Empoderamento Feminino: no Dia da Mulher, elas são a maioria na educação

Feliz Dia da Mulher!! Esses são os votos de toda a equipe do Blog do Enem para você, estudante e leitora de nossos conteúdos! Veja no post as conquistas e os desafios para a verdadeira equiparação entre os gêneros.

A equipe do Blog do Enem deseja a você, mulher, em qualquer idade, que permaneça buscando o melhor para sua vida!

Nós do Blog somos uma prova viva de como as mulheres estão cada vez mais se empoderando, assumindo as frentes de suas carreiras e buscando se profissionalizar. Temos muito a comemorar no Dia da Mulher quando o assunto é a educação.Em números significativos podemos comprovar esta feliz realidade da atual participação feminina: 65% do público do Blog do Enem é feminino! No próprio Exame Nacional do Ensino Médio a maioria também é feminina, com 57%  das inscrições.

As mulheres também são maioria nos candidatos do  SISU, e das matrículas no Ensino Superior. As alunas representam 57% do total de vagas ocupadas no ensino superior em todo o Brasil!

Esses dados espelham uma tendência mundial. Segundo a Organisation for Economic Cooperation and Development (OECD), as mulheres passaram a estudar muito mais ao longo do século 20. No gráfico abaixo podemos ver que a partir das décadas de 1960 e de 1970 as mulheres passaramm a acumular mais anos de estudo do que os homens:mulheres com mais anos de estudo que os homensApesar das conquistas educacionais, a realidade não é a mesma no mercado de trabalho. As mulheres ainda têm salários menores e ocupam menos cargos de direção.

Além disso, mulheres enfrentam outras dificuldades como a dupla jornada, que é a cumulação do emprego formal com o trabalho doméstico, pelo qual normalmente são responsabilizadas.

Aqui no Blog do Enem, a equipe está cada vez mais conscientizada sobre a desigualdade de gênero e o longo caminho que a mulher ainda tem que percorrer para conquistar seus direitos. Por isso, aproveitamos este Dia da Mulher para compartilhar os princípios do empoderamento feminino com nossas leitoras e leitores!

Empoderamento Feminino

Empoderamento feminino é um dos termos de que mais se tem ouvido falar nos últimos tempos. Pode-se até dizer que ele está na “moda” e é completamente propício se falar dele hoje. Isto porque, como o próprio nome já sugere, é o ato de as mulheres assumirem o poder, isto é, a mulher assumir uma posição de protagonismo na sua vida e na sociedade, buscando realmente o seu lugar e os seus direitos.

Tudo isso de forma democrática e promovendo a equidade de gênero em todas as atividades sociais e da economia, conforme prevê a Entidade das Nações Unidas para a Igualdade de Gênero e o Empoderamento das Mulheres (ONU Mulheres).

Segundo a entidade, estes são os sete Princípios de Empoderamento das Mulheres:

  1. Estabelecer liderança corporativa sensível à igualdade de gênero, no mais alto nível;
  2. Tratar todas as mulheres e homens de forma justa no trabalho, respeitando e apoiando os direitos humanos e a não-discriminação;
  3. Garantir a saúde, segurança e bem-estar de todas as mulheres e homens que trabalham na empresa;
  4. Promover educação, capacitação e desenvolvimento profissional para as mulheres;
  5. Apoiar empreendedorismo de mulheres e promover políticas de empoderamento das mulheres através das cadeias de suprimentos e marketing;
  6. Promover a igualdade de gênero através de iniciativas voltadas à comunidade e ao ativismo social;
  7. Medir, documentar e publicar os progressos da empresa na promoção da igualdade de gênero.

Empodere-se você também!

O Assédio Sexual como tema de Redação

O ano de 2017 foi marcado pela explosão de denúncias de assédio sexual contra mulheres em todo o mundo. O destaque alcançou a mídia e as redes sociais pelo envolvimento de pessoas famosas do mundo do Cinema, da Televisão e da Política. Esses acontecimentos tiveram enorme repercussão e deram início a um debate a nível global sobre o assunto. Com tantas abordagens possíveis envolvendo o assédio sexual, este é um tema forte para a Redação Enem 2018. Clique na imagem abaixo para ver uma aula completa sobre Assédio Sexual e como o tema pode cair na Redação: 

Muitas vezes a vítima de assédio sexual tem dificuldades em se defender física e socialmente, e se cala. Ela pode precisar de ajuda para vencer os limites necessários para se posicionar e mesmo chegar à uma denúncia formal.

Você sabia dessas informações? Então empolgue-se ainda mais com as perspectivas de melhoria a partir da educação, e participe com ações, postura e atitude contra a discriminação em todas as formas.

Não basta “ficar na torcida”. Para mudar, mesmo, é preciso estudar e correr atrás do seus sonhos para garantir para você e todas as mulheres um lugar ao sol.

A conquista envolve ter seus direitos garantidos, respeito, dignidade, conhecimento científico e com salários justos!

 

Martha Ramos

Post escrito por Martha Ramos. Jornalista formada na Universidade Estácio de Sá em Santa Catarina. Fez Pós-Graduação em Marketing e trabalha com produção de conteúdos para jornais, revistas, empresas e blogs. Face: https://www.facebook.com/martha.ramos.5203