Biologia – Saiba mais sobre os Cnidários, como as águas-vivas e corais

Por que as águas-vivas queimam? O que devemos fazer em caso de queimadura? Saiba tudo sobre o Filo dos Cnidários com o Blog do Enem!

Os Cnidários são famosos por sua capacidade de causar as típicas “queimaduras” que ferem banhistas desavisados. Mas, por que essas queimaduras ocorrem? Qual é a importância disso para os cnidários? Que animais fazem parte desse filo? Mate toda a sua curiosidade aqui e ainda aproveite para sabe tudo sobre os Cnidários! Isso vai te ajudar a arrasar nas questões de Biologia do Enem e dos Vestibulares!

Dica 1: Antes de continuar revisando o Filo dos Cnidários, que tal revisar as principais características do Reino dos Animais? Então veja este super post, com vídeo-aula do professor Rubens Oda e dicas da professora Juliana Evelyn dos Santos: https://blogdoenem.com.br/biologia-reino-animais/

Para iniciar a sua revisão, veja este esta vídeo-aula super legal do professor Paulo Jubilut, do canal Biologia Total:

E aí, gostou? Bacana, não é mesmo? Agora, para tirar todas as suas dúvidas sobre os cnidários, veja o super resumo que preparamos para você:

Cnidários - Água-VivaCaracterísticas gerais do Filo dos Cnidários: Os Cnidários são animais também chamados de celenterados. Dentro desse filo estão animais como os corais, as águas-vivas, as anêmonas e as hidras. Todos os animais pertencentes ao Filo Cnidária são aquáticos, principalmente marinhos. São animais diblásticos e acelomados. Como são adaptados à vida fixa ou com pouca movimentação, possuem simetria radial.

Dica 2: Antes de continuar estudando as principais características do Filo dos Cnidários, que tal revisar as características básicas dos seres vivos? Veja este post, com dicas da professora Juliana Evelyn dos Santos: https://blogdoenem.com.br/biologia-caracteristicas-seres-vivos/

Anatomia geral: Os Cnidários podem apresentar duas formas corpóreas: pólipos e medusas. Os pólipos possuem forma cilíndrica, geralmente são fixos bentônicos ou bentônicos com pouca mobilidade (como no caso das hidras). Uma das extremidades do animal é fixa e a outra, geralmente voltada para cima, é livre. Na extremidade livre localiza-se a boca, rodeada de tentáculos. As medusas são animais de forma arredondada, semelhantes a um guarda-chuva. As medusas são formas de vida livre e natante. A boca das medusas é voltada para baixo e há tentáculos rodeando a periferia do corpo. A parede do corpo dos cnidários é formada pela epiderme (derivada do folheto ectoderme) e pela gastroderme (derivada do folheto endoderme) e, entre essas duas camadas, há uma camada gelatinosa, chamada de mesogleia. Na epiderme, há células sensoriais e células semelhantes a células musculares, que irão ajudar o animal a realizar os seus movimentos. Nos tentáculos existem células especiais chamadas de cnidócitos, que dão nome ao grupo. Os cnidócitos são células urticantes, que provocam as famosas “queimaduras” de água-viva. Ao serem pressionadas, estas células ativam uma cápsula interna chamada de nematocisto que libera um filamento urticante que injeta na pele uma toxina. Essa toxina causa dor e ardor na pele.  Em alguns casos de cnidários, como algumas espécies de corais, a epiderme secreta um esqueleto calcário para a sustentação e proteção do animal.

Cnidários

Dica 3: Que tal revisar também os conceitos e regras de taxonomia e nomenclatura científica? Então veja este super post com vídeo-aula da Khan Academy e dicas da professora Juliana Santos: https://blogdoenem.com.br/biologia-taxonomia-nomenclatura/

Importância dos Cnidócitos: Os cnidócitos e suas propriedades urticantes ajudam na defesa do animal. Podem também ajudar na captura de presas, uma vez que os cnidários não possuem uma musculatura muito forte, as toxinas dos cnidócitos ajudam a paralisar pequenos animais que servem de alimento.

Cnidócito

Sistema digestório: Os cnidários possuem um sistema digestório incompleto, uma vez que não possuem ânus. O sistema digestório é composto por uma cavidade simples no interior do animal, chamada de celêntero ou cavidade gastrovascular. O celêntero é recoberto pela gastroderme, cujas células produzem enzimas digestivas. Dessa maneira, a digestão dos cnidários é tanto extracelular (fora das células, dentro da cavidade digestória), como intracelular. Os restos de alimento não utilizados são eliminados pela boca.

