos dizer que esse grupo de seres vivos, é dividido em diferentes classificações como as monocotiledôneas e as eudicotiledôneas. Porém possuem diferentes caractaríticas entre si. Assim como as gimnospermas e as pteridófitas, as angiospermas são plantas vasculares. Isso quer dizer que possuem tecidos específicos para a condução de substâncias ao longo de seu organismo: os vasos condutores, chamados de xilema e floema.

monocotiledôneasFlores silvestres. As flores das angiospermas são extremamente variadas. Cada flor é especializada no tipo de polinização que realiza.

Elas também possuem órgãos e estruturas. Os órgãos vegetativos das angiospermas são a raiz, o caule e as folhas. A anatomia desses órgãos é extremamente variada, com diferentes adaptações. Sendo assim, encontramos nesse grupo plantas muito delicadas, como algumas espécies do extrato herbáceo, até plantas de grande porte, compondo a copa de grandes florestas.

Videoaula

Veja agora a aula de biologia com a professora Juliana, qual é a Taxonomia utilizada para organizar os seres vivos em reino, filo, classe, ordem, família, gênero, e espécie.

Agora que você já sabe as principais diferenças entre monocotiledôneas e Eudicotiledôneas, que tal tesar seus conhecimentos?

Exercícios sobre as Angiospermas

Questão 01) (Unitau)
Um Engenheiro Agrônomo recomendou para um agricultor que utilizasse plantas com raízes fasciculadas para controlar a erosão. Estas plantas, que também possuem folhas com nervuras paralelas, são classificadas como:

a) briófitas.
b) pteridófitas.
c) gimnospermas.
d) monocotiledôneas.
e) dicotiledôneas.

Questão 02) (Unesp)
Araucária, eucalipto, samambaia e orquídea não exemplos, respectivamente, de

a) Pteridófita, Angiosperma, Gimnosperma e Monocotiledônea.
b) Monocotiledônea, Pteridófita, Gimnosperma e Dicotiledônea.
c) Pteridófita, Gimnosperma, Monocotiledônea e Dicotiledônea.
d) Gimnosperma, Monocotiledônea, Dicotiledônea e Pteridófita.
e) Gimnosperma, Dicotiledônea, Pteridófita e Monocotiledônea.

Questão 03) (Pucamp)
Na figura a seguir, estão esquematizadas uma semente e uma folha.

Angiospermas: Monocotiledôneas e Eudicotiledôneas

Sementes e folhas com essas características são encontradas em

a) monocotiledôneas.
b) dicotiledôneas.
c) gimnospermas.
d) pteridófitas.
e) briófitas

Questão 04) (Uel)
Em uma excursão, foi encontrada uma planta com as seguintes características:

– folhas pecioladas, com nervuras reticuladas
– raízes pivotantes
– flores pentâmeras

Esses dados foram suficientes para classificar a planta em questão como uma

a) briófita.
b) pteridófita.
c) gimnosperma.
d) dicotiledônea.
e) monocotiledônea.

Questão 05 – (UNICAMP SP/2020)

Relatório publicado em 2019 alertou que um número crescente de espécies de animais polinizadores está ameaçado de extinção em todo o mundo em decorrência de fatores como desmatamento, uso indiscriminado de agrotóxicos e alterações climáticas. Importantes medidas devem ser adotadas para prevenir as consequências econômicas, a redução na produção de alimentos e o desequilíbrio dos ecossistemas. Entre as espécies cultivadas no Brasil que dependem de polinização animal, destacam-se o maracujá, a maçã, a acerola e a castanhado-brasil.

(Fonte: Marina Wolowski e outros, Relatório temático sobre polinização, polinizadores e
produção de alimentos no Brasil. BPBES e REBIPP, 2019. Acessado em 23/05/2019.)

Considerando as informações fornecidas no texto e os conhecimentos sobre botânica e ecologia, é correto afirmar que a polinização pode ser beneficiada

a) por insetos que transportam o pólen da antera para o estigma nas eudicotiledôneas mencionadas.

b) por pequenos vertebrados que transferem pólen do estigma para o estame nas monocotiledôneas mencionadas.

c) por insetos que transferem pólen do estigma para o estame nas eudicotiledôneas mencionadas.

d) por pequenos mamíferos que transportam o pólen da antera para o estigma nas monocotiledôneas mencionadas.

Questão 06 – (UFGD MS/2019)

A seguir estão listados tanto os nomes comuns quanto os científicos de quatro espécies distintas entre si.

1. Sequoia (Sequoiadendron giganteum)

2. Cavalinha (Equisetum spp)

3. Palmeira-real (Archontophoenix cunninghamiana)

4. Abacateiro (Persea americana)

Considerando as espécies listadas, assinale a alternativa que apresenta, correta e respectivamente, a classificação destas.

a) Gimnosperma, Pteridófita, Monocotiledônea, Dicotiledônea.

b) Gimnosperma, Monocotiledônea, Pteridófita, Angiosperma.

c) Angiosperma, Gimnosperma, Angiosperma, Dicotiledônea.

d) Gimnosperma, Briófita, Monocotiledônea, Dicotiledônea.

e) Angiosperma, Briófita, Monocotiledônea, Dicotiledônea.

GABARITO

1. GAB. D
2. GAB. E
3. GAB. B
4. GAB. D
5) Gab: A
6) Gab: A