As Camadas da Atmosfera – Resumo de Geografia para o Enem

Veja as seis camadas da Atmosfera, suas características e a contribuição de cada uma delas para o equilíbrio de nosso Meio Ambiente. Resumo gratuito para as questões de Geografia do Enem, do Encceja, e dos vestibulares. Vem!

Olá! Tudo sob controle? Espero que sim! E para ficar mais tranquilo ainda, trago um tema que corriqueiramente aparece no Enem e nos vestibulares, principalmente por conta da poluição: a atmosfera.

Atmosfera é toda a parte gasosa que envolve a Terra e é fundamental para a sobrevivência no planeta. Esses gases estão por toda a parte do planeta, inclusive, subterraneamente. Alguns desses gases podem ser poluentes, outros não. Alguns são perceptíveis a olho nu, outros não e por aí vai.

Bem, primeiramente, vamos estudar como a atmosfera está representada. Como assim? A atmosfera vai até um determinado limite de altitude, chegando a mais ou menos 1000 km, com tipos de concentrações de gases diferentes, pois vai depender da região que esses gases se encontram.

1Essas diferenças resultaram na divisão da atmosfera em camadas. Você pode observar as camadas na imagem acima. Elas começam na Troposfera, bem junto à superfície, e vão até a Exosfera, acima dos 650 quilômetros de distância perpendicular à superfície.

As Camadas da Atmosfera:

1 – Troposfera –É a primeira camada que nos envolve. Ela é pequena em extensão, não passando de 10 km, mas é a que tem a maior concentração de gases. É nela que ocorrem as atividades meteorológicas. Temos 78% de nitrogênio, 21% de oxigênio e 1% de outros gases. Cerca de 75% de todos os gases da atmosfera estão concentrados na troposfera.

2 – Estratosfera – nela encontramos a famosa camada de ozônio, que é a responsável por “filtrar” a passagem da radiação solar. Esse filtro impede a entrada de vários raios nocivos a nossa vida, dentre eles os mais conhecidos UV A e UV B.

3 – Mesosfera – o que mais chama atenção nesta camada é por ser muito fria, com temperaturas que podem chegar a -100ºC, mas não é a mesma temperatura em toda a camada, podendo variar confirme a localização dentro da mesma.

4 – Termosfera ou Ionosfera – é a mais extensa das camadas, chegando a 500 km de altura. É rica em íons e é a mais quente.

5 – Exosfera – é a última camada com influência gravitacional da Terra. Rica em gás hélio e hidrogênio.

Aula Gratuita sobre a Atmosfera

Veja um resumo simples e rápido com o professor Carrieri, do canal Curso Enem Gratuito, sobre a importância e as características de cada uma das camadas da Atmosfera:

Agora que você já revisou o que compõe a Atmosfera, veja agora como ela interfere na superfície do planeta Terra:

É importante saber que do ponto de vista de um geólogo, a atmosfera é um agente evolucionário essencial na morfologia de um planeta. O vento transporta poeira e outras partículas que degradam a superfície (erosão eólica).

Precipitações atmosféricas, tais como a queda de gelo (neve, granizo, etc.) e chuva, que dependem da composição atmosférica, também influenciam o relevo.

Mudanças climáticas podem influenciar a história geológica de um planeta. De modo oposto, o estudo da superfície de um planeta, principalmente a Terra, pode levar a um entendimento sobre a história da atmosfera e do clima no planeta.

Aula Gratuita: As Mudanças Climáticas

O Planeta Terra tem uma única Atmosfera. As interferências do homem no equilíbrio da natureza provocam mudanças que alcançam todo o sistema. Veja um resumo rápido sobre as Mudanças Climáticas:

Exercícios

1 – (UNIFEI) A maior parte dos fenômenos meteorológicos, como as chuvas, os ventos e os deslocamentos de massas de ar, ocorre na:

a) Estratosfera

b) Troposfera

c) Mesosfera

d) Termosfera

e) Exosfera

2 – (IFBA) A figura em destaque representa, de forma ilustrativa, as camadas que integram a atmosfera terrestre: troposfera, estratosfera, mesosfera e termosfera. Essas camadas foram definidas a partir da variação da temperatura e propriedades físicas, em relação à altitude. A partir dos conhecimentos geográficos sobre a dinâmica e estrutura atmosférica, analise as questões que seguem:

AYOADE,J.O. Introdução a Climatologia para os Trópicos. 5ª Edição. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1998.

I. O início e a evolução da vida no planeta Terra teve um papel fundamental na modificação da atmosfera primitiva até a sua composição atual, constituída de forma predominante pelos gases do hidrogênio e o hélio.

II. Em todas as camadas da atmosfera, a variação térmica é inversamente proporcional à elevação da altitude. Ou seja, quanto maior for a distância em relação ao nível médio do mar, menor será a temperatura atmosférica.

III. As noites estreladas são mais frias no inverno pela ausência do vapor de água condensado nas nuvens do céu, agindo como absorvente do efeito estufa e garantindo o aumento térmico na parte baixa da atmosfera.

IV. Quando a quantidade de água superficial no estado sólido aumenta por diminuição da insolação, tende-se a definição de um clima mais seco. Ao contrário, elevando-se a temperatura atmosférica na superfície terrestre, define-se um clima mais úmido.

V. O dióxido de carbono, o metano e os clorofluorcarbonetos são considerados “gases-estufa”, sendo que os clorofluorcarbonetos, em especial, também possuem a capacidade de destruir a camada do ozônio localizada na mesosfera que filtra a radiação ultravioleta.

Estão corretas as alternativas

a) I e II

b) II e V

c) III e IV

d) I, II e V

e) III, IV e V

GABARITO

1 – B

2 – C

Os textos e exemplos acima foram produzidos pelo professor Leandro, formado em Geografa pela Udesc. Leandro é professor de Geografia em escolas da Rede Particular de Ensino da Grande Florianópolis.