Saiba como usar a nota do Enem para entrar na faculdade

Conheça as possibilidades de usar a nota do Enem para entrar em universidades públicas e privadas do Brasil e quais as oportunidades para estudar fora!

Depois que passam os dois domingos de provas do Enem e os candidatos já podem relaxar, algumas dúvidas aparecem na mente dos estudantes: como usar a nota do Enem? É melhor tentar uma vaga numa universidade pública ou numa faculdade privada? Qual a diferença entre Sisu e Prouni? Como encontrar as notas de corte do curso desejado?

Este post foi feito justamente para acabar com essas dúvidas e mostrar todas as possibilidades para quem prestou o Enem 2021. Você vai saber como usar sua nota no Sisu, no Prouni, no Fies e em outros programas de bolsas para conseguir sua vaga na universidade.

Como usar a nota do Enem para entrar numa universidade pública

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) é a principal forma de ingresso em universidades públicas para quem prestou o Enem. As inscrições do Sisu ocorrem duas vezes por ano, uma no 1º e outra no 2º semestre. Como o resultado do Enem 2021 só vai sair no dia 11 de fevereiro, o Sisu 2022 deve ocorrer depois dessa data. Portanto, só fazer o Enem não é suficiente para participar do Sisu. Você precisa fazer sua inscrição na página do sistema para concorrer a uma vaga.

Para participar do Sisu 2022 é preciso cumprir os seguintes requisitos:

  • Ter feito a edição do Enem 2021;
  • Não ter zerado a redação;
  • Não ter participado na condição de treineiro.

O Sisu é um sistema 100% gratuito, ou seja, você não precisa pagar nada para participar. Também é bom lembrar que universidades públicas não cobram nenhuma taxa de matrícula ou mensalidade.

Saiba mais sobre o Sisu com o vídeo do canal do Curso Enem Gratuito:

Como o Sisu funciona

Para se inscrever no Sisu 2022 é só acessar a página oficial do sistema durante o período de inscrições. Lá você vai poder escolher duas opções de curso. Assim, se você não for aprovado na 1ª opção, ainda tem chance de ser aprovado na 2ª.

Geralmente as inscrições do Sisu duram 4 dias. Durante esse período você pode monitorar sua classificação parcial na opção de curso escolhido e alterar suas opções quantas vezes quiser. A classificação parcial é calculada a partir das notas dos candidatos inscritos na mesma opção.

Conforme os candidatos vão se inscrevendo, a nota parcial tende a mudar. Isso ocorre porque o Sisu calcula uma vez por dia a nota de corte para cada curso com base no número de vagas disponíveis e no total de candidatos inscritos naquele curso, por modalidade de concorrência.

Como usar a nota do Enem - SisuSistema de inscrição do Sisu mostrando notas de corte parciais de um participante

Por exemplo: se a nota de corte para a sua opção é 600 e a sua nota para aquela opção é 640, você tem chances de ser selecionado. Entretanto, se sua nota estiver abaixo dessa média, suas chances são menores. Como é possível acompanhar as mudanças nas notas de corte, você pode ver se vale a pena continuar com aquelas duas opções ou se o melhor é mudar.

Depois que termina o período de inscrições do Sisu, basta aguardar pelo dia do resultado da primeira chamada. Se não conseguir passar em nenhuma das opções, você pode se inscrever na lista de espera.

Enquanto as inscrições não abrem, você pode conferir as notas de corte da edição passada para calcular as suas chances!

Notas de corte das universidades mais procuradas

USP 

UFRJ

UFMG

UnB

UFBA

UFAM

UFPR

UFRGS

UFG 

UFPA 

UFC 

UFPE 

UFSC

IFSP

UFMT 

UFMS

UFMA 

UFSCar

Além do Sisu, algumas universidades utilizam a nota do Enem em sistemas próprios de seleção. Então, se a universidade onde você deseja estudar não aderiu ao Sisu, é importante pesquisar sobre outras formas de ingresso.

Como usar a nota do Enem para entrar numa faculdade privada

Existem duas formas de usar a nota do Enem para entrar numa faculdade particular: o Prouni e outros programas de bolsas. Além disso, também existe o Fies, que apesar de não ser um sistema de ingresso, permite o financiamento da graduação. A seguir vamos falar sobre cada uma dessas opções.

Como funciona o Prouni

A principal forma de usar a nota do Enem para entrar numa faculdade particular é por meio do Programa Universidade Para Todos (Prouni). As instituições privadas de ensino superior que participam do Prouni oferecem bolsas de estudo integrais (100%) e parciais (50%) para quem prestou o Enem. Ou seja, é se inscrevendo no Prouni depois que já tiver feito o Enem que você concorre a bolsas em universidades particulares.

Se você já tiver se inscrito no Sisu, não tem problema! Os dois programas são independentes e você pode se inscrever tanto em um quanto no outro.

Saiba mais sobre o funcionamento do Prouni:

Assim como o Sisu, o Prouni ocorre duas vezes por ano. As inscrições da próxima etapa do Prouni devem ocorrer após o Sisu 2022.

