Domínios Morfoclimáticos – Geografia Enem

Opa, tudo certinho? Que tal pegarmos firme num assunto mais que importante? Falarei sobre os Domínios Morfoclimáticos, que trata da junção de vários aspectos naturais em uma determinada área. Esse assunto, caso não seja cobrado diretamente no Enem, com certeza, alguns conceitos isolados serão cobrados, então, fique ligado(a)!

Domínios Morfoclimáticos são conjuntos formados por aspectos naturais, como solo, relevo, hidrografia, vegetação e clima que predominam em um determinado local, formando uma determinada paisagem.

O grande responsável por esta classificação no Brasil foi o prof. Aziz Ab´ Saber (sim, ele também fez estudos relacionados à classificação do relevo brasileiro), no qual, fez todo o levantamentos dos aspectos naturais que mais influenciavam nos locais e formou esta classificação, dividida em 6 grandes unidades e algumas áreas chamadas de Transição, conforme você pode observar no mapa a seguir:

11

  • Domínio Equatorial Amazônico: totalmente situado na região Norte do Brasil, é formado, em sua maior parte, por terras baixas (Planície Amazônica e as áreas de depressões), predominando o processo de sedimentação, banhado pela Bacia Amazônica, com um clima e floresta equatorial.
  • Domínio dos Cerrados:localizado na porção central do território brasileiro, há um predomínio de chapadões (Planalto Central), apresentando algumas nascentes importantes como dos rios da Bacia do Tocantins-Araguaia, com a vegetação predominante do Cerrado e o clima tipicamente tropical.
  • Domínio dos Mares de Morros:situado na zona costeira atlântica do país, onde predomina o relevo de mares de morros e alguns chapadões florestados, ou seja, a ligação entre planície e planalto, as escarpas, a hidrografia caracterizada pelas bacias secundárias, com vários pequenos rios que nascem nas encostas e correm diretamente para o oceano Atlântico. O clima é o Tropical Litorâneo e a vegetação é representada pela quase extinta Mata Atlântica.
  • Domínio das Caatingas:localiza-se no nordeste brasileiro, no conhecido polígono das secas ou Sertão Nordestino, caracterizado por depressões interplanálticas e alguns chapadões, a hidrografia é bastante limitada pela condição climática que é o Semi-árido e a vegetação é a quem dá o nome a este domínio.
  • Domínio das Araucárias:encontra-se no Sul do país, com predomínio de planaltos, com a Bacia do Paraná sendo destaque, o clima é subtropical e a vegetação é formada por araucárias (quase extintas).
  • Domínio das Pradarias: também conhecido como domínio das coxilhas (relevo com suaves ondulações), situa-se no extremo Sul do Brasil, no estado do Rio Grande do Sul, banhado pela Bacia do Uruguai, com predominância da formação das gramíneas, ou também chamada de vegetação de campos. O clima segue sendo o subtropical.

Entre os seis domínios morfoclimáticos existem as faixas de transições. Nessas faixas são encontradas características de dois ou mais domínios morfoclimáticos. Algumas conhecidas são o Pantanal, o Agreste e a Mata dos Cocais. Só não há essa transição entre os domínios das Araucárias e de Mares de Morros, no qual, o relevo contribui diretamente para essa ocorrência.

Bem, assim fecho este assunto. Caso tenha restado alguma dúvida, veja a videoaula e não se esqueça de fazer os exercícios logo abaixo, ok? Bons estudos!

Videoaula
Aula 1

Aula 2

Exercícios

1 – Observe o mapa dos domínios morfoclimáticos brasileiros:

2
Mapa dos domínios morfoclimáticos brasileiros

Os números 1 e 2 indicados no mapa representam, respectivamente, os domínios:

a) do semiárido e da mata atlântica

b) da caatinga e dos mares de morro

c) do sertão e das paisagens litorâneas

d) do agreste e da mata tropical

e) do polígono das secas e da zona da mata

2 –  “Nesse domínio predominam os planaltos antigos, intensamente desgastados e aplainados por processos erosivos, que o caracterizam como um dos domínios brasileiros de formação mais antiga, tanto do ponto de vista geomorfológico quanto biológico. Nele predominam os solos bem desenvolvidos com grau elevado de acidez, que exigem a adoção de métodos corretivos como a calagem para viabilizar a produção agrícola […]”.

(Adaptado de: JOIA, A. L., GOETTEMS, A A. Geografia: leituras e interação. Volume 01. 1º ed. São Paulo: Leya, 2013. p.223).

O domínio morfoclimático brasileiro descrito pelo trecho acima é o:

a) Cerrado

b) Amazônico

c) Pradarias

d) Caatinga

e) Faixas de transição do meio norte

3 – (UNIFENAS) “Analise o mapa a seguir:

3
Percurso pelos domínios morfoclimáticos entre os pontos A e B

Considerando o trajeto A-B no mapa, um turista que se deslocou de Manaus (AM) até Recife (PE) terá presenciado ao longo de sua viagem vários aspectos singulares que envolvem as inter-relações dos domínios morfoclimáticos brasileiros. A seguir, foram apontados determinados aspectos naturais que abrangem alguns domínios morfoclimáticos brasileiros presenciados pelo turista ao longo do trajeto A-B.

I) Domínio Amazônico, com clima equatorial, floresta equatorial e terras baixas com grande sedimentação.

II) Domínio das Caatingas, com presença de formações cristalinas, de áreas depressivas intermontanas e domínio de clima semiárido.

III) Domínio dos Cerrados, presença de grandes chapadões, solos ácidos e predomínio de clima subtropical.

IV) Domínio das Pradarias, com clima tropical, depressões interplanálticas, denominadas coxilhas subtropicais e vegetação perenifólia.

Está correto apenas o indicado na alternativa

a) I e II.

b) I, II e III.

c) I,II,III e IV.

d) I e IV.

e) III e IV.

GABARITO

1 – B

2 – A

3 – A

Os textos e exemplos acima foram produzidos pelo professor Leandro, formado em Geografa pela Udesc. Leandro é professor de Geografia em escolas da Rede Particular de Ensino da Grande Florianópolis.