Atualidades no Enem: como estudar para Redação e mandar bem no texto

Estar atento ao noticiário e prestar atenção nas dicas dos professores são algumas das atitudes dos alunos que se dão bem das questões de atualidades no Enem. Cai na prova e ajuda na Redação.

A orientação que os professores dão aos candidatos para responder as questões de atualidade no Enem e para criar os Argumentos na Redação é estar bem informado. O conselho é bastante simples, mas colocá-lo em prática demanda tempo e um bocado de esforço.

As questões que envolvem atualidades no Enem ocorrem de maneira transversal em boa parte das provas objetivas. O enunciado das questões objetivas procura cada vez mais aproximar o conteúdo e os conhecimentos às situações do cotidiano, e sempre vinculando Atualidades.

Na Redação do Enem os avaliadores contratados pelo MEC valorizam quando o candidato demonstra conhecimentos sobre assuntos atuais e consegue relacioná-los de maneira apropriada no desenvolvimento do texto dissertativo-argumentativo.

Ao escrever sobre os temas que influenciam nossas escolhas e visão de mundo, o candidato que demonstra capacidade de análise e de contextualização na redação soma pontos nas Cinco Competências requeridas para alcançar a nota 1000.

Dicas para compreender os assuntos contemporâneos

Apenas conhecer o tema proposto na Redação não é o suficiente para estar em dia com as Atualidades no Enem. O candidato deve ser capaz de apontar uma Tese ou um Ponto de Vista de vista de um determinado assunto.

E, deve ser capaz de apresentar os Argumentos para analisar seu contexto, fazer comparações, e com isso fazer uma proposta de intervenção coerente na Conclusão. Tudo isso vai determinar a qualidade do texto na Redação.

Dicas de Atualidades do portal Vestibular.com.br

Mas para alcançar tal nível de argumentação, um requisito é indispensável: o treinamento. Prepare-se com o máximo de antecedência possível.Atualidades para o EnemVeja na imagem acima as dicas de Atualidades do portal Vestibular.com.br para os temas de Crise Política no Brasil, Reforma da Previdência, O Estado Islâmico, Racismo, e Desarmamento.

Leia. Leia, leia, e leia de novo!

Crie o hábito de ler as notícias dos principais jornais do País. Isso pode ser feito pela internet mesmo. Procure ler o que os colunistas especializados escrevem sobre os assuntos mais discutidos pela imprensa.

Muitas vezes, as opiniões dos articulistas de um mesmo jornal são bastante diferentes, ou até mesmo opostas. É o caso do jornal Folha de São Paulo, onde temas em debate aberto são abordados por articulistas com visões diferentes, o que exige exercício de fundamentação para ambas posições.

Inclusive, o jornal criou uma promoção de assinatura temporária com desconto para os candidatos que estiverem inscritos no Enem. A dica aqui é selecionar os principais pontos dos argumentos de cada um e escrever um texto avaliando o que foi lido.

Diversifique suas fontes de informação

Assista aos telejornais sempre que possível. As imagens são uma importante forma de absorver novas informações. Preste atenção na análise que os jornalistas fazem a respeitos das imagens mostradas.

Compare o nível de contextualização dos fatos feitos pelo jornal impresso, o televisivo e a análise das reportagens de maior fôlego em revistas ou especiais online.

Aula Gratuita:  como fazer a Redação do Enem

Veja com a professora Tharen Teixeira, do canal Curso Enem Gratuito as dicas para você elaborar o texto dissertativo-argumentativo da Redação do Enem de acordo com as regras do Ministério da Educação:

Fique atento às aulas

Preste bastante atenção nos assuntos que os seus professores comentam que podem aparecer na redação. Não se esqueça de que seu professor é um profissional experiente no assunto sobre o qual você está estudando.

Com certeza ele vai ajudá-lo a descobrir quais os temas têm mais chances de aparecer na prova e a direcionar sua leitura. O assunto escolhido tende a ser aquele que gerou mais discussão, e não necessariamente será o mais recente.

Os debates em sala de aula também farão a diferença na hora de responder as questões de atualidade do Enem. Para entender o que está acontecendo na Ucrânia, por exemplo, o aluno precisa ir além e estudar o contexto histórico do conflito.

Esse tipo de situação política não ocorre da noite para o dia. Há uma série de tensões sociais que devem ser analisadas pelo aluno. Para estudar a Geopolítica mais profundamente, busque os livros de História, Geografia, Ciências Política e o que mais for relevante para a compreensão do assunto.

Os livros apresentam os fatos de forma cronológica, o que facilita o entendimento e a percepção do contexto. As obras de não ficção também vão lhe ajudar a criar um estilo de narrativa bastante semelhante ao que é exigido pelos avaliadores.

Dica 3 – Descubra quais são as disciplinas mais temidas pelos alunos. Olhe o que mais cai em Física: https://blogdoenem.com.br/fisica-enem-mais-cai-prova/

Opinar é importante, mas não exagere!

Use o bom senso na hora de apresentar seus argumentos. Cuidado com opiniões muito radicais. Essa postura será especialmente prejudicial se a sua opinião não for embasada o bastante.

Mais importante do que escolher um posicionamento é demonstrar que a questão foi bem entendida. Apresente as diferentes versões sobre um tema e suas consequências para a sociedade.

Dica 4: descubra como a criatividade pode enriquecer seu texto https://blogdoenem.com.br/redacao-enem-criatividade/

Seguindo todas essas orientações, tenho certeza que você vai se dar bem nas questões que envolvem atualidades do Enem. Boa sorte!

Victor Barreto é jornalista. Já atuou como professor de inglês em diversas escolas, também trabalhou como assistente editorial. Atualmente, vive em São Paulo. Realiza traduções, dá aulas particulares de inglês e atua como redator online. Twitter: @victor_toscano