Ciências Sociais: curso, profissão e mercado de trabalho

Tem curiosidade de saber como é a vida do profissional de Ciências Sociais e o que se estuda no curso? Então confira e tire as suas dúvidas!

Está no momento de escolher que profissão seguir e pensa em ser um cientista social? Que tal saber mais sobre o curso de graduação em Ciências Sociais?

O curso de Ciências Sociais tem como objetivo a compreensão e a interpretação da origem da atual realidade social, através do estudo de conflitos e fenômenos sociais, culturais e políticos e da aplicação de suas diversas técnicas e métodos de pesquisa investigativa, obtendo desta forma, a construção de estruturas e identidades de indivíduos e grupos humanos.

CIÊNCIAS-SOCIAIS

Dentro de seu curso, o cientista social deve optar pelo bacharelado ou pela licenciatura, além de obrigatoriamente estudar as três grandes áreas que integram o currículo do curso: a ciência política, a sociologia e a antropologia. Tais áreas possibilitam que o cientista social atue em diversos meios nos setores público e privado, incluindo a saúde, a educação, o comércio, a política, entre outros.

Quem é o cientista social?

O curso de ciências sociais exige uma grande carga de leitura, portanto, o estudante deve, acima de tudo, gostar de ler e interpretar dados, interessar-se pelo cenário político atual de seu país, ter gosto pela pesquisa e debate, e facilidade na hora de escrever, também são características dos estudantes e profissionais de sociais.

Dica 1: Veja as Notas de Corte no Sisu para Ciências Sociais e  outros cursos em todas as Universidades Públicas no país que adotaram a nota do Enem para selecionar os estudantes, acabando com o vestibular.

O mercado de trabalho para ciências sociais

Devido ao extenso volume de conteúdo e informação apresentados no decorrer do curso, o mercado de trabalho do cientista social é amplo, porém, concorrido. Nos últimos anos, o setor público vem oferecendo vagas aos profissionais da área, expandindo principalmente as oportunidades do magistério, devido a uma alteração da legislação que abrange todas as regiões do país. O cientista social pode lecionar história, geografia e sociologia em escolas de ensino fundamental e médio.

Já para a carreira de pesquisador, as melhores oportunidades concentram-se nos grandes centros urbanos ou em regiões com vasta diversidade étnica, tais como as áreas indígenas e rurais que são alvos tanto de instituições publicas, como de empresas privadas.

Além das duas áreas de atuação mais comum dos cientistas sociais, a pesquisa e o ensino, há também as diversas funções que podem ser desempenhadas pelo profissional, que envolvem: assessoria e crítica politica, projetos de urbanização, redação de artigos e estudos, publicação em revistas e jornais, arte, cultura, entre outros.

Em média o salário inicial do cientista social é de R$1,6 mil, dependendo do setor, público ou privado. Em escala intermediária os valores podem variar de R$ 3,5 mil a R$ 7,5 mil e no auge de sua carreira, a média mensal pode ser de até R$ 10 mil.

Assista o vídeo produzido pelo Departamento de Ciências da Comunicação da UFSM, com detalhes e informações relevantes sobre o curso.

Perfil do profissional após a formação

Ao final do curso, o profissional estará apto para atuar nos diversos setores públicos e privados disponíveis no mercado, tendo como principais contratantes o governo federal, seguido dos estados, do terceiro setor, do setor privado e das prefeituras, podendo ainda, prestar consultorias em sua área e atuar diretamente na área de pesquisa em campo.

Dica 2: Depois do Enem você vai fazer o Vestibular também? Aumente suas chances estudando com as Apostilas Pré-Vestibular e Pré-Enem aqui no Blog do Enem. Dicas para todas as matérias: https://blogdoenem.com.br/apostilas-gratis/