Competência 4 da Redação: argumentação e uso de conectivos

Muita gente não entende o que são “os conectivos”, e como fazer o uso correto deles na Redação do Enem. Mas, é bem simples e fácil de compreender. Veja agora com a professora Daniela Garcia e o texto nota 1000 da Isabella Gadelha.

Na aula de hoje a professora Daniela Garcia vai fazer com você a análise dos argumentos e do uso de conectivos na Redação nota 1000 da Isabella Garcia, participante do Enem 2020. Ela utilizou três vezes os conectivos para abrir parágrafos, e tambem mandou bem nos conectivos internos, ligando períodos dentro do mesmo parágrafo

Desta forma, a participante Gabaritou a Competência 4 da redação. Você também pode conseguir os 200 pontos desta competência. É simples de aprender. E nesta aula você vai enxergar isso na prática. Acompanhe as dicas da professora Daniela olhando no texto da Isabella como foi que ela fez tudo direitinho, de forma objetiva.

As 5 Competências da Redação

Se você esqueceu quais são as 5 Competências cobradas na redação do Enem, não tem problema. Veja agora aqui: 1 Uso correto do Português; 2 Compreender e Desenvolver o Tema; 3 Argumentar em defesa do seu Ponto de Vista; 4 – Capacidade de argumentação e uso de conectivos; 5 – Criar a Proposta de Intervenção.

A Competência 4 da Redação

Antes de ver o texto da Redação Nota 1000, confira aqui o resumo da professora Daniela Garcia, no canal do Curso Enem Gratuito, sobre as exigências da Competência 4 da redação. Assim você fica em sintonia para compreender melhor e assimilar a análise do texto premiado da isabella:

Conferiu certinho o que precisa para gabaritar nesta Competência? Então, agora, vamos para a aula prática.

Regrinha básica: pelo menos dois conectivos abrindo parágrafos

A primeira regra geral para quem pretende tirar uma boa nota na correção do texto é focar com atenção em utilizar pelo menos dois conectivos no início de parágrafos. E pelo menos um conectivo interno relacionando períodos dentro de parágrafos. São requisitos para buscar os 200 pontos da Competência 4 da redação.

E foi bem isto que a Isabella Gadelha fez, de maneira bem prática e objetiva. Ela abriu três parágrafos usando conectivos, e ainda fez uso de diversos conectivos internos. Nos dois parágrafos do Desenvolvimento ela já abriu com os conectivos, e cumpriu ali este requisito mínimo. Um, ela iniciou com “Primariamente”; No outro, começou com “Ademais”.

Na Conclusão ela ainda abriu o último parágrafo com “Portanto”, colocando três parágrafos iniciando com os conectivos. Veja o texto original da redação nota mil, com os conectivos em negrito. Tanto na abertura de parágrafos quanto nas ligações internas, entre períodos de um mesmo parágrafo.

Isabella Gadelha – Redação Enem nota 1000

Nise da Silveira foi uma renomada psiquiatra brasileira que, indo contra a comunidade médica tradicional da sua época, lutou a favor de um tratamento humanizado para pessoas com transtornos psicológicos. No contexto nacional atual, indivíduos com patologias mentais ainda sofrem com diversos estigmas criados. Isso ocorre, pois faltam informações corretas sobre o assunto e, também, existe uma carência de representatividade desse grupo nas mídias.

Primariamente, vale ressaltar que a ignorância é uma das principais causas da criação de preconceitos contra portadores de doenças psiquiátricas. Sob essa ótica, o pintor holandês Vincent Van Gogh foi alvo de agressões físicas e psicológicas por sofrer de transtornos neurológicos e não possuir o tratamento adequado. O ocorrido com o artista pode ser presenciado no corpo social brasileiro, visto que, apesar de uma parcela significativa da população lidar com alguma patologia mental, ainda são propagadas informações incorretas sobre o tema. Esse processo fortalece a ideia de que integrantes não são capazes de conviver em sociedade, reforçando estigmas antigos e criando novos. Dessa forma, a ignorância contribui para a estigmatização desses indivíduos e prejudica o coletivo.