Você pode usar a nota do Enem para conseguir um destes dois tipos de bolsas dos Prouni:

  1. Integral: destina-se a candidatos com a renda familiar bruta mensal per capita de até 1,5 salário mínimo. Com esta bolsa, o candidato recebe bolsa de 100%, ou seja, não precisa pagar nada.
  2. Parcial: destina-se a quem possui renda familiar bruta mensal per capita de até 3 salários mínimos. Neste caso, o candidato recebe bolsa de 50%, ou seja, paga apenas metade do valor das mensalidades.

Uma possibilidade interessante para quem obtém bolsa parcial é financiar os outros 50% por meio do Fies. Basta se encaixar nos requisitos do programa.

Como se inscrever no Prouni

Para se inscrever no Prouni 2022 é necessário obter nota igual ou superior a 450 pontos na média do Enem 2021. Também é preciso ter tirado nota acima de zero na redação. Além disso, os candidatos devem atender a pelo menos uma das seguintes condições:

  • Ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou na rede particular na condição de bolsista integral da própria escola;
  • Ser pessoa com deficiência;
  • Ser professor/a da rede pública de ensino.

As inscrições do Prouni seguem o mesmo esquema do Sisu. Durante o período de inscrição, o sistema do Prouni calcula todos os dias a nota de corte de cada curso com base no número de bolsas disponíveis e no total de candidatos inscritos no curso, por modalidade de concorrência.

Lembre-se que a nota de corte é a menor nota que você precisa tirar para ficar entre os pré-selecionados. Aqui no Blog nós temos uma lista completa das notas de corte da última edição do Prouni para você já começar seu planejamento!

Como usar a nota do Enem para obter uma bolsas de estudo

Muitas faculdades privadas possuem programas próprios que concedem bolsas a estudantes que fazem o Enem. Há vagas para mais de 150 cursos em cidades de todo o país. As bolsas começam em 30% e podem chegar a 100%.

Na lista abaixo estão algumas das principais universidades e centros universitários do Brasil que utilizam a nota do Enem para conceder bolsas e descontos:

 Bolsas e descontos pela Nota do Enem

Uniasselvi Uniube Uni-Anhanguera
UniCesumar Anhanguera Unopar
UniNassau Estácio Cândido Mendes
UniNove Uninter Unip
Unicid Unifran Braz Cubas
Anhembi Positivo Tuiuti
Una Unibh Newton
Unigranrio FAM Unisul
 UNG  UVA UniJorge
 Ateneu  Damásio  Unicarioca 

Como funciona o Fies

Fies, ou Programa de Financiamento Estudantil, é um programa destinado a financiar a graduação na educação superior de estudantes matriculados em instituições privadas. Em resumo, você vai estudar sem pagar mensalidades, pois só vai pagar no final, quando se formar. Durante o curso você só paga algumas taxas, chamadas de “encargos operacionais”.

Para participar do programa é necessário ter feito qualquer edição do Enem a partir de 2010. Uma das exigências é ter uma média maior que 450 e não pode ter zerado a redação. Além disso, sua renda familiar per capita deve ser de até 5 salários mínimos.

Existem duas modalidades de Fies: o Fies e o P-Fies. O Fies é pra estudantes com renda familiar de até 3 salários mínimos. Nessa modalidade o financiamento não tem juros. Já o P-Fies é destinado para quem tem renda de até 5 salários mínimos por pessoa. Neste caso, o financiamento possui juros.

Se você ainda tiver alguma dúvida, pode consultar o site do Fies.

Como usar a nota do Enem para estudar fora

Além de todas as possibilidades no Brasil, a nota do Enem também pode ser usada para estudar em universidades de Portugal, Estados Unidos, Canadá, França e Reino Unido.

Só em Portugal são pelo menos 50 instituições que aceitam a nota do exame para selecionar candidatos brasileiros. Essa oportunidade existe desde 2014, quando o Inep começou a firmar acordos de cooperação com universidades e institutos portugueses. A pontuação mínima de candidatura para cada curso de graduação é 120 na escala portuguesa de 0-200, o que equivale a 600 na escala do exame brasileiro.

Um dos destinos mais populares é a Universidade de Coimbra, uma das mais tradicionais universidades europeias e que tem os melhores indicadores acadêmicos de Portugal. Algumas das outras universidade portuguesas que aceitam a nota do Enem são as de Lisboa, Porto, Aveiro, Madeira, Açores, Beira, Minho, Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Lusófona do Porto, Portucalense e Maia.

Confira exemplos de universidades de outros países que usam a nota do Enem como forma de ingresso:

  • New York University (EUA);
  • Universidade de Toronto (Canadá);
  • University of Oxford (Reino Unido);
  • Kingston University (Reino Unido);
  • University of Bristol (Reino Unido).

Cada instituição de ensino possui o próprio processo seletivo para estrangeiros. Portanto, você precisa conferir informações disponíveis nos sites de cada universidade para saber como usar a nota do Enem.

Ana Cristina Peron

Ana Cristina Peron é formada em História pela Universidade Federal de Santa Catarina. É redatora do Curso Enem Gratuito e do Blog do Enem.
Categorias: Enem, Sisu