Sistema respiratório, excretor e circulatório: Os cnidários não possuem qualquer desses sistemas. Como seus corpos são formados por poucas camadas de células, o transporte de substâncias e a troca de gases ocorrem por difusão.

Sistema nervoso: Os cnidários possuem um sistema nervoso muito simples, formado por uma rede de neurônios, sem gânglios. O sistema nervoso desses animais é chamado de sistema nervoso difuso.

Reprodução: Os cnidários podem se reproduzir sexuadamente ou assexuadamente. A reprodução sexuada é realizada por brotamento ou estrobilização (quando o corpo do animal se divide em vários pedaços). A reprodução sexuada ocorre com fecundação externa, uma vez que os gametas produzidos por indivíduos dioicos (de sexos separados) são lançados nas águas onde se juntam. A partir da fecundação é produzida uma larva ciliada chamada de plânula, tendo, então desenvolvimento indireto. Os cnidários podem também realizar um tipo especial de reprodução – a metagênese ou alternância de gerações. Nesse caso, o animal irá alternar uma fase de pólipo e outra de medusa, assim como irá realizar tanto reprodução sexuada quando assexuada. Simplificadamente, os pólipos sofrem estrobilização formando medusas assexuadamente e as medusas, por sua vez, realizam reprodução sexuada que origina pólipos.

Metagênese

Dica 4: Unicelular, pluricelular, eucarionte, procarionte, autótrofo, heterótrofo… Isso é “grego”?  Não! São termos da biologia essenciais para se dar bem no Enem e nos vestibulares! Que tal revisar? Então veja este super post: https://blogdoenem.com.br/biologia-termos/

queimadura água-vivaO que fazer em caso de queimadura produzida por cnidários? A primeira coisa que você deve fazer depois de um acidente com água-viva é sair imediatamente da água. Isso é importante para não sofrer mais ferimentos e também porque, apesar de as espécies que aparecem no litoral brasileiro não serem muito tóxicas, algumas pessoas podem ter fortes reações alérgicas que levam à perda de consciência.  Você também não deve tocar ou coçar o ferimento, pois nele estão os nematocistos injetando toxinas e, quanto mais você mexe, mais eles penetram em sua pele. Você pode lavar o local com vinagre (a toxina é básica, por isso o vinagre, que é ácido, ajuda a neutralizar), água do mar ou soro fisiológico. Após isso, você pode fazer compressas de gelo, que irão aliviar a dor. Se você tiver dores muito fortes, febre ou vômito é necessário procurar um médico.

Dica 5: Você quer saber um pouco mais sobre as toxinas liberadas pelas águas-vivas e outros animais? Então, visite o site do Centro de informações toxicológicas de Santa Catarina (CIT-SC): http://www.cit.sc.gov.br/

Agora que você já tirou suas dúvidas sobre as principais características do Filo dos Cnidários, que tal testar seus conhecimentos?

1)    (PUC-PR) Em relação ao Phylum Cnidária , foram feitas as seguintes proposições:

I. Os cnidários são aquáticos, diblásticos e com simetria radial, sendo encontrados em duas formas: pólipos (fixos) e medusa (livres).

II. A digestão nos cnidários é extra e intracelular e não há aparelho respiratório, circulatório ou excretor e o sistema nervoso é difuso.

III. Nos cnidários, a reprodução sexuada ocorre por brotamento ou estrobilização.

IV. Os corais e a anêmona-do-mar são exemplos da classe dos cifozoários.

Assinale a alternativa correta:

a) Todas estão INCORRETAS.

b) Apenas III e IV estão corretas.

c) Apenas I está correta.

d) Todas estão corretas.

e) Apenas I e II estão corretas.

Resposta: E.

Dica 6: Precisa revisar mais conteúdos de biologia? Veja os vídeos de Biologia da Khan Academy já traduzidos para o Português pela equipe da Fundação Lemann no http://www.fundacaolemann.org.br/khanportugues/#videos
Dica 7: Quer treinar seus conhecimentos em Biologia? Baixe esta apostila de biologia gratuitamente! https://blogdoenem.com.br/biologia-enem-apostila-gratuita/
Juliana Biologia Enem
Os textos e exemplos acima foram preparados pela professora Juliana Santos para o Blog do Enem. Juliana é formada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Santa Catarina. Dá aulas de Ciências e Biologia em escolas da Grande Florianópolis desde 2007. Facebook: https://www.facebook.com/juliana.evelyndossantos.