Ademais, a carência de representatividade nos veículos midiáticos fomenta o preconceito contra pessoas com distúrbios psicológicos. Nesse sentido, a série de televisão da emissora HBO, “Euphoria”, mostra as dificuldades de conviver com Transtorno Afetivo Bipolar (TAB), ilustrado pela protagonista Rue, que possui a doença. A série é um exemplo de representação desse grupo, nas artes, falando sobre a doença de maneira responsável. Contudo, ainda é pouca a representatividade desses indivíduos em livros, filmes e séries, que quando possuem um papel, muitas vezes, são personagens secundários e não há um aprofundamento de sua história. Desse modo, esse processo agrava os estereótipos contra essas pessoas e afeta sua autoestima, pois eles não se sentem representados.

Portanto, faz-se imprescindível que a mídia – instrumento de ampla abrangência – informe a sociedade a respeito dessas doenças e sobre como conviver com pessoas portadoras, por meio de comerciais periódicos nas redes sociais e debates televisivos, a fim de formar cidadãos informados. Paralelamente, o Estado – principal promotor da harmonia social – deve promover a representatividade de pessoas com transtornos mentais nas artes, por intermédio de incentivos monetários para produzir obras sobre o tema, com o fato de amenizar o problema. Assim, o corpo civil será mais educado e os estigmas contra indivíduos com patologias mentais não serão uma realidade do Brasil. (Fonte)

Os Conectivos na Redação nota mil

Como você viu já marcados no texto acima, a Isabella utilizou três conectivos no comecinho dos dois parágrafos do Desenvolvimento, e mais um no início do parágrafo da Conclusão. Ela também fez uso de conectivos internos, dentro dos parágrafos, entre um período e outro, como recurso para fazer algumas retomadas.

 Os Conectivos internos

Veja, por exemplo, logo no início do primeiro parágrafo do Desenvolvimento, que ela inicia a segunda oração com “Sob essa ótica…” Ao utilizar “essa”, a autora Isabella tende a puxar um elemento anterior, e assim ela faz a ligação entre os dois períodos. Com este recurso o texto produzido flui melhor. Ponto para ela.

Conectivos no Segundo Desenvolvimento

Outro exemplo de uso de conectivo interno que fez a autora foi no final do primeiro parágrafo do Desenvolvimento, quando ela abre um período escrevendo “Dessa forma a ignorância contribui para...”.  Neste caso, o uso do “Dessa forma” está sendo feito como um conectivo de conclusão de um argumento.

Outro destaque positivo no texto da Isabella é o uso que ela faz do “Contudo”, no segundo parágrafo do Desenvolvimento. Observe que no texto a autora utiliza um contraste para argumentar, antes de aplicar o “Contudo“.

Ela destaca a falta de representatividade; em seguida traz uma obra (a série da HBO) que contempla a representatividade, criando o contraste. Mas, ao mesmo tempo, ela destaca que isto não seria suficiente. E, então,  ela utiliza o “Contudo” para fazer a ligação entre as ideias.  No final deste mesmo o parágrafo ela utiliza “Desse modo” como um conectivo conclusivo do raciocínio.

Você também pode chegar lá

Neste resumo você tem todas as dicas para mandar bem. Logo no iniciodo post está uma abertura com a explicação da Competência 4 da redação do Enem; Depois tem uma análise detalhada pela professora Daniela Garcia sobre um texto real, de verdade, que tirou a nota 1000 porque gabaritou nas 5 competências exigidas pelos avaliadores. As duas boas notícias: 1 – É tudo muto simples de aprender; 2 – Você também pode chegar lá.

Análise completa da Competência 4

Confira agora o vídeo com a análise completa feita pela professora Daniela, onde ela explica ainda como não perder pontos com a repetição de palavras.

Parabéns!

  1. Você acompanhou a revisão com o resumo da Competência 4 da Redação do Enem.
  2. Você aprendeu como apresentar seus argumentos;
  3. Aprendeu como utilizar pelo menos dois conectivos na abertura de parágrafos;
  4. E também aprendeu como utilizar pelo menos um conectivo interno, fazendo a ligação entre períodos dentro de um mesmo parágrafo.
  5. Agora, é com você.

 

Veja agora as Análises das outras Competências no texto da isabella gadelha:

 

As 5 Competências da Redação do Enem

João Vianney dos Valles Santos

Psicólogo e jornalista, Vianney é diretor do Blog do Enem. Tem doutorado em Ciências Humanas, coordenou o Laboratório de Ensino a Distância da UFSC, e Dirigiu o Campus Unisul Virtual. É consultor de EaD da Hoper Educação.
Categorias: Apostilas Enem Gratuitas, Redação Enem Tags: ,